sábado, 26 de outubro de 2013

Êxodo 31: 1-18 – DEUS ESCOLHE, CHAMA, CAPACITA E ENVIA.

No capítulo 31 encontraremos a escolhas dos artífices da obra do tabernáculo bem como a orientação sobre o sábado santo e as duas tábuas do Testemunho.
É Deus quem elege, depois chama, depois capacita e depois envia. Com certeza, Deus não observou Bezalel e depois o escolheu, chamou, capacitou e enviou. Antes, desde o ventre materno, mesmo antes da fundação dos mundos,  Deus já tinha separado este para fazer as funções que precisaria fazer doravante.
Realmente estudar a Bíblia é descobrir que Deus é quem tudo faz, conforme Isaias 64:4 - Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti, que opera a favor daquele que por ele espera.
A escolha de Deus - Rm 9:11
Romanos 9:11 Porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a ELEIÇÃO, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),
Quem escolhe é Deus. Ele nos escolheu desde a fundação dos mundos, antes mesmo de sermos formados, Deus nos escolheu. Veja o que Paulo diz aos Efésios: Ef 1:4 assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor.
O fator determinante na escolha de Deus é o propósito de Deus. Essa escolha na eleição é baseada exclusivamente na vontade soberana de Deus e não mediante as ações previstas do homem.
Foi o próprio Senhor quem afirmou que não fomos nós que o escolhemos, pelo contrário, ele nos escolheu e nos designou para irmos e darmos frutos e nossos frutos permanecerem a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em seu nome, o pai o conceda. – Jo 15:16.
No capítulo primeiro também vemos João, versos 12 e 13 falando que  todos quantos receberam a Cristo, deu-lhes, o Pai, o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber os que creem no seu nome, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
O chamado de Deus
Romanos 9:11 Porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que CHAMA),
Depois de escolhidos, Deus nos chama no seu devido tempo. Deus chamará todos os escolhidos? Sim, certamente que sim. Para cada um ele tem um chamado específico conforme sua escolha soberana e seus propósitos eternos.
A capacitação de Deus
II Coríntios 3:5 Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,
II Coríntios 3:6 O qual nos fez também CAPAZES de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.
Uma vez escolhidos e chamados, seremos agora capacitados por Deus para sermos ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.
O enviar de Deus
Romanos 10:15 E como pregarão, se não forem ENVIADOS? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.
Depois de capacitados, estamos prontos para irmos e trabalharmos para o Senhor em sua seara. Agora é Deus quem nos envia e quem coloca em nós a certeza de que devemos ir.
Agora estamos diante deste desafio de Deus que nos escolheu, nos chamou, nos capacitou e nos enviou, portanto, devemos agora obedecê-lo indo e percorrendo as aldeias e povoados, onde estiver uma alma que precise de ouvir a palavra que é poderosa, depois de ouvida, de gerar nele vida e salvação.
Foi Deus, então, quem elegeu, chamou, capacitou e enviou Bezalel e Aoliabe para todas as obras relacionadas ao Templo a fim de que fosse construído exatamente conforme o modelo que fora mostrado por Deus.
Interessante aqui observar que Paulo, em I Co 3:5-17, representou a si mesmo como Bezalel – à sombra de Deus - e Apolo como Aoliabe – o pai é minha tenda – do templo da nova aliança em Corinto.
De fato, ao descrever a si mesmo como o “prudente construtor” – I Co 3:10 – e a Apolo como “o outro edifica sobre ele – o fundamento que Paulo havia lançado -, Paulo tomou emprestado termos da descrição de Bezalel que aparecem no Antigo Testamento grego – vs. 4; 35:32, 34. (BEG).
Em seguida, completando mais instruções a respeito do tabernáculo e todos os seus móveis, Deus fala de sua aliança e do sábado. Assim como Deus trabalhou seis dias e descansou no sábado, ele estava orientando o povo para trabalhar seis dias e descansar no sábado, a fim de o buscar e andar na sua presença e se lembrar de sua aliança perpétua.
Ex 31:1 Depois falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
Ex 31:2 Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel,
o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá,
Ex 31:3 E o enchi do Espírito de Deus,
de sabedoria, e de entendimento, e de ciência,
em todo o lavor,
Ex 31:4 Para elaborar projetos, e trabalhar
em ouro, em prata, e em cobre,
Ex 31:5 E em lapidar pedras para engastar,
e em entalhes de madeira, para trabalhar em todo o lavor.
Ex 31:6 E eis que eu tenho posto com ele
a Aoliabe, o filho de Aisamaque, da tribo de Dã,
e tenho dado
sabedoria ao coração de todos aqueles que são hábeis,
para que façam tudo o que te tenho ordenado.
Ex 31:7 A saber:
a tenda da congregação,
e a arca do testemunho,
e o propiciatório que estará sobre ela,
e todos os pertences da tenda;
Ex 31:8 E a mesa com os seus utensílios,
e o candelabro de ouro puro com todos os seus pertences,
e o altar do incenso;
Ex 31:9 E o altar do holocausto
com todos os seus utensílios, e a pia com a sua base;
Ex 31:10 E as vestes do ministério,
e as vestes sagradas de Arão o sacerdote,
e as vestes de seus filhos,
para administrarem o sacerdócio;
Ex 31:11 E o azeite da unção,
e o incenso aromático para o santuário;
farão conforme a tudo que te tenho mandado.
Ex 31:12 Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
Ex 31:13 Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo:
Certamente guardareis meus sábados;
porquanto isso é um sinal entre mim e vós
nas vossas gerações;
para que saibais que eu sou o SENHOR,
que vos santifica.
Ex 31:14 Portanto guardareis o sábado,
porque santo é para vós;
aquele que o profanar certamente morrerá;
porque qualquer que nele fizer alguma obra,
aquela alma será eliminada do meio do seu povo.
Ex 31:15 Seis dias se trabalhará,
porém o sétimo dia é o sábado do descanso,
santo ao SENHOR;
qualquer que no dia do sábado fizer algum trabalho,
certamente morrerá.
Ex 31:16 Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel,
celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua.
Ex 31:17 Entre mim e os filhos de Israel
será um sinal para sempre;
porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra,
e ao sétimo dia descansou,
e restaurou-se.
Ex 31:18 E deu a Moisés
(quando acabou de falar com ele no monte Sinai)
as duas tábuas do testemunho,
tábuas de pedra,
escritas pelo dedo de Deus.

Este capítulo termina com a fala de Deus dizendo que deu a Moisés as duas tábuas escritas pelo próprio dedo de Deus, certamente em hebraico ou aramaico. Não se sabe ao certo se eram duas cópias da Lei ou se as duas pedras era uma continuação da outra.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.