sábado, 21 de setembro de 2013

Gênesis 46: 1-34 – JACÓ E FAMÍLIA DESCEM AO EGITO.

Deus mais uma vez se manifesta, em visões, a Jacó e lhe reafirma suas promessas orientando-o a ir mesmo ao Egito que de lá ele, no tempo certo, retirará seu povo. Em seguida é feita uma listagem do povo que estava com Jacó que seguirá para o Egito para em quatrocentos e poucos anos depois, se tornarem uns 5 milhões de israelitas.
Israel parte de sua terra conforme instruções de José e todo aparato egípcio com tudo o que tinha e não era pouco porque a família e bens estavam crescendo muito. Ele chega a Berseba, na fronteira ao sul da Terra Prometida.
Esse foi o lugar de litúrgica importância para Abraão – Gn 21:32-33, plantou tamargueiras e invocou o Senhor; Isaque – Gn 26:23-25, ali Deus lhe aparecera, levantou um altar ao Senhor e cavou um poço e mesmo Jacó – Gn 28:10-15, onde teve aquele sonho da escada com anjos subindo e descendo onde ele estava. Ele chamou aquele lugar de casa de Deus, a porta dos céus.
Jacó recebera as visões de Deus e teve mesmo muitas experiências teológicas, mas os patriarcas, nenhum deles, exceto José, com seus sonhos e dons e talento.
A primeira coisa que Deus faz é chamar Jacó pelo seu nome e por duas vezes, Jacó, Jacó... ao que ele respondeu, eis-me aqui! Deus primeiro chama a sua atenção e requer dele uma resposta de que está atento, prestando atenção, para depois lhe falar o que queria falar. Quando Deus nos chamar, devemos ter a mesma prontidão.
Hoje somos templos do Espírito Santo que habita em nós e que em nós tem a sua morada. Ele também continua a nos chamar e devemos estar prontos para atendê-lo imediatamente e responder ao seu chamado. Deus continua o mesmo!
Então Deus se identifica como Deus e como o Deus de seu pai Isaque que também, por tabela, vem a ser o Deus de seu avô, Abraão, que mantém com eles uma aliança eterna e que por sua palavra vem dar um conforto a Jacó que estava angustiado de ter de partir e ir para o Egito.
Aquele local onde Deus estava falando com ele era para ele muito especial por causa principalmente de suas experiências com o próprio Deus que lhe falava e ele estava emocionado e atento ao que Deus lhe falava confortando o seu coração e renovando a sua esperança.
E nós que temos o Espirito Santo em penhor de nossa salvação? Como iremos chamar a Deus? De Deus de Jacó e também de Deus de Abraão e de Isaque? Ou o chamaremos de nosso Deus e Senhor? Eu creio que de ambos, não é verdade? Reconhecemos as ações e as promessas de Deus aos nossos pais e agora, aqui, em nossas vidas! Não estamos abandonados ao léu.
Em seguida, Deus lhe reafirma suas promessas e a garantia de que ele será uma grande nação e que estaria com eles no Egito e que de lá os tornaria a tirar no tempo certo. A história do povo de Israel é algo espetacular da interferência e disciplinamento de Deus a um povo em especial. Muito interessante.
Já a lista dos filhos encerra assim o período patriarcal em Canaã e forma a transição para o êxodo do Egito – Êx 1:1-7.
Quero destacar os filhos de Judá, entre eles aquele que continuará a transmitir a semente messiânica até chegar ao Cristo, Jesus, pois para mim, a história do Antigo Testamento é a história dessa semente.
Gn 46:1 E partiu Israel com tudo quanto tinha,
e veio a Berseba,
e ofereceu sacrifícios ao Deus de seu pai Isaque.
Gn 46:2 E falou Deus a Israel em visões de noite, e disse:
Jacó, Jacó!
E ele disse:
Eis-me aqui.
Gn 46:3 E disse:
Eu sou Deus, o Deus de teu pai;
não temas descer ao Egito,
porque eu te farei ali uma grande nação.
Gn 46:4 E descerei contigo ao Egito,
e certamente te farei tornar a subir,
e José porá a sua mão sobre os teus olhos.
Gn 46:5 Então levantou-se Jacó de Berseba;
e os filhos de Israel levaram a seu pai Jacó,
e seus meninos, e as suas mulheres,
nos carros que Faraó enviara
para o levar.
Gn 46:6 E tomaram o seu gado
e os seus bens que tinham adquirido na terra de Canaã,
e vieram ao Egito,
Jacó e toda a sua descendência com ele;
Gn 46:7 Os seus filhos e os filhos de seus filhos com ele,
as filhas, e as filhas de seus filhos,
e toda a sua descendência levou consigo ao Egito.
Gn 46:8 E estes são os nomes dos filhos de Israel,
que vieram ao Egito, Jacó e seus filhos:
Rúben, o primogênito de Jacó.
Gn 46:9 E os filhos de Rúben:
Enoque, Palu, Hezrom e Carmi.
Gn 46:10 E os filhos de Simeão:
Jemuel, Jamim, Oade, Jaquim, Zoar e Saul,
filho de uma mulher cananéia.
Gn 46:11 E os filhos de Levi:
Gérson, Coate e Merari.
Gn 46:12 E os filhos de Judá:
Er, Onã, Selá, Perez e Zerá;
Er e Onã, porém, morreram na terra de Canaã;
e os filhos de Perez
foram Hezrom e Hamul.
Gn 46:13 E os filhos de Issacar:
Tola, Puva, Jó e Sinrom.
Gn 46:14 E os filhos de Zebulom:
Serede, Elom e Jaleel.
Gn 46:15 Estes são os filhos de Lia,
que ela deu a Jacó em Padã-Arã,
além de Diná, sua filha;
todas as almas de seus filhos e de suas filhas
foram trinta e três.
Gn 46:16 E os filhos de Gade:
Zifiom, Hagi, Suni, Esbom, Eri, Arodi e Areli.
Gn 46:17 E os filhos de Aser:
Imna, Isvá, Isvi, Berias e Sera, a irmã deles;
e os filhos de Berias: Héber e Malquiel.
Gn 46:18 Estes são os filhos de Zilpa,
a qual Labão deu à sua filha Lia;
e deu a Jacó estas dezesseis almas.
Gn 46:19 Os filhos de Raquel, mulher de Jacó:
José e Benjamim.
Gn 46:20 E nasceram a José na terra do Egito,
Manassés e Efraim, que lhe deu Azenate,
filha de Potífera, sacerdote de Om.
Gn 46:21 E os filhos de Benjamim:
Belá, Bequer, Asbel, Gera, Naamã, Eí,
Rós, Mupim, Hupim e Arde.
Gn 46:22 Estes são os filhos de Raquel,
que nasceram a Jacó,
ao todo catorze almas.
Gn 46:23 E o filho de Dã:
Husim.
Gn 46:24 E os filhos de Naftali:
Jazeel, Guni, Jezer e Silém.
Gn 46:25 Estes são os filhos de Bila,
a qual Labão deu à sua filha Raquel;
e deu estes a Jacó;
todas as almas foram sete.
Gn 46:26 Todas as almas que vieram com Jacó ao Egito,
que saíram dos seus lombos,
fora as mulheres dos filhos de Jacó,
todas foram sessenta e seis almas.
Gn 46:27 E os filhos de José,
que lhe nasceram no Egito, eram duas almas.
Todas as almas da casa de Jacó,
que vieram ao Egito,
eram setenta.
Gn 46:28 E Jacó enviou Judá adiante de si a José,
para o encaminhar a Gósen;
e chegaram à terra de Gósen.
Gn 46:29 Então José aprontou o seu carro,
e subiu ao encontro de Israel, seu pai, a Gósen.
E, apresentando-se-lhe,
lançou-se ao seu pescoço,
e chorou sobre o seu pescoço longo tempo.
Gn 46:30 E Israel disse a José:
Morra eu agora,
pois já tenho visto o teu rosto,
que ainda vives.
Gn 46:31 Depois disse José a seus irmãos,
e à casa de seu pai:
Eu subirei e anunciarei a Faraó, e lhe direi:
Meus irmãos e a casa de meu pai,
que estavam na terra de Canaã,
vieram a mim!
Gn 46:32 E os homens são pastores de ovelhas,
porque são homens de gado,
e trouxeram consigo as suas ovelhas, e as suas vacas,
e tudo o que têm.
Gn 46:33 Quando, pois, acontecer que Faraó vos chamar, e disser:
Qual é o vosso negócio?
Gn 46:34 Então direis:
Teus servos foram homens de gado
desde a nossa mocidade até agora,
tanto nós como os nossos pais;
para que habiteis na terra de Gósen,
porque todo o pastor de ovelhas
é abominação aos egípcios.

Tudo estava sendo preparado para a chegada do povo e a terra de Gosén estava disponível para o povo crescer e se multiplicar sobremaneira. De 77 para milhões em pouquíssimo tempo... Tudo estava sendo cuidado em detalhes e assim sempre será porque Deus está no controle de tudo!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.