terça-feira, 13 de agosto de 2013

Gênesis 7: 1-24 O FIM DO MUNDO VEIO ...

Eis que aqui estamos comentando o que está narrado na Bíblia, em seu sétimo capítulo, que descreve exatamente como foi o primeiro fim do mundo. Por que primeiro? Haverá um segundo? Sim, haverá e você deve estar atento e ler mais a Bíblia, especialmente os livros proféticos que falam a respeito disso. Jesus também falou muito desses dias nos evangelhos.
Qual deveria ser a população do mundo na época de Noé quando ocorreu o dilúvio? Eu creio que a população na época do dilúvio que já contava com aproximadamente 1500 anos deveria ser de mais de 500 milhões de humanos. Adauto Lourenço, mais adiante, neste texto, dará um palpite mais técnico, exato e preciso.
Desse total, apenas Noé e sua família direta foi poupado. Apenas 8 pessoas conseguiram sobreviver e todos nós hoje somos filhos de Noé! Enoque andou com Deus e não viu nem a sua própria morte. Noé andou com Deus e viu a morte de toda a raça humana. Deus preservou apenas pares – macho e fêmea. Não havia nenhum ser isolado, impar, solteiro no novo mundo.
Novamente enfatizo que a Bíblia fala que o fim virá e que será como nos dias de Noé. Hoje, Noé é a igreja que proclama que Jesus está voltando. Jesus é o barco. Enquanto ainda há tempo, suba para o barco e encontre segurança para não ser destruído pelo dilúvio.
Em Gênesis ainda, depois da expulsão do homem do jardim do Éden, encontraremos a continuação da narrativa bíblica sendo que já saímos da criação e comentamos da queda. (Relembrando: criação – queda – redenção – consumação). 
Vivemos o momento da redenção, pois o Senhor se manifestou para salvar os que caíram e a sua profecia anunciada em Gênesis pelo próprio Deus se cumpre em Cristo Jesus. Mas em nossa viagem pela Bíblia, acabamos de sair do Paraíso e entramos na queda. Ocorre então a corrupção do gênero humano e a maldade prolifera.
Eram continuamente más as imaginações dos corações dos homens (Gênesis 6:5 Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;). A maldade havia se multiplicado. Terrível coisa é o homem entregue a si mesmo para fazer o que está em seu coração.
Resolveu Deus então destruir toda a humanidade e de um justo começar tudo novamente. Qual seria a população do mundo na época do dilúvio? O que nos diria o cientista e presbítero Adauto Lourenço sobre esse número? Vamos, então consultá-lo.
Aproveito a oportunidade para parabenizar tanto o Adauto quanto o seu site http://www.universocriacionista.com.br/, pois a minha questão foi prontamente respondida. Veja abaixo, em destaque a sua resposta:
O crescimento populacional mundial, independente da época, está relacionado com as muitas variáveis. Por exemplo, na primeira metade do século passado ela cresceu extraordinariamente devido a produção mecanizada da agricultura e o desenvolvimento da medicina.
Atualmente a taxa de crescimento mundial vem diminuindo. Portanto, existem vários modelos de crescimento mundial a serem adotados.
Um modelo simples que pode ser adotado (devido à falta de dados populacionais relacionados com o relato bíblico) é o Malthusiano. Ele funciona muito bem para períodos não muito longos, pois não existe nada que cresça constantemente indefinitivamente.
P(t) = Po x exp(r x t)
P(t): população após o número de anos desejados
Po: população inicial
r: taxa de crescimento (crescimento anual)
t: tempo (anos)
P(t) = P0ert
exemplo:
Po = 2 (Adão e Eva)
t = 1656 anos (de Adão até o dilúvio)
r = 0,013 (metade da taxa de crescimento mundial anual do século passado)
População na época do dilúvio:
P(1656) = 2 x exp (0,013 x 1656) = 4,472,203,962.557104 ou 4,5 bilhões de pessoas
Esse modelo não leva em consideração epidemias, guerras, etc.
Levando-se em consideração esses aspectos, a taxa de crescimento poderia chegar a um valor mínimo de 0,0118, que daria uma população no ano do dilúvio de cerca de 700 milhões de habitantes.
Lembre-se que estamos trabalhando com um grande número de incertezas. O que podemos apenas é traçar os limites máximo (absoluto) e mínimo (relativo). – Fonte: Adauto Lourenço, por email.
Um outro, o Modelo Logístico (conhecido também como Curva-S) utiliza-se de algumas variáveis que o texto bíblico não oferece.
Reparem que nos cálculos, o cientista, servo de Deus, considerou um tempo decorrido de aproximadamente 1656 anos de Adão até o dilúvio. E a população? Bem, podemos dizer, então, que ela varia entre uns 700 milhões e uns 4,5 bilhões de pessoas.
Desse total, apenas 8 passaram para a fase pós-dilúvio. Misericórdias! Temos de tomar muito cuidado, pois um novo Barco está preparado e ainda recebendo pessoas que querem se salvar: este Barco é Jesus Cristo! Não perca esta viagem!
Os ascendentes de Noé foram: 1º ADÃO, 2º SETE, 3º ENOS, 4º CAINÃ, 5º MAALALEL, 6º JAREDE, 7º ENOQUE, 8º METUSALEM, 9º LAMEQUE, seu pai. Noé somente não foi contemporâneo de Adão, Sete e de Enoque, mas seu pai, Lameque, que com ele conviveu quase 600 anos, conheceu a todos, inclusive a Adão.
Gn 7:1 Depois disse o SENHOR a Noé:
Entra tu e toda a tua casa na arca,
porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.
Gn 7:2 De todos os animais limpos tomarás para ti
sete e sete, o macho e sua fêmea;
mas dos animais que não são limpos,
dois, o macho e sua fêmea.
Gn 7:3 Também das aves dos céus
sete e sete, macho e fêmea,
para conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra.
Gn 7:4 Porque, passados ainda sete dias,
farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites;
e desfarei de sobre a face da terra toda a substância que fiz.
Gn 7:5 E fez Noé
conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenara.
Gn 7:6 E era Noé
da idade de seiscentos anos,
quando o dilúvio das águas veio sobre a terra.
Gn 7:7 Noé entrou na arca,
e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos,
por causa das águas do dilúvio.
Gn 7:8 Dos animais limpos e dos animais que não são limpos,
e das aves, e de todo o réptil sobre a terra,
Gn 7:9 Entraram de dois em dois para junto de Noé na arca,
macho e fêmea,
como Deus ordenara a Noé.
Gn 7:10 E aconteceu que passados sete dias,
vieram sobre a terra as águas do dilúvio.
Gn 7:11 No ano seiscentos da vida de Noé,
no mês segundo,
aos dezessete dias do mês,
naquele mesmo dia
se romperam todas as fontes do grande abismo,
e as janelas dos céus se abriram,
Gn 7:12 E houve chuva sobre a terra
quarenta dias e quarenta noites.
Gn 7:13 E no mesmo dia entraram na arca Noé,
seus filhos Sem, Cão e Jafé,
sua mulher e as mulheres de seus filhos.
Gn 7:14 Eles,
e todo o animal conforme a sua espécie,
e todo o gado conforme a sua espécie,
e todo o réptil que se arrasta sobre a terra conforme a sua espécie,
e toda a ave conforme a sua espécie,
pássaros de toda qualidade.
Gn 7:15 E de toda a carne,
em que havia espírito de vida,
entraram de dois em dois para junto de Noé na arca.
Gn 7:16 E os que entraram eram
macho e fêmea de toda a carne,
como Deus lhe tinha ordenado;
e o SENHOR o fechou dentro.
Gn 7:17 E durou o dilúvio
quarenta dias sobre a terra,
e cresceram as águas
e levantaram a arca,
e ela se elevou sobre a terra.
Gn 7:18 E prevaleceram as águas
e cresceram grandemente sobre a terra;
e a arca andava sobre as águas.
Gn 7:19 E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra;
e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu,
foram cobertos.
Gn 7:20 Quinze côvados acima
prevaleceram as águas;
e os montes foram cobertos.
Gn 7:21 E expirou toda a carne
que se movia sobre a terra,
tanto de ave como de gado e de feras,
e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra,
e todo o homem.
Gn 7:22 Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas,
tudo o que havia em terra seca,
morreu.
Gn 7:23 Assim foi destruído
todo o ser vivente que havia sobre a face da terra,
desde o homem até ao animal,
até ao réptil,
e até à ave dos céus;
e foram extintos da terra;
e ficou somente Noé,
e os que com ele estavam na arca.
Gênesis 7:24 E prevaleceram as águas sobre a terra
cento e cinqüenta dias.
A exatidão do texto e a preocupação com os detalhes e os tempos, estações e contagens nos remetem a um texto digno de confiança e não elaborado de forma a conter uma história mítica. Eu bem que gostaria de ter mais tempo para explorar cada detalhe, mas no momento, não será isso possível.
Vejamos, curiosamente, alguns números nessa narrativa:
  • 8 humanos: Noé e toda a sua família, em pares – macho e fêmea.
  • 7 dias: para entrar na arca.
  • 7 pares: de animais limpos e aves também.
  • 2 pares: dos outros animais.
  • 17/02/600, de Noé: exato dia em que começou o dilúvio.
  • 15 côvados: a altura que subiu a água acima do monte mais alto da época.
  • 40 dias: duração das chuvas sobre a terra, inundando-a totalmente, acima do mais alto monte, ainda mais de 15 côvados.
  • 150 dias: a duração do dilúvio.
  • 600 anos: idade de Noé quando entrou na arca.
  • De 700 a 4,5 milhões: habitantes da terra, contemporâneos de Noé.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.