terça-feira, 24 de setembro de 2013

Gênesis 49: 1-33 – AS BÊNÇÃOS PROFÉTICAS DE JACÓ.

Aqui veremos a morte de Jacó, mas antes de morrer, reuniu todos os seus filhos e para cada um dos 12, fez profecias acerca do futuro de cada tribo que dali sairia. Depois deu clara instruções de onde deveria ser enterrado e mais detalhes. Ao término de tudo, encolheu seus pés e expirou com 147 anos de idade, cerca de 52.900 dias de vida.
É a iniciativa de Jacó de chamar todos os seus filhos e os ajuntar para anunciar a eles o que irá se suceder no futuro de cada um deles. Ele pede a eles que se ajuntem para ouvir ele, seu pai a falar a cada um.
Eu creio que deveria ser comum tal ajuntamento em família, principalmente para falar e instruir a todos de todas as coisas que eles aprenderam de seus pais. Jacó por exemplo foi contemporâneo de Héber, trineto de Noé, por muito tempo e quase foi de Sem, filho de Noé. No entanto, Abraão, seu avó, foi contemporâneo dele e de Sem por muito tempo também.
As histórias de Deus eram narradas assim em reuniões de família e todos sabiam e conheciam bem as histórias de Deus, do dilúvio, de Sodoma e Gomorra e muitas outras. Aquelas reuniões de família deveriam ser muito boas, coisa hoje que perdemos, principalmente porque também não vivemos mais muito tempo como eles viviam.
Conforme a Bíblia de Estudo de Genebra - BEG, as bênçãos do patriarca inspirado profetizaram o destino das doze tribos, com base no louvor ou na repreensão, por meio de trocadilhos com seus nomes ou de comparações com animais, em sua maioria.
Os nomes e/ou ações dos doze anunciavam o destino de cada tribo – Mq 1:10-16. Essas bênçãos proféticas no fim do período patriarcal, organizado de acordo com as mães – os seis filhos de Lia, vs. 3-15, os quatro de servas – vs. 16-21, e os dois filhos de Raquel – vs. 22-27 – exibiam as futuras funções das tribos dos patriarcas.
Essas bênçãos são muito próximas das de Moisés – Dt 33 – dadas próximo à sua morte, demonstrando que a informação desse texto foi de grande importância para os leitores israelitas que se preparavam para conquistar Canaã.
As profecias de Jacó englobam toda a história de Israel, desde a conquista e a distribuição da terra até o reino consumado de Jesus Cristo – confira: Nm 24:14, Dt 31:28 e 29, Is 2:2, Mq 4:1.
Começando por Rúben vai falando individualmente para cada um: Rúben, Simeão e Levi – para estes ele fala junto -, Judá, Zebulom, Issacar, Dã, Gade, Asser, Naftali, José, Benjamim.
Embora Rúben seja o primogênito, a escolha de Deus não recaiu sobre ele, nem sobre Simeão, nem sobre Levi, mas sobre Judá, de onde o cetro não se arredará.
Essa profecia foi confirmada na aliança davídica – 2 Sm 7:16. O cetro não se arredará até que venha Siló. Isso em alguns lugares é interpretado como até que venha o Messias, a quem o povo pertence e a quem todas as nações obedecerão. Essa profecia teve o seu cumprimento com a vinda de Jesus Cristo.
Gn 49:1 Depois chamou Jacó a seus filhos, e disse:
Ajuntai-vos,
e anunciar-vos-ei
o que vos há de acontecer nos dias vindouros;
Gn 49:2 Ajuntai-vos,
e ouvi, filhos de Jacó;
e ouvi a Israel vosso pai.
Gn 49:3 Rúben,
tu és meu primogênito, minha força e o princípio de meu vigor,
o mais excelente em alteza
e o mais excelente em poder.
Gn 49:4 Impetuoso como a água,
não serás o mais excelente,
porquanto subiste ao leito de teu pai.
Então o contaminaste;
subiu à minha cama.
Gn 49:5 Simeão e Levi são irmãos;
as suas espadas são instrumentos de violência.
Gn 49:6 No seu secreto conselho
não entre minha alma,
com a sua congregação
minha glória não se ajunte;
porque no seu furor mataram homens,
e na sua teima arrebataram bois.
Gn 49:7 Maldito seja o seu furor,
pois era forte,
e a sua ira,
pois era dura;
eu os dividirei em Jacó,
e os espalharei em Israel.
Gn 49:8 Judá,
a ti te louvarão os teus irmãos;
a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos;
os filhos de teu pai
a ti se inclinarão.
Gn 49:9 Judá
é um leãozinho,
da presa subiste,
filho meu;
encurva-se,
e deita-se como um leão,
e como um leão velho;
quem o despertará?
Gn 49:10 O cetro não se arredará de Judá,
nem o legislador dentre seus pés,
até que venha Siló;
e a ele
se congregarão os povos.
Gn 49:11 Ele amarrará o seu jumentinho à vide,
e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente;
ele lavará a sua roupa no vinho,
e a sua capa em sangue de uvas.
Gn 49:12 Os olhos serão vermelhos de vinho,
e os dentes brancos de leite.
Gn 49:13 Zebulom
habitará no porto dos mares,
e será como porto dos navios,
e o seu termo será para Sidom.
Gn 49:14 Issacar
é jumento de fortes ossos,
deitado entre dois fardos.
Gn 49:15 E viu ele que o descanso era bom,
e que a terra era deliciosa
e abaixou seu ombro para acarretar,
e serviu debaixo de tributo.
Gn 49:16 Dã
julgará o seu povo,
como uma das tribos de Israel.
Gn 49:17 Dã
será serpente junto ao caminho,
uma víbora junto à vereda,
que morde os calcanhares do cavalo,
e faz cair o seu cavaleiro por detrás.
Gn 49:18 A tua salvação espero,
ó SENHOR!
Gn 49:19 Quanto a Gade,
uma tropa o acometerá;
mas ele a acometerá por fim.
Gn 49:20 De Aser,
o seu pão será gordo,
e ele dará delícias reais.
Gn 49:21 Naftali
é uma gazela solta;
ele dá palavras formosas.
Gn 49:22 José
é um ramo frutífero,
ramo frutífero junto à fonte;
seus ramos
correm sobre o muro.
Gn 49:23 Os flecheiros lhe deram amargura,
e o flecharam
e odiaram.
Gn 49:24 O seu arco, porém,
susteve-se no forte,
e os braços de suas mãos
foram fortalecidos pelas mãos do Valente de Jacó
(de onde é o pastor e a pedra de Israel).
Gn 49:25 Pelo Deus de teu pai,
o qual te ajudará,
e pelo Todo-Poderoso,
o qual te abençoará com bênçãos dos altos céus,
com bênçãos do abismo que está embaixo,
com bênçãos dos seios e da madre.
Gn 49:26 As bênçãos de teu pai
excederão as bênçãos de meus pais,
até à extremidade dos outeiros eternos;
elas estarão sobre a cabeça de José,
e sobre o alto da cabeça do que foi separado de seus irmãos.
Gn 49:27 Benjamim
é lobo que despedaça;
pela manhã comerá a presa,
e à tarde repartirá o despojo.
Gn 49:28 Todas estas
são as doze tribos de Israel;
e isto é o que lhes falou seu pai
quando os abençoou;
a cada um deles
abençoou segundo a sua bênção.
Gn 49:29 Depois ordenou-lhes, e disse-lhes:
Eu me congrego ao meu povo;
sepultai-me com meus pais,
na cova que está no campo de Efrom, o heteu,
Gn 49:30 Na cova que está no campo de Macpela,
que está em frente de Manre,
na terra de Canaã,
a qual Abraão comprou
com aquele campo de Efrom,
o heteu,
por herança de sepultura.
Gn 49:31 Ali sepultaram a Abraão e a Sara sua mulher;
ali sepultaram a Isaque e a Rebeca sua mulher;
e ali eu sepultei a Lia.
Gn 49:32 O campo e a cova que está nele,
foram comprados aos filhos de Hete.
Gn 49:33 Acabando, pois, Jacó de dar instruções a seus filhos,
encolheu os pés na cama,
e expirou,
e foi congregado ao seu povo.
Assim que acabou de dar todos os seus recados e profetizar encolheu os seus pés e faleceu. Sua missão fora concluída e Deus o recebeu na glória onde lá está e para onde estaremos indo no tempo certo de Deus. Há muita coisa ainda a acontecer e estamos esperando o seu cumprimento. Todos somos unânimes em dizer que aguardamos a sua segunda vinda, como prometido pelo próprio Senhor.
Há uma curiosidade interessante relativa à idade dos patriarcas[1]:
A Bíblia diz que os três morreram respectivamente com 175, 180 e 147 anos.
ü Abraão: 175 anos = 7x (5x5).
ü Isaque: 180 anos = 5x (6x6).
ü Jacó: 147 anos = 3x (7x7).
Aqui o multiplicador começa em Abraão com o nº perfeito 7, que é um nº primo. Passa para Isaque com o nº primo logo abaixo 5, e chega a Jacó com o nº primo 3.
Enquanto estes números 7, 5, 3 diminuem os números multiplicados se repetem duas vezes e aumentam progressivamente: 5, 6 e 7.
E não para por aqui: se em vez de multiplicar, somarmos estes números teremos:

ü Abraão: 7 + 5 + 5 = 17.
ü Isaque: 5 + 6 + 6 = 17.
ü Jacó: 3 + 7 + 7 = 17.
Quer dizer: todas as somas dão 17 que, além de ser nº primo, é a idade que José, filho de Jacó, havia vivido com seu Pai quando seus irmãos o venderam para o Egito (Gn 37,2), e que mais tarde o mesmo José viveu junto a Jacó no País do Nilo (Gn 47,28).

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.