sábado, 7 de setembro de 2013

Gênesis 32: 1-32– JACÓ LUTA COM DEUS E COM OS HOMENS E PREVALECE.

Que maravilha, Jacó seguindo o seu caminho e quem vai encontrá-los? Os anjos de Deus os quais ele vê e chama aquele lugar de Maanaim por causa da visão que teve. Que os anjos estão conosco, estão, mas vê-los não é tão simples e depende não do homem, mas de Deus que tem nisso os seus propósitos.
Eu jamais vi um anjo de Deus ou talvez tenha até visto e com ele ou eles conversado, mas disso não tive ciência a não ser por meio de sonhos, algumas vezes. A mais impressionante delas foi quando eu perguntei ao anjo sorridente que estava em meus sonhos comigo e ele me respondeu: - por que perguntas pelo meu nome? Ele é Marvel! – Marvel em inglês significa Maravilha.
Na Bíblia há um caso semelhante mas o anjo respondeu “Maravilhoso” que se fosse em inglês daria “Marvelous”:
Juízes 13:17 E disse Manoá ao anjo do SENHOR: Qual é o teu nome, para que, quando se cumprir a tua palavra, te honremos?
Juízes 13:18 E o anjo do SENHOR lhe disse: Por que perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso?
No hebraico פֶֽלִאי – “Peli” – maravilhoso ou incompreensível.
Foi depois desse encontro angelical ou com anjos que ele se volta para o problema imediato de sua viagem de retorno à sua terra, o seu encontro pessoal com seu irmão Esaú e logo começa a dar ordens aos seus servos para irem achá-lo no caminho para sondar e ver o que pretendia.
Quando retornam a ele dizendo que seu irmão vinha ao seu encontro e com ele uns 400 homens, Jacó se estremeceu todo e dividiu seu povo e rebanho em dois de forma que se ele atacasse um, o outro poderia fugir dele.
Percebe-se Jacó apreensivo e angustiado, tenso e assustado. Ele então ora a Deus. Do vs 9 ao 12 ele apresenta sua oração a Deus e lhe lembra de suas promessas a ele e das aparições e falas do Senhor e pede proteção, estratégias e escape da situação contra seu irmão que ele não sabia se vinha para bem ou para mal. Ele passou a noite em oração!
Ao amanhecer prepara sua estratégia de dar presentes ao seu irmão como forma de ir aplacando a sua ira por conta de seus presentes. Eu achei interessante tanto a preocupação como sua estratégia ao lidar com o problema que na verdade somente existia em sua mente.
Quantos não são os problemas que não existem, mas que damos a ele vida e gastamos recursos, estratégias, preocupações e envolvemos outras vidas perturbando assim o estado de todos ao nosso redor? No caso dele, havia um passado comprometedor que lhe dava receio no presente, mas em muitos casos não existe nem passado, mas somente ansiedade.
Um presente aplaca a ira de alguém? Diz o sábio no livro de provérbios que sim.
Provérbios 18:16 O presente que o homem faz alarga-lhe o caminho e leva-o perante os grandes.
Provérbios 21:14 O presente que se dá em segredo abate a ira, e a dádiva em sigilo, uma forte indignação.
É bom dar sempre presentes e melhor é dar do que receber. Se você quer presentear alguém, presenteie, pois isso é bom.
Foi naquela mesma noite que ele e toda a sua família e bens e coisas atravessaram o vau de Jaboque. Era notória sua inquietação e agora estaria só, lutando consigo mesmo e Deus se manifesta a ele em forma humana e com ele trava uma batalha que dura a noite toda.
Jacó não o larga, não o deixa ir e luta com todas as suas forças. O ser que com ele lutava lhe pede para soltá-lo, mas ele insiste em não soltá-lo até que seja abençoado e o ser, Deus, que tinha se manifestado teofanicamente a ele, reconhece em Jacó um lutador que lutava com homens e com Deus e prevalecia.
Isto, essa luta dele com Deus, nos ensina uma coisa: a oração! Eu quero ser conhecido diante de mim mesmo como um homem de oração. Eu quero orar porque reconheço em Deus sua soberania sobre tudo e todas as coisas. Deus é soberano e compartilha com suas criaturas o reger do universo por meio da oração!
Diz Tiago em 4:2 que “...nada tendes porque não pedis...”. Ora, se nada temos porque não pedimos, logo devemos pedir para termos as coisas. No entanto que fique bem claro que Deus não é um poder disponível para satisfação de todas as nossas necessidades, não é a nossa vontade que deve ser feita, mas a vontade de Deus.
Gn 32:1 Jacó também seguiu o seu caminho,
e encontraram-no os anjos de Deus.
Gn 32:2 E Jacó disse, quando os viu:
Este é o exército de Deus.
E chamou aquele lugar
Maanaim.
Gn 32:3 E enviou Jacó mensageiros adiante de si a Esaú, seu irmão,
à terra de Seir, território de Edom.
Gn 32:4 E ordenou-lhes, dizendo:
Assim direis a meu senhor Esaú:
Assim diz Jacó, teu servo:
Como peregrino morei com Labão,
e me detive lá até agora;
Gn 32:5 E tenho bois e jumentos, ovelhas, e servos e servas;
e enviei para o anunciar a meu senhor,
para que ache graça em teus olhos.
Gn 32:6 E os mensageiros voltaram a Jacó, dizendo:
Fomos a teu irmão Esaú;
e também ele vem para encontrar-te,
e quatrocentos homens com ele.
Gn 32:7 Então Jacó temeu muito
e angustiou-se;
e repartiu o povo que com ele estava,
e as ovelhas, e as vacas, e os camelos,
em dois bandos.
Gn 32:8 Porque dizia:
Se Esaú vier a um bando e o ferir,
o outro bando escapará.
Gn 32:9 Disse mais Jacó:
Deus de meu pai Abraão,
e Deus de meu pai Isaque, o SENHOR, que me disseste:
Torna-te à tua terra, e a tua parentela,
e far-te-ei bem;
Gn 32:10 Menor sou eu que todas as beneficências,
e que toda a fidelidade que fizeste ao teu servo;
porque com meu cajado passei este Jordão,
e agora me tornei em dois bandos.
Gn 32:11 Livra-me,
peço-te, da mão de meu irmão,
da mão de Esaú; porque eu o temo;
porventura não venha, e me fira,
e a mãe com os filhos.
Gn 32:12 E tu o disseste:
Certamente te farei bem,
e farei a tua descendência como a areia do mar,
que pela multidão não se pode contar.
Gn 32:13 E passou ali aquela noite;
e tomou do que lhe veio à sua mão,
um presente para seu irmão Esaú:
Gn 32:14 Duzentas cabras e vinte bodes;
duzentas ovelhas e vinte carneiros;
Gn 32:15 Trinta camelas de leite com suas crias,
quarenta vacas e dez novilhos;
vinte jumentas
e dez jumentinhos;
Gn 32:16 E deu-os na mão dos seus servos,
cada rebanho à parte, e disse a seus servos:
Passai adiante de mim
e ponde espaço entre rebanho e rebanho.
Gn 32:17 E ordenou ao primeiro, dizendo:
Quando Esaú, meu irmão, te encontrar, e te perguntar, dizendo:
De quem és, e para onde vais,
e de quem são estes diante de ti?
Gn 32:18 Então dirás:
São de teu servo Jacó,
presente que envia a meu senhor, a Esaú;
e eis que ele mesmo vem também atrás de nós.
Gn 32:19 E ordenou também ao segundo, e ao terceiro,
e a todos os que vinham atrás dos rebanhos, dizendo:
Conforme a esta mesma palavra falareis a Esaú,
quando o achardes.
Gn 32:20 E direis também:
Eis que o teu servo Jacó vem atrás de nós.
Porque dizia:
Eu o aplacarei com o presente,
que vai adiante de mim,
e depois verei a sua face;
porventura ele me aceitará.
Gn 32:21 Assim, passou o presente adiante dele;
ele, porém, passou aquela noite no arraial.
Gn 32:22 E levantou-se aquela mesma noite,            
e tomou as suas duas mulheres,
e as suas duas servas,
e os seus onze filhos,
e passou o vau de Jaboque.
Gn 32:23 E tomou-os
e fê-los passar o ribeiro;
e fez passar tudo o que tinha.
Gn 32:24 Jacó, porém, ficou só;
e lutou com ele um homem,
até que a alva subiu.
Gn 32:25 E vendo este que não prevalecia contra ele,
tocou a juntura de sua coxa,
e se deslocou a juntura da coxa de Jacó,
lutando com ele.
Gn 32:26 E disse:
Deixa-me ir,
porque já a alva subiu.
Porém ele disse:
Não te deixarei ir,
se não me abençoares.
Gn 32:27 E disse-lhe:
Qual é o teu nome?
E ele disse:
Jacó.
Gn 32:28 Então disse:
Não te chamarás mais Jacó,
mas Israel;
pois como príncipe lutaste
com Deus e com os homens,
e prevaleceste.
Gn 32:29 E Jacó lhe perguntou, e disse:
Dá-me,
peço-te,
a saber o teu nome.
E disse:
Por que perguntas pelo meu nome?
E abençoou-o ali.
Gn 32:30 E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia:
Tenho visto a Deus face a face,
e a minha alma foi salva.
Gn 32:31 E saiu-lhe o sol,
quando passou a Peniel;
e manquejava da sua coxa.
Gn 32:32 Por isso os filhos de Israel não comem o nervo encolhido,
que está sobre a juntura da coxa,
até o dia de hoje;
porquanto tocara a juntura da coxa de Jacó
no nervo encolhido.

Interessante a história de Jacó e a paciência de Deus com ele. Quero aprender dele a oração e a luta com Deus, as suas estratégias, o presentear para aplacar a ira de seu irmão, a sua confiança em Deus e seus votos com ele. Jacó me ensina principalmente que Deus nos ama apesar de nós!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.