segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Êxodo 5: 1-23 – MOISÉS SE ENCONTRA COM FARAÓ.

Moisés e Arão se encontram com Faraó, mas o encontro deixa Faraó zangado e pune o povo não dando mais palha para fazerem os tijolos e lhes impõe pesada carga de serviço exigindo a mesma quantia produzida de tijolos quando eles tinham palha. O povo se vê em apuros e Moisés fica indignado com o Senhor.
Era esse um momento de tensão que estava transcorrendo no Egito. O mundo continuava com suas rotinas e quem ali estava imaginava que o próximo dia seria igual a todos os outros dias de escravidão ao Egito.
As coisas estavam para ser mudadas e transformadas e o povo logo seria liberto, mas nesse ínterim estavam acontecendo coisas que deixavam o povo bem oprimido, ainda mais por causa de Moisés e Arão.
Quem são estes dois que estão incomodando a ordem natural da vida, poderiam perguntar os líderes de Israel. O fato é que a nossa vida é assim também. De repente tudo muda e o contexto já é outro totalmente diferente.
Moisés e Arão estavam saindo da presença de Faraó quando receberam a notícia terrível da opressão aumentada em cima do seu povo por causa da produção diária de tijolos. Faraó prevendo problemas, logo tenta manipular as coisas e trata os israelitas como bestas-feras com açoites e pesado jugo para manterem a opressão, o medo e a escravidão.
Alguns poderiam dizer assim: eu nasci assim, meu pai nasceu assim, eu cresci assim e sempre fomos escravos e vivemos desse jeito e não há como mudar as coisas. Por que estamos fazendo isso provocando Faraó que é mais potente e perigoso que nós todos.
O Senhor, Moisés e Arão estavam entrando dentro de um sistema de rotinas que já era secular e estavam mesmo provocando reboliços e incomodações de tal modo que já assustava. A reação natural do opressor era natural e aumentaram sobremodo o jugo sobre Israel.
Moisés ao falar com o Senhor se mostrou muito indignado e irado por achar que faltou proteção da parte do Senhor e que ele seria muito pressionado e não poderia garantir sua liderança com todos aqueles problemas surgindo.
A continuação dessa linda história em Êxodo, do capítulo cinco, prossegue no próximo capítulo. Como já disse dantes: é muito fácil examinar a história depois que ela ocorreu e vermos a potente mão de Deus em tudo. E a história que está sendo construída com nossas vidas hoje, seria diferente?
Ex 5:1 E depois
foram Moisés e Arão e disseram a Faraó:
Assim diz o SENHOR Deus de Israel:
Deixa ir o meu povo,
para que me celebre uma festa no deserto.
Ex 5:2 Mas Faraó disse:
Quem é o SENHOR,
cuja voz eu ouvirei,
para deixar ir Israel?
Não conheço o SENHOR,
nem tampouco deixarei ir Israel.
Ex 5:3 E eles disseram:
O Deus dos hebreus nos encontrou;
portanto deixa-nos agora ir caminho de três dias ao deserto,
para que ofereçamos sacrificios ao SENHOR
nosso Deus,
e ele não venha sobre nós com pestilência ou com espada.
Ex 5:4 Então disse-lhes o rei do Egito:
Moisés e Arão,
por que fazeis cessar o povo das suas obras?
Ide às vossas cargas.
Ex 5:5 E disse também Faraó:
Eis que o povo da terra já é muito,
e vós os fazeis abandonar as suas cargas.
Ex 5:6 Portanto deu ordem Faraó,
naquele mesmo dia,
aos exatores do povo, e aos seus oficiais, dizendo:
Ex 5:7 Daqui em diante não torneis a dar palha ao povo,
para fazer tijolos, como fizestes antes:
vão eles mesmos, e colham palha para si.
Ex 5:8 E lhes imporeis a conta dos tijolos que fizeram antes;
nada diminuireis dela,
porque eles estão ociosos;
por isso clamam, dizendo:
Vamos, sacrifiquemos ao nosso Deus.
Ex 5:9 Agrave-se o serviço sobre estes homens,
para que se ocupem nele
e não confiem em palavras mentirosas.
Ex 5:10 Então saíram os exatores do povo, e seus oficiais,
e falaram ao povo, dizendo:
Assim diz Faraó:
Eu não vos darei palha;
Ex 5:11 Ide vós mesmos,
e tomai vós palha onde a achardes;
porque nada se diminuirá de vosso serviço.
Ex 5:12 Então o povo se espalhou por toda a terra do Egito,
a colher restolho em lugar de palha.
Ex 5:13 E os exatores os apertavam, dizendo:
Acabai vossa obra,
a tarefa de cada dia,
como quando havia palha.
Ex 5:14 E foram açoitados os oficiais dos filhos de Israel,
que os exatores de Faraó tinham posto sobre eles,
dizendo estes:
Por que não acabastes vossa tarefa,
fazendo tijolos como antes,
assim também ontem e hoje?
Ex 5:15 Por isso, os oficiais dos filhos de Israel,
foram e clamaram a Faraó, dizendo:
Por que fazes assim a teus servos?
Ex 5:16 Palha não se dá a teus servos, e nos dizem:
Fazei tijolos;
e eis que teus servos são açoitados;
porém o teu povo tem a culpa.
Ex 5:17 Mas ele disse:
Vós sois ociosos;
vós sois ociosos; por isso dizeis:
Vamos, sacrifiquemos ao SENHOR.
Ex 5:18 Ide, pois, agora, trabalhai;
palha porém não se vos dará;
contudo, dareis a conta dos tijolos.
Ex 5:19 Então os oficiais dos filhos de Israel
viram-se em aflição, porquanto se dizia:
Nada diminuireis de vossos tijolos,
da tarefa do dia no seu dia.
Ex 5:20 E encontraram a Moisés e a Arão,
que estavam defronte deles,
quando saíram de Faraó.
Ex 5:21 E disseram-lhes:
O SENHOR atente sobre vós,
e julgue isso,
porquanto fizestes o nosso caso repelente
diante de Faraó,
e diante de seus servos,
dando-lhes a espada nas mãos,
para nos matar.
Ex 5:22 Então, tornando-se Moisés ao SENHOR, disse:
Senhor!
por que fizeste mal a este povo?
por que me enviaste?
Ex 5:23 Porque desde que me apresentei a Faraó
para falar em teu nome,
ele maltratou a este povo;
e de nenhuma sorte
livraste o teu povo.
Onde era o ponto de encontro do Senhor com Moisés e Arão de forma que conversavam e Deus mostrava seus planos e estratégias e os convencia que era de fato o grande libertador de Israel?

Eu tenho que compreender que Moisés é também um gigante na fé como foram Abraão, Isaque, Jacó, José, Davi, Daniel, o próprio Jesus, homem, Paulo e tantos outros. Eles criam e viviam crendo na soberania de Deus de uma certa forma que me impressiona muito.

Pr. Daniel Deusdete - 
...


Reações:

3 comentários:

Pois é... Quando a gente faz a obra de Deus, talvez as coisas piorem, você meche em uma comeia de abelhas e irrita o enxame! Fazemos tudo certo, tudo! Obedecemos a Deus e tudo dá errado.

Faraó aumenta o trabalho dos escravos e aí chega a ora em que nós enviados de Deus se decepciona e pergunta (como Moisés questionou):

"Porque fizeste mal a esse povo?
Porque me enviaste?
Porque desde que me apresentei a Faraó
para falar em teu nome,
ele maltratou a este povo;
e de nenhuma sorte
livraste o teu povo."

o que eu entendo é que: Para as coisas melhorarem...


Antes tem que piorar MUITO!

Gabriel Barreto

Pois é... Quando a gente faz a obra de Deus, talvez as coisas piorem, você meche em uma comeia de abelhas e irrita o enxame! Fazemos tudo certo, tudo! Obedecemos a Deus e tudo dá errado.

Faraó aumenta o trabalho dos escravos e aí chega a ora em que nós enviados de Deus se decepciona e pergunta (como Moisés questionou):

"Porque fizeste mal a esse povo?
Porque me enviaste?
Porque desde que me apresentei a Faraó
para falar em teu nome,
ele maltratou a este povo;
e de nenhuma sorte
livraste o teu povo."

o que eu entendo é que: Para as coisas melhorarem...


Antes tem que piorar MUITO!

Gabriel Barreto

Meu querido Gabriel. Boa observação, desde que não se torne regra geral.
Nem sempre as coisa devem piorar SEMPRE antes de melhorar. Você não concorda comigo?
Como pode ser nosso raciocínio assim de que quando fazemos as obras de Deus as coisas irão piorar? Ora, a obra é ou não de Deus? Se é de Deus, elas vão piorar para quem?
Também devemos pensar um pouco, por exemplo, "obedecemos a Deus e tudo dá errado". Ora, dá errado para quem? Para Deus e´que não é, não é verdade? Na verdade, na verdade, não é que deu errado, antes, na verdade, deu certo, pois estamos com Deus e não com os homens. Devemos escolher bem a quem iremos servir ou temer, se a Deus ou aos homens.
Também devemos nos lembrar que faltava a Moisés mais confiança em Deus, por isso falou meio desesperado. A confiança se vai adquirindo a medida que passamos a conhecer mais ao nosso Deus. Ele estava em seu início e a sua fúria é natural, mas não justificável. Eu gosto da personagem Moisés por causa de sua franqueza e diálogo honesto com Deus. Ele é um grande intercessor e ali está sentindo pelo povo o peso da opressão do povo e intercede a Deus. PAra as coisas melh[ORAR]em, sendo nós servos de Cristo e não dos homens, é somente confiarmos mais em Deus. Grande abraço, querido e obrigado por sua contribuição que nos faz refletir.

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.