quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Êxodo 8: 1-32 – AS PRAGAS CONTINUAM ...

As pragas continuam e estamos aqui neste capítulo diante de mais três delas, as rãs, os piolhos e as moscas.
Faraó continua ao final de cada uma delas endurecendo o seu coração, como bem falara o Senhor. Moisés deixa claro que ele está no controle da situação porque está seguindo as orientações de seu Deus.
Ele, Moisés, afirma que tal praga vai cessar, mas não deixa que ela cesse em qualquer hora. Ele define o momento certo diante de Faraó para ele saber que tem algo diferente nisso que vai muito além de simples coincidências.
Também Deus começou a fazer distinção entre o seu povo e o povo do Egito. As pragas começam a ser seletivas e somente estão vindo sobre os egípcios por causa de Faraó que insiste teimosamente em endurecer o seu coração.
Não poderia ser do mesmo modo durante o tempo da tribulação? Há estudiosos que afirmam que a igreja seria poupada desses tempos, mas não poderia ser poupada por livramento ao invés de arrebatamento? A igreja passará ou não pela grande tribulação? Se for livrada, será livrada por retirada do povo ou por livramento do povo?
Voltemos ao Egito, os magos, nos casos das rãs, conseguiram reproduzir com seus encantamentos a produção delas, mas Faraó agiu diferentemente aqui por não dar bolas ao que seus magos estavam fazendo, antes intercedeu a Moisés pelo fim das rãs e o fim veio exatamente como previu Moisés e Arão. As rãs eram deificadas na forma da deusa Hequete que ajudava as mulheres no trabalho de parto.
No caso dos piolhos, os magos tentaram, mas tiveram de reconhecer diante de Faraó que não eram capazes de assim conseguirem reproduzir os piolhos e reconheceram diante de Faraó tratar-se da mão de Deus. Faraó ouve isso, mas mesmo assim endurece seu coração novamente.
Ao final, ele cede e a praga deixa de acontecer, como dissera Moisés e ele novamente volta atrás e não deixa o povo ir. Com as pragas das moscas, tudo começa novamente, mas o final já é conhecido. Faraó continuará a endurecer seu coração.
Ex 8:1 Depois disse o SENHOR a Moisés:
Vai a Faraó e dize-lhe:
Assim diz o SENHOR:
Deixa ir o meu povo,
para que me sirva.
Ex 8:2 E se recusares deixá-lo ir,
eis que ferirei com rãs todos os teus termos.
Ex 8:3 E o rio criará rãs,
que subirão e virão à tua casa,
e ao teu dormitório,
e sobre a tua cama,
e as casas dos teus servos,
e sobre o teu povo,
e aos teus fornos,
e às tuas amassadeiras.
Ex 8:4 E as rãs subirão sobre ti, e sobre o teu povo,
e sobre todos os teus servos.
Ex 8:5 Disse mais o SENHOR a Moisés:
Dize a Arão:
Estende a tua mão com tua vara sobre as correntes,
e sobre os rios, e sobre os tanques,
e faze subir rãs sobre a terra do Egito.
Ex 8:6 E Arão estendeu a sua mão sobre as águas do Egito,
e subiram rãs,
e cobriram a terra do Egito.
Ex 8:7 Então os magos
fizeram o mesmo com os seus encantamentos,
e fizeram subir rãs sobre a terra do Egito.
Ex 8:8 E Faraó chamou a Moisés e a Arão, e disse:
Rogai ao SENHOR
que tire as rãs de mim
e do meu povo;
depois deixarei ir o povo,
para que sacrifiquem ao SENHOR.
Ex 8:9 E disse Moisés a Faraó:
Digna-te dizer-me quando é que hei de rogar por ti,
e pelos teus servos, e por teu povo,
para tirar as rãs de ti,
e das tuas casas,
e fiquem somente no rio?
Ex 8:10 E ele disse:
Amanhã.
E Moisés disse:
Seja conforme à tua palavra,
para que saibas que ninguém há como
o SENHOR nosso Deus.
Ex 8:11 E as rãs apartar-se-ão de ti,
das tuas casas, dos teus servos, e do teu povo;
somente ficarão no rio.
Ex 8:12 Então sairam Moisés e Arão da presença de Faraó;
e Moisés clamou ao SENHOR
por causa das rãs que tinha posto sobre Faraó.
Ex 8:13 E o SENHOR fez conforme a palavra de Moisés;
e as rãs morreram nas casas, nos pátios, e nos campos.
Ex 8:14 E ajuntaram-se em montões,
e a terra cheirou mal.
Ex 8:15 Vendo, pois, Faraó que havia descanso,
endureceu o seu coração,
e não os ouviu, como o SENHOR tinha dito.
Ex 8:16 Disse mais o SENHOR a Moisés:
Dize a Arão:
Estende a tua vara, e fere o pó da terra,
para que se torne em piolhos por toda a terra
do Egito.
Ex 8:17 E fizeram assim;
e Arão estendeu a sua mão com a sua vara,
e feriu o pó da terra,
e havia muitos piolhos nos homens e no gado;
todo o pó da terra se tornou em piolhos
em toda a terra do Egito.
Ex 8:18 E os magos fizeram também assim
com os seus encantamentos para produzir piolhos,
mas não puderam;
e havia piolhos nos homens e no gado.
Ex 8:19 Então disseram os magos a Faraó:
Isto é o dedo de Deus.
Porém o coração de Faraó
se endureceu,
e não os ouvia, como o SENHOR tinha dito.
Ex 8:20 Disse mais o SENHOR a Moisés:
Levanta-te pela manhã cedo
e põe-te diante de Faraó;
eis que ele sairá às águas;
e dize-lhe:
Assim diz o SENHOR:
Deixa ir o meu povo,
para que me sirva.
Ex 8:21 Porque se não deixares ir o meu povo,
eis que enviarei enxames de moscas sobre ti,
e sobre os teus servos, e sobre o teu povo,
e às tuas casas; e as casas dos egípcios
se encherão destes enxames,
e também a terra em que eles estiverem.
Ex 8:22 E naquele dia
eu separarei a terra de Gósen,
em que meu povo habita,
que nela não haja enxames de moscas,
para que saibas que eu sou o SENHOR
no meio desta terra.
Ex 8:23 E porei separação entre o meu povo
e o teu povo;
amanhã se fará este sinal.
Ex 8:24 E o SENHOR fez assim;
e vieram grandes enxames de moscas
à casa de Faraó e às casas dos seus servos,
e sobre toda a terra do Egito;
a terra foi corrompida destes enxames.
Ex 8:25 Então chamou Faraó a Moisés e a Arão, e disse:
Ide, e sacrificai ao vosso Deus nesta terra.
Ex 8:26 E Moisés disse:
Não convém que façamos assim,
porque sacrificaríamos ao SENHOR nosso Deus
a abominação dos egípcios;
eis que se sacrificássemos a abominação dos egípcios
perante os seus olhos,
não nos apedrejariam eles?
Ex 8:27 Deixa-nos ir caminho de três dias ao deserto,
para que sacrifiquemos ao SENHOR nosso Deus,
como ele nos disser.
Ex 8:28 Então disse Faraó:
Deixar-vos-ei ir,
para que sacrifiqueis ao SENHOR vosso Deus no deserto;
somente que, indo, não vades longe;
orai também por mim.
Ex 8:29 E Moisés disse:
Eis que saio de ti,
e orarei ao SENHOR,
que estes enxames de moscas se retirem amanhã
de Faraó, dos seus servos,
e do seu povo;
somente que Faraó não mais me engane,
não deixando ir a este povo para sacrificar ao SENHOR.
Ex 8:30 Então saiu Moisés da presença de Faraó,
e orou ao SENHOR.
Ex 8:31 E fez o SENHOR conforme a palavra de Moisés,
e os enxames de moscas se retiraram
de Faraó, dos seus servos, e do seu povo;
não ficou uma só.
Ex 8:32 Mas endureceu Faraó
ainda esta vez seu coração,
e não deixou ir o povo.
Com o final dessas três pragas, temos já realizadas 5 e ainda faltam mais 5 para acontecerem. Deus poderia tirar o seu povo do jeito que quisesse, mas escolhe desse modo e cada detalhe foi por ele imaginado e realizado.
Moisés e Arão se tornam os porta-vozes de Deus e os representantes, lideres, do povo de Israel. Dois velhos de idade acima dos oitenta anos. Eu imagino que apesar de suas idades, não lhes faltavam o vigor e a força necessária para isso.
Faraó e seu grupo de líderes do povo do Egito ali enfrentando um problemão que não sabiam resolver, nem nunca tinham antes enfrentado. Creio que já começaram a falar com ele e a darem conselhos para deixarem esse povo ir, mas Faraó permanecia resoluto por que Deus assim queria que fosse.

Nem Deus aqui foi dominador da vontade humana, nem o homem aqui foi um boneco chamado marionete. Deus continua soberano e o homem continua responsável. Assim foi com ele e assim continua ser com todos, inclusive comigo e contigo. 
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.