terça-feira, 15 de abril de 2014

I Samuel 16:1-23 - Davi nos planos de Deus

Depois dessas coisas onde Saul fora rejeitado pelo Senhor devido à sua rejeição ao Senhor, entraremos na terceira parte, das cinco propostas, de nossa divisão de I e II Samuel.
Parte III - Saul e Davi: a ascensão de Davi e a queda de Saul – 16:1 a II Sm 1:27.
Esses capítulos, dessa divisão didática proposta, narrarão em três grandes seções a ascensão de Davi ao poder e à queda e a morte de Saul.
Assim, dividiremos esta terceira parte, seguindo a estruturação da BEG, em três subpartes. A. O sucesso e as dificuldades de Davi a serviço de Saul – 16:1 – 18:30. B. A ajuda que Davi recebe quando foge de Saul – 19:1 – 22:5. C. A inocência de Davi e a culpa de Saul – 22:6 a II Sm 1-27.
A. O sucesso e as dificuldades de Davi a serviço de Saul – 16:1 – 18:30.
Por ironia do destino, que de destino não tinha nada, tudo é propósitos dentro desta terra, a própria família de Saul gostava de Davi. Saul ficou isolado em sua inveja, mas mesmo assim causou muitos problemas a Davi. Também dividiremos esta subparte em quatro seções.
São elas: 1. A unção de Davi por Samuel – vs 1 - 23. 2. O sucesso de Davi e a aprovação inicial de Saul – 17:1 – 18:5. 3. O sucesso de Davi e a inveja de Saul – 18:6-16. 4. O sucesso de Davi e a astúcia de Saul – 18:17-30.
1. A unção de Davi por Samuel – vs 1 - 23.
Samuel ainda estava abatido por causa de Saul e o Senhor o repreende dizendo até quando ele iria ter dó de Saul, havendo ele, o Senhor, o rejeitado?
A escolha de Saul tinha sido do Senhor e agora, novamente, era ele quem escolhia e quem rejeitava. Ele resolveu escolher outro líder para Israel.
Dá ordens para Samuel se levantar, encher o chifre de azeite e ir até a casa de Jessé, pois seria ali que ele iria ungir o futuro rei de Israel. Samuel temeu, a princípio, porque teria de voltar para onde estaria Saul e sabendo quem ele era, temia por sua vida.
O Senhor mesmo lhe dá uma saída e ele vai cumprir algo que nem todos sabiam, mas somente ele e Deus. Para quem o visse e o interrogasse, ele diria que estaria indo sacrificar ao Senhor. Na verdade, na verdade, a missão era bem outra. Curioso este fato.
Realmente ao chegar em Belém sua presença é notada e o interrogam e ele diz que veio sacrificar ao Senhor e convida o povo. E assim santificou a Jessé e convidou eles para o sacrifício.
Na casa de Jessé estavam eles todos e a missão principal de Samuel estava para ser cumprida. Ele reúne toda a família e pede que passe diante dele os seus filhos pois ele iria escolher e ungir um deles.
A aposta de todos era para o primeiro filho de Jessé, Eliabe, de boa aparência, forte, grande, guerreiro, o orgulho do pai. Samuel também se encanta com sua aparência e diz em seu coração que era ele, mas o Senhor dá uma lição muito importante para todos nós.
A grande lição era que nossos olhos são enganosos e que buscam a formosura e a aparência, mas o Senhor vê o coração e o mais profundo do ser. Quanto a Eliabe, Deus o havia rejeitado!
Depois fez passar a Abinadabe, a Sama e a todos os seus sete filhos, mas nenhum deles tinha o Senhor escolhido. O próprio pai tinha se esquecido do seu menino mais novo. Tanto que nem ali estava para ser apresentado diante de Samuel.
Samuel mesmo ficou confuso e perguntou ao pai se seus filhos tinham todos estado ali com ele e ele confessa que havia um que estava no pasto cuidando de suas ovelhas.
Jessé manda então chamar a Davi e todos tiveram de esperar ele chegar para que o banquete do almoço pudesse ser servido para todos ali. Isso mostra para nós grandes lições importantes.
Primeira: Deus não chama desocupados, mas aqueles que estão ocupados, não importa com o quê, mas aqui temos Davi que estava trabalhando e sendo fiel na sua missão e cuidando das ovelhas de seu pai. Diz a palavra que se somos fiéis no pouco, no muito seremos constituídos – Lc 16:10.
Segunda: - quando chega a nossa hora, tudo pára a fim de que de o tempo devido para a recebermos e nada pode nos impedir. Samuel parou suas atividades, bem assim Jessé e todos os seus irmãos e toda gente que ali estavam.
Somente teve prosseguimento a unção e o banquete após a unção, depois que Davi chegou.
Então o Senhor confirmou para Samuel que Davi era o escolhido e ele foi ungido na presença de todos. A partir daqui o Espírito de Deus se apossou dele de forma tremenda.
No mesmo instante, o Espírito do Senhor tinha abandonado a Saul e no lugar dele, outro espírito, um espírito maligno, da parte do Senhor que atormentava Saul.
Aquilo era atormentador e Saul muito se incomodava e seus servos lhe mostram uma saída. Ele deveria buscar um tangedor, alguém que soubesse tocar harpa para tocando ela, ele sentir alívio. A busca começa por um tangedor e quem eles escolhem de forma totalmente aleatória? Davi!
Quando Deus está no caso, portas se abrem sem nem ao menos sabermos de onde e como foi aberta, mas abre. E onde vai parar o futuro rei de Israel? Justamente junto, na intimidade, do atual rei de Israel. Saul mandou uma comitiva à casa de Jessé convocando seu filho Davi para um encargo real.
Era como se fosse um estágio supervisionado, uma escola para Davi, um treinamento de primeira linha. Saul se encanta com Davi e se sente muito aliviado quando lhe sobrevém as crises e assim torna ele seu escudeiro e lhe dá lugar de destaque no reino.
À princípio, ninguém o invejou, nem o temeu, pois sua entrada foi tão sutil e tão agradável que também logo conquistou toda família de Saul e os principais dos guardas e líderes de Saul. Ele não representava uma ameaça!
I Sm 16:1 Então disse o SENHOR a Samuel:
            Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado,
                        para que não reine sobre Israel?
            Enche um chifre de azeite, e vem, enviar-te-ei a Jessé o belemita;
                        porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei.
I Sm 16:2 Porém disse Samuel:
            Como irei eu? pois, ouvindo-o Saul, me matará.
Então disse o SENHOR:
            Toma uma bezerra das vacas em tuas mãos, e dize:
                        Vim para sacrificar ao SENHOR.
                        I Sm 16:3 E convidarás a Jessé ao sacrifício;
                                   e eu te farei saber o que hás de fazer,
                                               e ungir-me-ás a quem eu te disser.
I Sm 16:4 Fez, pois, Samuel o que dissera o SENHOR, e veio a Belém;
            então os anciãos da cidade saíram ao encontro, tremendo, e disseram:
                        De paz é a tua vinda?
            I Sm 16:5 E disse ele:
                        É de paz, vim sacrificar ao SENHOR; santificai-vos,
                                   e vinde comigo ao sacrifício.
                        E santificou ele a Jessé e a seus filhos,
                                   e os convidou ao sacrifício.
I Sm 16:6 E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe, e disse:
            Certamente está perante o SENHOR o seu ungido.
            I Sm 16:7 Porém o SENHOR disse a Samuel:
                        Não atentes para a sua aparência,
                        nem para a grandeza da  sua estatura,
                                   porque o tenho rejeitado;
                                   porque o SENHOR não vê como vê o homem,
                                   pois o homem vê o que está diante dos olhos,
                                               porém o SENHOR olha para o coração.
            I Sm 16:8 Então chamou Jessé a Abinadabe, e o fez passar
                        diante de Samuel, o qual disse:
                                   Nem a este tem escolhido o SENHOR.
            I Sm 16:9 Então Jessé fez passar a Sama; porém disse:
                        Tampouco a este tem escolhido o SENHOR.
            I Sm 16:10 Assim fez passar Jessé a seus sete filhos diante de Samuel;
                        porém Samuel disse a Jessé:
                                   O SENHOR não tem escolhido a estes.
            I Sm 16:11 Disse mais Samuel a Jessé:
                        Acabaram-se os moços?
            E disse:
                        Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas.
            Disse, pois, Samuel a Jessé:
                        Manda chamá-lo, porquanto não nos assentaremos
                                   até que ele venha aqui.
            I Sm 16:12 Então mandou chamá-lo e fê-lo entrar
                        (e era ruivo e formoso de semblante e de boa presença);
                                   e disse o SENHOR:
                                               Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo.
            I Sm 16:13 Então Samuel tomou o chifre do azeite,
                        e ungiu-o no meio de seus irmãos;
                        e desde aquele dia em diante o Espírito do SENHOR
                                   se apoderou de Davi; então Samuel se levantou,
                                               e voltou a Ramá.
I Sm 16:14 E o Espírito do SENHOR se retirou de Saul,
            e atormentava-o um espírito mau da parte do SENHOR.
            I Sm 16:15 Então os criados de Saul lhe disseram:
                        Eis que agora o espírito mau da parte de Deus te atormenta;
            I Sm 16:16 Diga, pois, nosso senhor a seus servos, que estão na tua
                        presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa,
                                   e será que, quando o espírito mau da parte de Deus
                                               vier sobre ti, então ele tocará com a sua mão,
                                                           e te acharás melhor.
            I Sm 16:17 Então disse Saul aos seus servos:
                                   Buscai-me, pois, um homem que toque bem,
                                               e trazei-mo.
            I Sm 16:18 Então respondeu um dos moços, e disse:
                        Eis que tenho visto a um filho de Jessé, o belemita,
                                   que sabe tocar e é valente e vigoroso,
                                   e homem de guerra, e prudente em palavras, e de gentil
                                               presença; o SENHOR é com ele.
            I Sm 16:19 E Saul enviou mensageiros a Jessé, dizendo:
                        Envia-me Davi, teu filho, o que está com as ovelhas.
            I Sm 16:20 Então tomou Jessé um jumento carregado de pão,
                        e um odre de vinho, e um cabrito, e enviou-os a Saul
                                   pela mão de Davi, seu filho.
            I Sm 16:21 Assim Davi veio a Saul, e esteve perante ele,
                        e o amou muito, e foi seu pajem de armas.
            I Sm 16:22 Então Saul mandou dizer a Jessé:
                        Deixa estar a Davi perante mim,
                                   pois achou graça em meus olhos.
            I Sm 16:23 E sucedia que, quando o espírito mau da parte de Deus
                        vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa,
                                   e a tocava com a sua mão;
                        então Saul sentia alívio, e se achava melhor,
                                   e o espírito mau se retirava dele
As coisas de Deus são tão interessantes e fascinantes! Quem diria que Davi que até tão pouco tempo estava ali esquecido, cuidando das ovelhinhas de seu pai tivesse sua vida mudado da noite para o dia?
Ele adormeceu pastor de ovelhas e desprezado até em sua própria casa e amanheceu rei de Israel. É por isso que jamais devemos abandonar nossa fidelidade e serviço e sonhos. Façamos a nossa parte da melhor forma que pudermos, pois alguém pode estar de olho e querer nos ungir para uma obra especial.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 58 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 476 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.