sábado, 19 de abril de 2014

I Samuel 20:1-42 - Saul perturbado quer a morte de Davi

Esta longa Parte III: - Saul e Davi: a ascensão de Davi e a queda de Saul – 16:1 a II Sm 1:27 - foi dividida em três grandes seções: A. O sucesso e as dificuldades de Davi a serviço de Saul – 16:1 – 18:30 – já vista. B. A ajuda que Davi recebe quando foge de Saul – 19:1 – 22:5 – estamos vendo agora. C. A inocência de Davi e a culpa de Saul – 22:6 a II Sm 1-27.
B. A ajuda que Davi recebe quando foge de Saul – 19:1 – 22:5 - continuação.
Agora começa uma nova fase na vida de Davi pela qual ele se sairá muito bem e em tudo triunfará, mas sofrerá grandes perseguições e rejeição, mas o Senhor estará com ele sempre.
Esta subparte “B” foi dividida em sete seções, conforme proposta da BEG: 1. A fuga inicial de Davi – 19:1-10 – já vista. 2. Davi é ajudado por Mical – 19:11 – 17 – já vista. 3. Davi é ajudado por Samuel – 19: 18 – 24 – já vista. 4. Davi é ajudado por Jônatas – 20:1-42 – estamos nela agora. 5. Davi é ajudado por Aimeleque – 21:1-9. 6. Davi é ajudado por Aquis – 21:10-15. 7. Davi é ajudado pelo rei de Moabe e por Gade – 22:1-5.
4. Davi é ajudado por Jônatas – 20:1-42. 5.
A vida de Davi doravante será diferente e muito amarga, mas em tudo o Senhor estará com ele e o prosperará.
Tudo ia tão bem na vida de Davi, mas o seu sucesso incomodava muito a Saul que já temia ser ele seu sucessor no trono. Saul era o rei de Israel, rei rejeitado por Deus e pelo sacerdote Samuel por causa de seus comportamentos desprezíveis com relação a Deus e ao povo de Israel.
No entanto, ele tinha o poder e o trono e a sua saída não poderia se dar de qualquer maneira. Deus já estava preparando isso para acontecer no tempo de Deus.
Todos os planos de Saul de matar Davi tinham ido por água abaixo. Ele o colocava na frente de grandes batalhas e fazia a ele grandes desafios, mas quanto mais saia a lutar, mais vitoriosos e famoso ficava, pelo que Saul se cansou de tentar arruiná-lo dessa forma e passou a uma perseguição direta, ainda que sem sentido.
Ele já raciocinava como quem tem mesmo o espírito maligno em si e seu objetivo era mesmo a morte de Davi, do descendente, daquele que portava a semente messiânica que vinha desde Adão passando por ele, Davi, agora.
Já o filho de Saul e Davi tinham uma amizade que ia além da de um homem e uma mulher, não na sexualidade, como alguns filhos de Belial querem dar a entender, mas na fidelidade, na confiança, no amor e na fé.
Eu mesmo já tive um amigão que me acompanhou por boa parte de minha vida. Éramos como unha e carne e sempre estávamos juntos e éramos confidentes, sonhadores e fazíamos tantas coisas juntos, mas jamais, nem se quer lá na china, passou em nossas mentes questões sexuais.
Hoje ter uma grande amigo é até meio suspeito por causa das questões homossexuais que virou modismo nessa época do governo petista e da verdade relativizada. Mas isso vai acabar, não porque estou profetizando ou coisa parecida, mas sim por ser mesmo insensata e descabida.
Ainda o mundo mesmo vai acordar e enxergar que está desvairado e forçando uma orientação direcionada para a contramão da natureza criada e sustentada por Deus. assim, também andava Saul com aquele espírito maligno, fazendo e agindo de forma insensata.
Ia começar a festa da lua nova e Saul tinha o costume de almoçar com pessoas importantes à mesa por três dias e Davi tinha um lugar naquela mesa.
Davi não foi no primeiro dia, nem participou do almoço no segundo dia e Saul questionou a Jônatas e ao perceber a resposta de seu filho, muito indignou-se com ele a ponto de humilhá-lo ali e quase mesmo o matar em seu gesto de ira descontrolada motivada pelo espirito maligno.
Jônatas e Davi tinham combinado algo sobre a reação de Saul e somente Davi se aproximaria depois de ter a certeza, por meio de seu amigão, que tudo estava bem para ele.
No entanto, as respostas não foram boas e ele deu um jeito de o avisar ao brincar com suas flechas e mandar seu rapaz ir buscá-las além dele.
Davi entendeu o recado e deram um jeito de se encontrarem e se despedirem e grande foi o choro deles, mais ainda o de Davi.
Davi sofria com tudo aquilo, mas seu coração corajoso e cheio de fé, jamais o deixaram duvidar de Deus, de seus propósitos, de suas promessas e de seu controle sobre tudo e todas as coisas. Davi mesmo tinha um senso muito forte da soberania de Deus, por isso era forte ao enfrentar tantas oposições e não cair no desespero.
I Sm 20:1 Então fugiu Davi de Naiote, em Ramá; e veio, e disse a Jônatas:
            Que fiz eu? Qual é o meu crime? E qual é o meu pecado diante de teu
                        pai, que procura tirar-me a vida?
I Sm 20:2 E ele lhe disse:
            Tal não suceda; não morrerás; eis que meu pai não faz coisa nenhuma
                        grande, nem pequena, sem primeiro me informar;
                                   por que, pois, meu pai me encobriria este negócio?
                                               Não será assim.
I Sm 20:3 Então Davi tornou a jurar, e disse:
            Teu pai sabe muito bem que achei graça em teus olhos; por isso disse:
                        Não saiba isto Jônatas, para que não se magoe.
            Mas, na verdade, como vive o SENHOR, e como vive a tua alma,
                        há apenas um passo entre mim e a morte.
I Sm 20:4 E disse Jônatas a Davi:
            O que disser a tua alma, eu te farei.
I Sm 20:5 Disse Davi a Jônatas:
            Eis que amanhã é a lua nova, em que costumo assentar-me com o rei
                        para comer; porém deixa-me ir, e esconder-me-ei no campo,
                                   até à tarde do terceiro dia.
            I Sm 20:6 Se teu pai notar a minha ausência, dirás:
                        Davi me pediu muito que o deixasse ir correndo a Belém,
                                   sua cidade; porquanto se faz lá o sacrifício anual para
                                               toda a linhagem.
            I Sm 20:7 Se disser assim: Está bem; então teu servo tem paz;
                        porém se muito se indignar, sabe que já está inteiramente
                                   determinado no mal.
            I Sm 20:8 Usa, pois, de misericórdia com o teu servo,
                        porque o fizeste entrar contigo em aliança do SENHOR;
                                   se, porém, há em mim crime, mata-me tu mesmo;
                                               por que me levarias a teu pai?
I Sm 20:9 Então disse Jônatas:
            Longe de ti tal coisa; porém se de alguma forma soubesse que já este mal
                        está inteiramente determinado por meu pai,
                                   para que viesse sobre ti, não to revelaria eu?
I Sm 20:10 E disse Davi a Jônatas:
            Quem me fará saber, se por acaso teu pai te responder asperamente?
I Sm 20:11 Então disse Jônatas a Davi:
            Vem e saiamos ao campo. E saíram ambos ao campo.
I Sm 20:12 E disse Jônatas a Davi:
            O SENHOR Deus de Israel seja testemunha! Sondando eu a meu pai
                        amanhã a estas horas, ou depois de amanhã,
                                   e eis que se houver coisa favorável para Davi,
                                   e eu então não enviar a ti, e não to fizer saber;
            I Sm 20:13 O SENHOR faça assim com Jônatas outro tanto;
                        que se aprouver a meu pai fazer-te mal, também to farei saber,
                                   e te deixarei partir, e irás em paz; e o SENHOR
                                               seja contigo, assim como foi com meu pai.
            I Sm 20:14 E, se eu então ainda viver, porventura não usarás comigo
                        da beneficência do SENHOR, para que não morra?
            I Sm 20:15 Nem tampouco cortarás da minha casa a tua beneficência
                        eternamente; nem ainda quando o SENHOR desarraigar
                                   da terra a cada um dos inimigos de Davi.
I Sm 20:16 Assim fez Jônatas aliança com a casa de Davi, dizendo:
            O SENHOR o requeira da mão dos inimigos de Davi.
            I Sm 20:17 E Jônatas fez jurar a Davi de novo, porquanto o amava;
                        porque o amava com todo o amor da sua alma.
I Sm 20:18 E disse-lhe Jônatas: Amanhã é a lua nova,
            e não te acharão no teu lugar, pois o teu assento se achará vazio.
            I Sm 20:19 E, ausentando-te tu três dias, desce apressadamente,
                        e vai àquele lugar onde te escondeste no dia do negócio;
                                   e fica-te junto à pedra de Ezel.
            I Sm 20:20 E eu atirarei três flechas para aquele lado, como se atirasse
                        ao alvo. I Sm 20:21 E eis que mandarei o moço dizendo:
                                   Anda, busca as flechas. Se eu expressamente disser ao
                                   moço: Olha que as flechas estão para cá de ti;
                                   toma-o contigo, e vem, porque há paz para ti,
                                               e não há nada, vive o SENHOR.
                                   I Sm 20:22 Porém se disser ao moço assim:
                                               Olha que as flechas estão para lá de ti;
                                   vai-te embora, porque o SENHOR te deixa ir.
            I Sm 20:23 E quanto ao negócio de que eu e tu falamos,
                        eis que o SENHOR está entre mim e ti eternamente.
I Sm 20:24 Escondeu-se, pois, Davi no campo; e, sendo a lua nova,
            assentou-se o rei para comer pão. I Sm 20:25 E, assentando-se o rei,
                        como das outras vezes, no seu assento, no lugar junto à parede,
                                   Jônatas se levantou, e assentou-se Abner ao lado de
                                               Saul; e o lugar de Davi apareceu vazio.
            I Sm 20:26 Porém naquele dia não disse Saul nada, porque dizia:
                        Aconteceu-lhe alguma coisa, pela qual não está limpo;
                                   certamente não está limpo.
            I Sm 20:27 Sucedeu também no outro dia, o segundo da lua nova,
                        que o lugar de Davi apareceu vazio; disse, pois, Saul a
                                   Jônatas, seu filho:
                        Por que não veio o filho de Jessé nem ontem
                                   nem hoje a comer pão?
            I Sm 20:28 E respondeu Jônatas a Saul:
                        Davi me pediu encarecidamente que o deixasse ir a Belém.
                                   I Sm 20:29 Dizendo: Peço-te que me deixes ir,
                                   porquanto a nossa linhagem tem um sacrifício na
                                   cidade, e meu irmão mesmo me mandou ir; se, pois,
                                               agora tenho achado graça em teus olhos,
                                               peço-te que me deixes partir,
                                                           para que veja a meus irmãos;
                                                           por isso não veio à mesa do rei.
            I Sm 20:30 Então se acendeu a ira de Saul contra Jônatas, e disse-lhe:
                        Filho da mulher perversa e rebelde; não sei eu que tens
                                   escolhido o filho de Jessé, para vergonha tua e para
                                               vergonha da nudez de tua mãe?
                        I Sm 20:31 Porque todos os dias que o filho de Jessé viver
                                   sobre a terra nem tu estarás seguro, nem o teu reino;
                                               pelo que envia, e traze-mo nesta hora;
                                                           porque é digno de morte.
            I Sm 20:32 Então respondeu Jônatas a Saul, seu pai, e lhe disse:
                        Por que há de morrer? Que tem feito?
            I Sm 20:33 Então Saul atirou-lhe com a lança, para o ferir;
                        assim entendeu Jônatas que já seu pai tinha determinado
                                   matar a Davi. I Sm 20:34 Por isso Jônatas, todo
                                               encolerizado, se levantou da mesa;
                                               e no segundo dia da lua nova não comeu pão;
                                               porque se magoava por causa de Davi,
                                                           porque seu pai o tinha humilhado.
            I Sm 20:35 E aconteceu, pela manhã, que Jônatas saiu ao campo,
                        ao tempo que tinha ajustado com Davi, e um moço pequeno
                                   com ele. I Sm 20:36 Então disse ao seu moço:
                                   Corre a buscar as flechas que eu atirar.
                                               Correu, pois, o moço, e ele atirou uma flecha,
                                                           que fez passar além dele.
                                   I Sm 20:37 E, chegando o moço ao lugar da flecha
                                               que Jônatas tinha atirado, gritou Jônatas
                                                           atrás do moço, e disse:
                                   Não está porventura a flecha mais para lá de ti?
            I Sm 20:38 E tornou Jônatas a gritar atrás do moço:
                        Apressa-te, corre, não te demores. E o moço de Jônatas
                                   apanhou as flechas, e veio a seu senhor.
                        I Sm 20:39 E o moço não entendeu coisa alguma;
                                   só Jônatas e Davi sabiam deste negócio.
            I Sm 20:40 Então Jônatas deu as suas armas ao moço que trazia,
                        e disse-lhe: Anda, e leva-as à cidade.
            I Sm 20:41 E, indo-se o moço, levantou-se Davi do lado do sul,
                        e lançou-se sobre o seu rosto em terra, e inclinou-se três vezes;
                                   e beijaram-se um ao outro, e choraram juntos,
                                               mas Davi chorou muito mais.
            I Sm 20:42 E disse Jônatas a Davi:
                        Vai-te em paz; o que nós temos jurado ambos em nome do
                                   SENHOR, dizendo: O SENHOR seja entre mim
                                               e ti, e entre a minha descendência
                                               e a tua descendência, seja perpetuamente.
Jônatas o abençoa na hora da sua saída com a paz do Senhor. Eles também tinham feito uma aliança de preservação de ambas as famílias, acontecesse o que acontecesse com eles num futuro próximo.
Era como se ele já estivesse antevendo sua própria morte, sendo ainda tão jovem. Com as mortes de Saul e de Jônatas, Davi poderia voltar e assumir o reino de Israel. Era o que estaria para acontecer em breve, e eles parece que sabiam disso lá no íntimo.
Davi foge para onde? Para Nobe! Aqui Davi terá um momento de fraqueza muito grande que o fará se arrepender amargamente por toda a sua vida. Ficará para o próximo capítulo.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 54 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 472 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.