sábado, 19 de outubro de 2013

Êxodo 24: 1-18 – TEOFANIAS NO DESERTO - A ALIANÇA DE DEUS COM OS HOMENS.

Que capítulo gostoso de se ler e difícil porque não estamos acostumados com tanta teofania envolvendo não somente Moisés com quem Deus falava face a face, mas outros como Arão, Nadabe e Abiú, e setenta dos anciãos de Israel. Deus, Moisés e mais 73 pessoas.
Todas elas – vs. 14 - viram a Deus e comeram e beberam. Obviamente que não viram Deus numa revelação total porque nem Moisés que falava face a face com Deus teve essa oportunidade, antes somente o viu pelas costas. Isso veremos quando chegarmos no capítulo 33 (Êxodo 33:20 E acrescentou: Não me poderás ver a face, porquanto homem nenhum verá a minha face e viverá.).
No entanto havia ali uma reunião e havia na reunião um momento de comunhão e entrosamento no qual Deus permitiu a todos participarem de sua presença e ainda se alimentarem e beberem. Quem preparou a comida? O que beberam e comeram?
É algo muito profundo isso. Moisés, Arão e seus dois filhos e mais setenta do povo que certamente representariam os setenta de Jacó que partiram para o Egito dando início a nação de Israel. Era Deus ali renovando a memória deles e mostrando que ele era fiel à sua aliança e queria com eles estabelecer relacionamentos.
Não é à toa que o nome do livro que Moisés menciona é o LIVRO DA ALIANÇA. O tema da aliança é sempre recorrente em toda a Bíblia, desde Gênesis à Apocalipse. Afinal de contas a semente que se está esperando é o Príncipe da Aliança.
Refeições semelhantes a essa para selar uma aliança são registradas em outras passagens – 18:12; Gn 31:46; Mt 26:28.
Na descrição de Deus, Moisés fala de algo que parecia um piso sobre o qual Deus estava de cor azulada, próxima a da safira. O fato de Deus não ter estendido a sua mão sobre eles talvez signifique que não viram o seu poder ali.
Deus aparecendo e se fazendo visível, falando, “comendo, bebendo”, um livro sendo escrito e registrado, testemunhas como Moisés e os 73, anjos, fumaças e nuvens e fogo, luz azul, a glória do Senhor e altares sendo levantados, sacrifícios sendo feitos para se obter o sangue que seria usado para espargir, um mediador, o  povo, tudo isso para uma finalidade: o estabelecimento de uma aliança!
Ali estava sendo renovada com acréscimos de novos detalhes a aliança de Deus com o homem que começou lá com Adão e Eva com os mandatos cultural, social e espiritual. Este não é outro se não o Deus da aliança. O Deus que não muda, nem jamais mudará e que se revela, sempre se revelou e ainda se revelará ainda mais.
Em cada aliança, algo novo completando sua revelação e aspectos de seu relacionamento com um povo santo que ele está levantando e cuidando e guardando para seus eternos propósitos.
Não fique com inveja deles que viram a Deus e comeram e beberam. Hoje, graças ao Senhor da Aliança, o Mediador supremo, o Sumo Sacerdote da Lei, o Rei e o Profeta, temos seu Espírito Santo que faz no crente sua habitação e morada!
Eles deveriam olhar para o futuro e desejar este dia que vivemos, assim como nós olhamos para o passado e o invejamos em nossa ignorância.
Moisés e distinguido de todos e chamado à presença maior de Deus e sobe o monte onde uma nuvem o encobre e a glória do Senhor o envolve. Não sei o que ficou a fazer, mas somente no sétimo dia é que Deus o chama do meio da nuvem.
Ex 24:1 Depois disse a Moisés:
Sobe ao SENHOR,
tu e Arão, Nadabe e Abiú, e setenta dos anciãos de Israel;
e adorai de longe.
Ex 24:2 E só Moisés se chegará ao SENHOR;
mas eles não se cheguem,
nem o povo suba com ele.
Ex 24:3 Veio, pois, Moisés,
e contou ao povo todas as palavras do SENHOR,
e todos os estatutos;
então o povo respondeu a uma voz, e disse:
Todas as palavras, que o SENHOR tem falado, faremos.
Ex 24:4 Moisés escreveu todas as palavras do SENHOR,
e levantou-se pela manhã de madrugada,
e edificou um altar ao pé do monte, e doze monumentos,
segundo as doze tribos de Israel;
Ex 24:5 E enviou alguns jovens dos filhos de Israel,
os quais ofereceram holocaustos e sacrificaram ao SENHOR
sacrifícios pacíficos de bezerros.
Ex 24:6 E Moisés tomou a metade do sangue,
e a pôs em bacias;
e a outra metade do sangue
espargiu sobre o altar.
Ex 24:7 E tomou
o livro da aliança
e o leu aos ouvidos do povo,
e eles disseram:
Tudo o que o SENHOR tem falado
faremos,e obedeceremos.
Ex 24:8 Então tomou Moisés aquele sangue,
e espargiu-o sobre o povo, e disse:
Eis aqui o sangue da aliança que o SENHOR
tem feito convosco
sobre todas estas palavras.
Ex 24:9 E subiram
Moisés e Arão, Nadabe e Abiú, e setenta dos anciãos de Israel.
Ex 24:10 E viram
o Deus de Israel,
e debaixo de seus pés
havia como que uma pavimentação de pedra de safira,
que se parecia com o céu na sua claridade.
Ex 24:11 Porém não estendeu a sua mão
sobre os escolhidos dos filhos de Israel, mas
viram a Deus,
e comeram
e beberam.
Ex 24:12 Então disse o SENHOR a Moisés:
Sobe a mim ao monte,
e fica lá;
e dar-te-ei
as tábuas de pedra e a lei, e os mandamentos
que tenho escrito,
para os ensinar.
Ex 24:13 E levantou-se Moisés com Josué seu servidor;
e subiu Moisés ao monte de Deus.
Ex 24:14 E disse aos anciãos:
Esperai-nos aqui, até que tornemos a vós;
e eis que Arão e Hur ficam convosco;
quem tiver algum negócio, se chegará a eles.
Ex 24:15 E, subindo Moisés ao monte,
a nuvem cobriu o monte.
Ex 24:16 E a glória do SENHOR
repousou sobre o monte Sinai,
e a nuvem o cobriu por seis dias;
e ao sétimo dia chamou a Moisés do meio da nuvem.
Ex 24:17 E o parecer da glória do SENHOR
era como um fogo consumidor no cume do monte,
aos olhos dos filhos de Israel.
Ex 24:18 E Moisés entrou no meio da nuvem,
depois que subiu ao monte;
e Moisés esteve no monte
quarenta dias e quarenta noites.
Agora ele começa a descrever a glória do Senhor e a apresenta como um fogo consumidor no cume do monte aos olhos dos filhos de Israel que tudo assistiam lá de baixo sem poderem se aproximar e sem ninguém para lhes explicar o que estava acontecendo.

A fé do povo está sendo testada e já estava em seu limite. Ainda tiveram de esperar 40 dias e 40 noites em que Moisés tinha desaparecido na montanha de Deus. Aqui escrevendo me deu uma vontade tão grande de visitar o Monte Sinai! Quem sabe um dia desses?
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.