sábado, 16 de novembro de 2013

Levítico 12: 1-8 – LEIS ACERCA DO PARTO.

Estamos vendo desde Lv 11:1, a impureza e o seu tratamento e chegamos no capítulo 12, que trato do parto.
Por que o parto é uma impureza uma vez que todos nós viemos ao mundo por meio dele e até o próprio Senhor, em sua forma humana, assim também passou pelo processo de nascimento, sendo sua mãe virgem?
Era devido ao sangramento que a mãe se tornava impura – vs. 4-5, 7. Havia também prescrições semelhantes por ocasião da menstruação das mulheres – vs. 5; 15:19-27. A BEG diz que é possível que, como o sêmen – 15:16-18 -, o sangramento do parto estivesse relacionado a rituais cananeus de fertilidade e, portanto, considerado impuro em Israel.
Não achei interessante este comentário e explicação uma vez que nenhum ritual de canto algum deste planeta poderia ditar regras e exceções a um povo que recebia tudo do alto, de Deus para ser feito conforme o modelo e seguindo fielmente as instruções.
Poderia ser o contrário, o povo cananeu passou a usar o sêmen e o sangramento depois de tomar conhecimento do que era feito por Israel – pouco provável - ou já utilizava mesmo por causa da natureza humana caída, mística e supersticiosa herdada de Adão.
Há também uma diferença entre o nascimento de um menino e de uma menina com relação aos dias que se deve observar até que se tornasse limpo. Quando o bebê era menina, o tempo era o dobro dos meninos.
Não se tem uma explicação para o fato da mulher ter de observar 40 dias (33+7) quando dava a luz um menino e 80 (66+14) quando dava luz a uma menina.
No entanto, em Cristo Jesus, essa disparidade entre os sexos, no tocante às bênçãos da aliança, é eliminada – Gl 3:28.
Lv 12:1 Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
                Lv 12:2 Fala aos filhos de Israel, dizendo:
                               Se uma mulher conceber e der à luz um menino,
                                               será imunda sete dias,
                               assim como nos dias da separação da sua enfermidade,
                                               será imunda.
                Lv 12:3 E no dia oitavo se circuncidará ao menino
                               a carne do seu prepúcio.
                Lv 12:4 Depois ficará ela trinta e três dias
                               no sangue da sua purificação;
                nenhuma coisa santa tocará e não entrará no santuário
                               até que se cumpram os dias da sua purificação.
                Lv 12:5 Mas, se der à luz uma menina
                               será imunda duas semanas, como na sua separação;
                                               depois ficará sessenta e seis dias no sangue
                                                               da sua purificação.
                Lv 12:6 E, quando forem cumpridos os dias da sua purificação
                               por filho ou por filha, trará um cordeiro de um ano
                                               por holocausto, e um pombinho ou uma rola
                                                               para expiação do pecado,
                               diante da porta da tenda da congregação, ao sacerdote.
                Lv 12:7 O qual o oferecerá perante o SENHOR,
                               e por ela fará propiciação; e será limpa
                                               do fluxo do seu sangue;
                               esta é a lei da que der à luz menino ou menina.
                Lv 12:8 Mas, se em sua mão não houver recursos para um cordeiro,
                               então tomará duas rolas, ou dois pombinhos,
                                               um para o holocausto e outro para
                                                               a propiciação do pecado;
                                               assim o sacerdote por ela fará expiação,
                                                               e será limpa.
Por causa da oferta apresentada por ocasião do nascimento de Cristo Jesus, conforme está registrado nos Evangelhos – Lc 2:24, podemos concluir que a família que trouxe Jesus ao mundo era pobre.
Jesus também foi circuncidado no oitavo dia – Gn 17:12; Gl 4:4-5. A necessidade da purificação surgiu do fato que a mãe Maria era considerada cerimonialmente impura por sete dias após o parto de um menino – 12:2. Durante outros 33 dias – que juntos com os sete daria 40 dias – ela deveria ficar distante das coisas sagradas.
Somente após isso é que ela deveria oferecer o sacrifício devido que no caso deles foi a oferta de uma pessoa pobre. Era somente o filho homem de cada mulher que era apresentado ao Senhor – Êx 13:2.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.