sábado, 14 de setembro de 2013

Gênesis 39: 1-23 – JOSÉ NA CASA DE POTIFAR.

Neste capítulo José se torna o maioral dentro da casa do oficial de Faraó, capitão da guarda e prospera ele e todos da casa por causa de José. Potifar sabia que era assim porquanto reconhecia ele ser abençoado. No auge da prosperidade, dentro da casa de seu senhor, sua mulher insiste com José em deitar-se com ele, mas ele foge e acaba dentro de uma prisão onde também é abençoado em tudo e reconhecido inclusive pelo carcereiro-mor.
“O SENHOR ESTAVA COM JOSÉ!” – que frase linda de se ouvir e de se viver. Embora a situação de José fosse terrível – imagine você privado de tudo, inclusive de sua liberdade a ponto de ter um senhor sobre si o tempo todo? -, catastrófica, assustadora e sem futuro algum, o Senhor estava com ele e ele prosperou.
Dizem que o segredo do sucesso e da prosperidade tão desejada e sonhada por tanta gente – é somente olhar as filas enormes dos centros lotéricos para ver isso - é trabalhar ou fazer amizades certas ou estudar muito e se tornar hábil no que der ou ter muita sorte ou se tornar um incrível “puxa-saco” ou estar no lugar certo, na hora certa, etc.
Eu não vejo isso ao estudar a palavra de Deus, pelo contrário, vejo que ela pertence àquele que Deus quer escolher dar para cumprindo seus propósitos eternos. José era um deles! Mas será que não há um segredinho para aprendermos e praticarmos e termos a mesma sorte, pelo menos parecida com a de José? Sim, creio que sim. Todos nós podemos fazer como fez José e seremos sim abençoados e muito.
Mas o que fez José? Nada! Simplesmente, nada. Calma, eu explicarei, pelo menos tentarei explicar. Espero que você aprenda, pratique e se torne um homem bem sucedido e próspero em tudo o que fizer, como foi o filho de Jacó em tudo o que participou em sua vida.
José não escolheu chorar, lamentar-se, culpar seus irmãos, sua sorte, Deus, amaldiçoar sua vida, desistir de seus sonhos. Também não escolheu a violência, a revolta, a vingança, o trabalhar com sua inteligência num plano maligno. Também não escolheu o crime, o engano, a esperteza, a sociedade com as trevas e suas forças ou o mal caminho.
Tinha tudo para ser um homem deprimido, não se tornou. Tinha tudo para ser um suicida, não se tornou. Tinha tudo para ser um homem revoltado, não se tornou. Tinha tudo para odiar, não odiou. Tinha tudo para se perder, não se perdeu em nada. Tem gente que por muito menos faz associação com o inferno e a sua vida se torna um tormento.
José escolheu crer em Deus e confiar nele em meio a todas as tempestades e ventos contrários. Ele, José, Davi, Jesus e Paulo para mim, na Bíblia, são os exemplos mais fantásticos de confiança na providência divina em todo tempo, inclusive no meio do caos que poderia os envolver e até ameaçar suas vidas e tirá-las...
Em meio a um desses caos, Paulo se autodesignou como “prisioneiro de Cristo!” – Ef 3:1; Fm 3:1. Por quê? Porque reconhecia a soberania de Deus e sua providência, seu governo e seu controle de tudo e de todos de todas as formas. Assim era José, em tudo. Ele sabia que Deus estava com ele! Este foi seu segredo!
Assim, ele cooperou e foi submisso, não aos homens, mas a Deus que lhe pedia submissão aos homens por um tempo e tempos. Com certeza ele sofreu, chorou, rogou a Deus misericórdias, mas seu maior trunfo foi que ele confiava piamente em Deus e resolveu na sua mente ser fiel a Deus e Deus em resposta, o prosperou em tudo.
Não escolhemos as circunstâncias, mas nelas somos convidados pelo Espírito santo a confiarmos em Deus em tudo e de todas as formas. Foi assim que José pode prosperar tanto e enfrentar uma tentação como aquela da mulher de Potifar e sair ileso e sem mancha alguma diante de Deus. Até mesmo Potifar, ouso dizer, confiava mais em José do que em sua esposa, mas teve medo e deixou que José fosse prejudicado.
Se Potifar realmente tivesse crido na história de sua esposa, José já estaria morto há muito tempo. No entanto, foi para uma prisão e lá viveu cerca de uns seis ou sete anos... José, prisioneiro do Senhor, prisioneiro de Cristo Jesus! E o Senhor era com José e o Senhor abençoava tudo e a todos por causa de José.
Gn 39:1 E José foi levado ao Egito,
e Potifar, oficial de Faraó, capitão da guarda, homem egípcio,
comprou-o da mão dos ismaelitas que o tinham levado lá.
Gn 39:2 E o SENHOR estava com José,
e foi homem próspero;
e estava na casa de seu senhor egípcio.
Gn 39:3 Vendo, pois, o seu senhor
que o SENHOR estava com ele,
e tudo o que fazia o SENHOR prosperava em sua mão,
Gn 39:4 José achou graça em seus olhos,
e servia-o;
e ele o pôs sobre a sua casa,
e entregou na sua mão tudo o que tinha.
Gn 39:5 E aconteceu que,
desde que o pusera sobre a sua casa e sobre tudo o que tinha,
o SENHOR abençoou a casa do egípcio por amor de José;
e a bênção do SENHOR foi sobre tudo o que tinha,
na casa e no campo.
Gn 39:6 E deixou tudo o que tinha na mão de José,
de maneira que nada sabia do que estava com ele,
a não ser do pão que comia.
E José era formoso de porte, e de semblante.
Gn 39:7 E aconteceu depois destas coisas
que a mulher do seu senhor pôs os seus olhos em José, e disse:
Deita-te comigo.
Gn 39:8 Porém ele recusou, e disse à mulher do seu senhor:
Eis que o meu senhor não sabe do que há em casa comigo,
e entregou em minha mão tudo o que tem;
Gn 39:9 Ninguém há maior do que eu nesta casa,
e nenhuma coisa me vedou,
senão a ti,
porquanto tu és sua mulher;
como pois faria eu tamanha maldade,
e pecaria contra Deus?
Gn 39:10 E aconteceu que,
falando ela cada dia a José,
e não lhe dando ele ouvidos,
para deitar-se com ela, e estar com ela,
Gn 39:11 Sucedeu num certo dia que ele veio à casa
para fazer seu serviço;
e nenhum dos da casa estava ali;
Gn 39:12 E ela lhe pegou pela sua roupa, dizendo:
Deita-te comigo.
E ele deixou a sua roupa na mão dela,
e fugiu, e saiu para fora.
Gn 39:13 E aconteceu que,
vendo ela que deixara a sua roupa em sua mão,
e fugira para fora,
Gn 39:14 Chamou aos homens de sua casa,
e falou-lhes, dizendo:
Vede, meu marido trouxe-nos um homem hebreu
para escarnecer de nós;
veio a mim para deitar-se comigo,
e eu gritei com grande voz;
Gn 39:15 E aconteceu que,
ouvindo ele que eu levantava a minha voz e gritava,
deixou a sua roupa comigo,
e fugiu, e saiu para fora.
Gn 39:16 E ela pôs a sua roupa perto de si,
até que o seu senhor voltou à sua casa.
Gn 39:17 Então falou-lhe conforme as mesmas palavras,
dizendo:
Veio a mim o servo hebreu, que nos trouxeste,
para escarnecer de mim;
Gn 39:18 E aconteceu que,
levantando eu a minha voz e gritando,
ele deixou a sua roupa comigo,
e fugiu para fora.
Gn 39:19 E aconteceu que,
ouvindo o seu senhor as palavras de sua mulher,
que lhe falava, dizendo:
Conforme a estas mesmas
palavras me fez teu servo,
a sua ira se acendeu.
Gn 39:20 E o senhor de José o tomou,
e o entregou na casa do cárcere,
no lugar onde os presos do rei estavam encarcerados;
assim esteve ali na casa do cárcere.
Gn 39:21 O SENHOR, porém, estava com José,
e estendeu sobre ele a sua benignidade,
e deu-lhe graça aos olhos do carcereiro-mor.
Gn 39:22 E o carcereiro-mor entregou na mão de José
todos os presos que estavam na casa do cárcere,
e ele ordenava tudo o que se fazia ali.
Gn 39:23 E o carcereiro-mor não teve cuidado de nenhuma coisa
que estava na mão dele,
porquanto o SENHOR estava com ele,
e tudo o que fazia o SENHOR prosperava.

Hoje, você é o José atual, da história que vive aqui no século XXI e que está sendo convidado pelo Espírito Santo para a ele se entregar em confiança plena como o seu prisioneiro ou empregado ou seja lá o que for que Deus estiver fazendo contigo. Tão somente faça escolhas certas e saia dessas lamentações e choros amargos de morte que não te levarão a lugar algum.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.