quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Êxodo 15: 1-27 – AO INVÉS DE MURMURARES, CANTA UM HINO AO SENHOR.

Aqui temos o cântico de Moisés, onde ele exalta a Deus e o glorifica pelo grande feito realizado permitindo assim a fuga do seu povo da terra do Egito, realizando aquele velho sonho de Moisés quando ele era jovem e os primeiros acampamentos, em Mara, e depois em Elim.
Moisés deve ter ficado muito feliz e alegre de ver o povo saindo daquela maneira do Egito, com o braço forte do Senhor realizando maravilhas. Tudo deveria parecer um grande e bonito sonho para ele. Pois ele sonhara com isso há uns 40 anos quando tentou na sua força se mostrar ao seu povo.
Deus realiza sonhos que ele mesmo coloca em nós. Moisés realizou seu sonho com a ajuda do Senhor que fez tudo e ele apenas confiou e seguiu Êx 14:14 O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis. Gostei deste texto porque ele é a pura verdade. O louvor ali era muito apropriado e necessário.
Diz o ditado que ocupamos nossa mente com aquilo que estamos fazendo, por isso que o Pr. Sabino sempre nos ensina dizendo VALORIZAMOS O QUE FAZEMOS E FAZEMOS O QUE VALORIZAMOS. Quando à noite, nossa mente se ocupa com preocupações e ansiedades querendo resolver mil coisas, estamos fazendo adoração.
Adoração não a Deus, mas ao problema! Quando no meio das tempestades deixamos nossos corações adorando a Deus, ai sim, entenderemos que nossa mente está descansando no Senhor que por nós tudo executa.
Qual pois tem sido o centro de nossas vidas que percebemos a noite na hora de dormirmos quando escolhemos os gritos vazios – Jó 35:13 – ao invés dos louvores que como Moisés sua alma transbordava e ensinava o seu coração a fé e a obediência?
Moisés logo aprendeu a confiar e a descansar em Deus e na jornada que agora começava ele iria precisar de muita paciência porque o povo ainda não entendia quem estava com eles o tempo todo e quem os conduzia naquele deserto.
Já chegando em Mara se desesperaram por falta de água e se queixaram a Moisés. Murmuraram em Mara, no deserto, como diz a canção do hino 302, da Harpa Cristã:
Não Murmures: Canta
No mundo murmura-se tanto,
Entre os que cristãos dizem ser;
Em vez de Louvores há pranto,
Fraqueza em lugar de poder.
Murmuram - assim no deserto,
Em Mara, Israel murmurou;
Oh! Não vêem que Deus está perto;
Jamais Seu auxilio negou.

Em vez de murmurares, canta
Um hino de louvor a Deus;
Jesus quer te dar vida santa,
Qual noiva levar-te pra os céus.

Tu vives, irmão, murmurando,
Tal como um escravo do mal;
Se Deus a tua fé está provando,
Tu não tens razão para tal.
Deus castiga aquele a quem ama,
De ti também não se esqueceu;
Qual pai amoroso te chama,
E cuida, sim, do que é Seu.

E mesmo se as ondas rugirem.
No revolto e bravio mar,
Os céus poderás ver se abrirem,
Se um hino tua alma cantar,
Não temas ciladas, nem morte,
Pra cima tu deves olhar;
O leme segura bem forte,
Até do céu a luz raiar.

Se um hino cantar tu puderes,
Nas horas de grande aflição.
Então voarás, se quiseres,
Até a celeste mansão;
Nas asas da águia levado.
Bem perto do mar de cristal
E por fim então libertado,
A terra, chegar, celestial.
Deus no entanto os proveu de uma solução como sempre o fez e sempre fará. Devemos tomar cuidado com a murmuração porque ela nega a Deus que está conosco. O escritor de Hebreus nos adverte dos perigos da murmuração e também Paulo aos Coríntios - I Coríntios 10:10 Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador.
Depois de Mara, eles chegam a Elim e já em Elim havia fontes de água para eles.
Ex 15:1 Então cantou Moisés e os filhos de Israel este cântico ao SENHOR,
e falaram, dizendo:
Cantarei ao SENHOR,
porque gloriosamente triunfou;
lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro.
Ex 15:2 O SENHOR é a minha força,
e o meu cântico;
ele me foi por salvação;
este é o meu Deus,
portanto lhe farei uma habitação;
ele é o Deus de meu pai,
por isso o exaltarei.
Ex 15:3 O SENHOR
é homem de guerra;
o SENHOR
é o seu nome.
Ex 15:4 Lançou no mar os carros de Faraó
e o seu exército;
e os seus escolhidos príncipes
afogaram-se no Mar Vermelho.
Ex 15:5 Os abismos os cobriram;
desceram às profundezas como pedra.
Ex 15:6 A tua destra, ó SENHOR,
se tem glorificado em poder,
a tua destra, ó SENHOR,
tem despedaçado o inimigo;
Ex 15:7 E com a grandeza da tua excelência
derrubaste aos que se levantaram contra ti;
enviaste o teu furor,
que os consumiu como o restolho.
Ex 15:8 E com o sopro de tuas narinas
amontoaram-se as águas,
as correntes pararam como montão;
os abismos coalharam-se no coração do mar.
Ex 15:9 O inimigo dizia:
Perseguirei,
alcançarei,
repartirei os despojos;
fartar-se-á a minha alma deles,
arrancarei a minha espada,
a minha mão os destruirá.
Ex 15:10 Sopraste com o teu vento,
o mar os cobriu;
afundaram-se como chumbo em veementes águas.
Ex 15:11 O SENHOR,
quem é como tu entre os deuses?
Quem é como tu
glorificado em santidade,
admirável em louvores,
realizando maravilhas?
Ex 15:12 Estendeste a tua mão direita;
a terra os tragou.
Ex 15:13 Tu, com a tua beneficência,
guiaste a este povo, que salvaste;
com a tua força
o levaste à habitação da tua santidade.
Ex 15:14 Os povos o ouviram,
eles estremeceram,
uma dor apoderou-se dos habitantes da Filistia.
Ex 15:15 Então os príncipes de Edom se pasmaram;
dos poderosos dos moabitas apoderou-se um tremor;
derreteram-se todos os habitantes de Canaã.
Ex 15:16 Espanto e pavor caiu sobre eles;
pela grandeza do teu braço
emudeceram como pedra;
até que o teu povo houvesse passado, ó SENHOR,
até que passasse este povo que adquiriste.
Ex 15:17 Tu os introduzirás,
e os plantarás no monte da tua herança,
no lugar que tu, ó SENHOR,
aparelhaste para a tua habitação,
no santuário, ó Senhor,
que as tuas mãos estabeleceram.
Ex 15:18 O SENHOR
reinará eterna e perpetuamente;
Ex 15:19 Porque os cavalos de Faraó,
com os seus carros e com os seus cavaleiros,
entraram no mar,
e o SENHOR
fez tornar as águas do mar sobre eles;
mas os filhos de Israel
passaram em seco pelo meio do mar.
Ex 15:20 Então Miriã,
a profetiza,
a irmã de Arão,
tomou o tamboril na sua mão,
e todas as mulheres saíram atrás dela
com tamboris e com danças.
Ex 15:21 E Miriã lhes respondia:
Cantai ao SENHOR,
porque gloriosamente triunfou;
e lançou no mar
o cavalo com o seu cavaleiro.
Ex 15:22 Depois fez Moisés
partir os israelitas do Mar Vermelho,
e saíram ao deserto de Sur;
e andaram três dias no deserto,
e não acharam água.
Ex 15:23 Então chegaram a Mara;
mas não puderam beber das águas de Mara,
porque eram amargas;
por isso chamou-se o lugar Mara.
Ex 15:24 E o povo murmurou contra Moisés, dizendo:
Que havemos de beber?
Ex 15:25 E ele clamou ao SENHOR,
e o SENHOR mostrou-lhe uma árvore,
que lançou nas águas, e as águas se tornaram doces.
Ali lhes deu
estatutos
e uma ordenança,
e ali os provou.
Ex 15:26 E disse:
Se ouvires atento a voz do SENHOR teu Deus,
e fizeres o que é reto diante de seus olhos,
e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos,
e guardares todos os seus estatutos,
nenhuma das enfermidades porei sobre ti,
que pus sobre o Egito;
porque eu sou o SENHOR
que te sara.
Ex 15:27 Então vieram a Elim,
e havia ali doze fontes de água
e setenta palmeiras;
e ali se acamparam junto das águas.
Doze fontes de águas e setenta palmeiras... engraçado, parece que contaram nos dedos cada fonte e cada palmeira. Se tivessem memórias, logo associariam as fontes com as doze tribos e as setenta palmeiras aos setenta que para o Egito foram e agora são mais de cinco milhões saindo do Egito e caminhando na direção de Deus para a nova terra Canaã, terra que mana leite e mel.

Era como se Elim fosse um presente especial de Deus para eles, apesar deles, e ali eles estavam meditando na palavra dita em Mara – o lugar onde murmuraram - onde também Deus fez uma promessa condicionante de que não teriam as enfermidades que havia no Egito se o ouvissem e obedecessem e se esforçassem por meditar e guardar os mandamentos de Deus.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.