quarta-feira, 21 de maio de 2014

II Samuel 21:1-22 - DAVI, HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS

Entraremos a partir de agora na quinta e última parte de nossa divisão proposta, seguindo a BEG, dos livros de I e II de Samuel.
V. CONCLUSÃO: A ESPERANÇA PERMANENTE NA CASA DE DAVI – 22:1 A 24:25.
Apesar de todos os problemas que advieram a Davi em decorrência de seus pecados mais graves, a sua casa continuava a ser a esperança do povo de Deus para o futuro.
O capítulo V será dividido, para melhor entendimento, em cinco subpartes. A. A intercessão de Davi faz cessar uma fome – 21:1-14. B. As conquistas militares de Davi – 21:15-22. C. O louvor e a confiança de Davi – 22:1-51. D. A declaração de Davi quanto ao futuro - 23:1-7. E. As conquistas militares de Davi – 23:8-39. F. A intercessão de Davi faz cessar uma peste – 24:1-25.
A. A intercessão de Davi faz cessar uma fome – 21:1-14.
Davi tinha enfrentado muitas lutas e, como sempre, tinha se saído vencedor em todas elas. E, no momento, desfrutava de relativa paz. Seu filho tinha sido contido numa rebelião. Seba fora morto e desfeita a sedição das tribos do norte que agora estavam sob a sua liderança.
O relacionamento entre ele e Bate-Seba tinha sido aprovado por Deus depois de tantas confusões e seu filho Salomão ia crescendo e aprendendo com seu pai as coisas de Deus, o cuidado real e o amor pelo povo de Deus acima de todas as coisas.
Ele era o descendente escolhido e Satanás devia estar de olho nele para o matar, como assim sempre tentou fazer e sempre tentaria até o momento de sua derrota, pelo Messias na cruz do calvário.
Neste momento, havia fome na terra e já durava três anos e ninguém sabia os motivos e foram investigar e orar e buscarem a Deus.
Quem diria que a resposta da fome da terra era questão espiritual? Jamais, hoje em dia, alguém analisaria as questões de fome na terra dessa forma. Entrariam analistas de todos os tipos e de todas as cadeiras da ciência e jamais chegariam a solução de Davi.
Davi orou e Deus lhe mostrou a causa da fome. Quem seria este homem moderno que oraria a Deus e este lhe mostraria a causa da corrupção no Brasil? Ou a causa da fome na África? Ou da religiosidade insana em todo o mundo dando preferências às fábulas do que às palavras do próprio Deus?
O Senhor lhe disse que tudo isso estava acontecendo por que Saul fora violento contra os gibeonitas.
Davi os consulta e eles indicam a saída para aplacar a revolta deles e a fome consequente. Eles não queriam recompensas, mas vingança! Morte por morte! Foram mortos inocentes e agora inocentes da outra parte, os descendentes de Saul, teriam de pagar o pato.
Pediram sete homens descendentes de Saul e Davi poupou a Mefibosete por causa de seu juramento a Saul e a Jônatas. Sete homens descendentes de Saul foram encontrados e entregues para os gibeonitas para sacrifício e aplacamento da fome.
Não tinham estes homens suas vidas e suas famílias e seus filhos e seus negócios? Lamentável tal situação e difícil de entender e assimilar. Os tempos mudaram e, certamente, se houvesse hoje um lugar assim, as Nações Unidas iriam se opor a tal comportamento e atitudes.
Eles ainda foram mortos em dia certo, no princípio da ceifa da ceivada, geralmente no mês correspondente ao nosso abril.
Rispa, uma das mulheres que teve dois de seus filhos entregues aos gibeonitas, ficou em vigília abdicando de sua própria vida para ficar espantando os pássaros e animais que quisessem se alimentar de seus cadáveres pendurados.
Ela ficou tanto tempo os enxotando que atraiu a atenção até de Davi que se compadecendo dela, resolveu dar a eles um sepultamento digno, junto com os ossos de seus pais e de Saul e de Jônatas.
Ela agiu assim porque seria uma desgraça terrível se permitisse que os corpos dos enforcados se tornassem comida sem ninguém para espantá-los – ver Dt 28:26; I Sm 17:44,46; Sl 79:2; Is 18:6; Jr 7:33; 16:4.
Foi depois desse sepultamento que a terra voltou a produzir, sendo Deus favorável a ela e ao povo acabando destarte com tão grande período de fome na terra.
Algumas coisas há ainda que não entendo apesar de tanto estudar como foi o caso estranho deste tipo de aplacamento de ira divina com sacrifícios humanos por vingança. Aqui caberia o ditado de que os pais comeram uvas verdes, mas os dentes dos filhos é que se embotaram.
Contra este ditado, Deus levanta Jeremias e Ezequiel, mais a frente e desfaz este ditado explicando que cada um é responsável pelo seu próprio pecado, não havendo transferências para gerações futuras dos pecados cometidos.
Jeremias 31:29 Naqueles dias, já não dirão: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos é que se embotaram.
Jeremias 31:30 Cada um, porém, será morto pela sua iniqüidade; de todo homem que comer uvas verdes os dentes se embotarão.
Ezequiel 18:2 Que tendes vós, vós que, acerca da terra de Israel, proferis este provérbio, dizendo: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos é que se embotaram?
Isso merece um bom estudo e uma exegese aprofundada. Por enquanto, adiaremos isso. Caso alguém tenha este estudo ou conheça algum livro reformado sobre o assunto, agradeceríamos a sua colaboração.
B. As conquistas militares de Davi – 21:15-22.
Seguindo os comentários de apoio da BEG, os próximos versículos descrevem brevemente a derrota de quatro filisteus pelas mãos de Davi e de seus homens.
É difícil situar cronologicamente esses acontecimentos com precisão, mas a sua apresentação literária fornece um prefácio apropriado ao cântico de Davi, que se seguirá no próximo capítulo, 22.
A partir desses exemplos das conquistas militares de Davi, os leitores deveriam ver o rei como aquele que Deus abençoara em todas as guerras.
II Sm 21:1 E houve nos dias de Davi uma fome de três anos consecutivos;
            e Davi consultou ao SENHOR, e o SENHOR lhe disse:
                        É por causa de Saul e da sua casa sanguinária,
                                   porque matou os gibeonitas.
            II Sm 21:2 Então chamou o rei aos gibeonitas,
                        e lhes falou (ora os gibeonitas não eram dos filhos de Israel,
                                   mas do restante dos amorreus, e os filhos de Israel lhes
                                   tinham jurado, porém Saul, no seu zelo à causa dos
                                               filhos de Israel e de Judá, procurou feri-los).
            II Sm 21:3 Disse, pois, Davi aos gibeonitas:
                        Que quereis que eu vos faça? E que satisfação vos darei,
                                   para que abençoeis a herança do SENHOR?
            II Sm 21:4 Então os gibeonitas lhe disseram:
                        Não é por prata nem ouro que temos questão com Saul
                                   e com sua casa; nem tampouco pretendemos matar
                                               pessoa alguma em Israel.
            E disse ele:
                        Que é, pois, que quereis que vos faça?
            II Sm 21:5 E disseram ao rei:
                        O homem que nos destruiu, e intentou contra nós de modo que
                                   fôssemos assolados, sem que pudéssemos subsistir em
                                               termo algum de Israel,
                        II Sm 21:6 De seus filhos se nos dêem sete homens,
                                   para que os enforquemos ao SENHOR em Gibeá de
                                               Saul, o eleito do SENHOR.
            E disse o rei:
                        Eu os darei. II Sm 21:7 Porém o rei poupou a Mefibosete,
                                   filho de Jônatas, filho de Saul, por causa do
                                   juramento do SENHOR, que entre eles houvera,
                                               entre Davi e Jônatas, filho de Saul.
            II Sm 21:8 Mas tomou o rei os dois filhos de Rispa, filha da Aiá,
                        que tinha tido de Saul, a Armoni e a Mefibosete;
                        como também os cinco filhos da irmã de Mical, filha de Saul,
                                   que tivera de Adriel, filho de Barzilai, meolatita,
            II Sm 21:9 E os entregou na mão dos gibeonitas,
                        os quais os enforcaram no monte, perante o SENHOR;
                                   e caíram estes sete juntamente; e foram mortos nos
                                               dias da sega, nos dias primeiros,
                                                           no princípio da sega das cevadas.
            II Sm 21:10 Então Rispa, filha de Aiá, tomou um pano de cilício,
                        e estendeu-lho sobre uma penha, desde o princípio da sega até
                                   que a água do céu caiu sobre eles; e não deixou as
                                   aves do céu pousar sobre eles de dia, nem os animais
                                               do campo de noite.
            II Sm 21:11 E foi contado a Davi o que fizera Rispa, filha de Aiá,
                        concubina de Saul. II Sm 21:12 Então foi Davi, e tomou os
                                   ossos de Saul, e os ossos de Jônatas seu filho, dos
                                   moradores de Jabes-Gileade, os quais os furtaram da
                                   rua de Bete-Sã, onde os filisteus os tinham pendurado,
                                               quando feriram a Saul em Gilboa.
            II Sm 21:13 E fez subir dali os ossos de Saul, e os ossos de Jônatas
                        seu filho; e ajuntaram também os ossos dos enforcados.
            II Sm 21:14 Enterraram os ossos de Saul, e de Jônatas seu filho na
                        terra de Benjamim, em Zela, na sepultura de seu pai Quis,
                                   e fizeram tudo o que o rei ordenara;
                                               e depois disto Deus se aplacou com a terra.
II Sm 21:15 Tiveram mais os filisteus uma peleja contra Israel;
            e desceu Davi, e com ele os seus servos; e tanto pelejaram contra os
                        filisteus, que Davi se cansou.
            II Sm 21:16 E Isbi-Benobe, que era dos filhos do gigante,
                        cuja lança pesava trezentos siclos de cobre, e que cingia uma
                                   espada nova, intentou ferir a Davi.
            II Sm 21:17 Porém, Abisai, filho de Zeruia, o socorreu,
                        e feriu o filisteu, e o matou. Então os homens de Davi lhe
                                   juraram, dizendo: Nunca mais sairás conosco à
                                   peleja, para que não apagues a lâmpada de Israel.
II Sm 21:18 E aconteceu depois disto que houve em Gobe
            ainda outra peleja contra os filisteus; então Sibecai, o husatita, feriu a
                        Safe, que era dos filhos do gigante.
II Sm 21:19 Houve mais outra peleja contra os filisteus em Gobe;
            e El-Hanã, filho de Jaaré-Oregim, o belemita, feriu Golias, o giteu,
                        de cuja lança era a haste como órgão de tecelão.
II Sm 21:20 Houve ainda também outra peleja em Gate,
            onde estava um homem de alta estatura, que tinha em cada mão seis
                        dedos, e em cada pé outros seis, vinte e quatro ao todo,
                                   e também este nascera do gigante.
            II Sm 21:21 E injuriava a Israel; porém Jônatas, filho de Simei,
                        irmão de Davi, o feriu. II Sm 21:22 Estes quatro nasceram
                                   ao gigante em Gate; e caíram pela mão de Davi
                                               e pela mão de seus servos.
Davi, homem segundo o coração de Deus, capaz de amar intensamente e se devotar de forma apaixonada pelas causas divinas, com um coração capaz de pecar devido sua natureza pecadora, mas humilde e grande o suficiente para reconhecer os seus erros e se arrepender de verdade.
Davi me faz lembrar meu pastor Sabino que entre tantas coisas dizia e nos ensinava: DEUS ME AMA, APESAR DE MIM. Isso é verdade, Deus nos ama, apesar de nós. Deus amava Davi, apesar de Davi. Este Davi também tinha um segredo interessante: mantinha comunhão com Deus, orava frequentemente e nada fazia sem consultar ao Senhor.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 22 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 440 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.