domingo, 25 de agosto de 2013

Gênesis 19: 1-38 – SODOMA E GOMORRA SÃO DESTRUÍDAS.

Neste capítulo duas cidades são destruídas e dois povos surgem de Ló e suas duas filhas: os moabitas e os amonitas.
Tudo começa com a visita dos anjos a cidade e logo quem os vê é Ló, primeiro que qualquer um. Pareciam certos de irem a Ló com precisão. Não creio ter sido acaso este encontro, mas de fato muito proposital, no entanto pareceu ocasional e Ló os avista primeiro de todos e os recepciona.
Ele os convida para irem para sua casa porque já ia anoitecer e era perigosa a cidade. Eles insistem que não, que iriam ficar na praça da cidade, mas Ló foi muitíssimo persistente e os convenceu e eles foram com ele para sua casa e os habitantes dali daquele lugar souberam e viram eles entrando na casa de Ló.
Eram dois anjos, a Bíblia deixa isso bem claro, mas não fala de seus nomes. Cada anjo tem o seu nome e poucos anjos tem nome na Bíblia, entre eles encontraremos Gabriel, Miguel, Anjo do Senhor ou maravilhoso – Jz 13:18, que não seria anjo propriamente dito, mas o próprio Senhor Jesus Cristo, a segunda pessoa da Trindade.
Em fim há milhares deles ou milhões que seguem ao Senhor e uma terça parte deles que seguem a satanás. Eles não procriam, são em número certo e jamais morrem. A Bíblia é clara ao dizer que o inferno, o lugar da ira de Deus, é destinado para o diabo e os seus anjos e, obviamente, todos os seus seguidores.
Eles comeram. Estavam usando corpos e se deliciaram com a comida preparada por Ló, curioso, não é? Os habitantes daquela cidade queriam usar os corpos deles para praticarem coisas inconvenientes e Ló vai em defesa deles com risco de sua própria vida e da vida de suas filhas as quais chega a oferecer para aqueles homens em troca de deixar aqueles dois homens que estavam em sua casa livres.
Era a hospitalidade antiga e a responsabilidade sobre aqueles que estariam na sua casa, debaixo de sua proteção. Naquela época, seriam capazes de matarem ou morrerem para defender a honra de seus hóspedes. Muito interessante.
Então no auge do problema que ganhou proporções muito grandes houve intervenção sobrenatural por parte daqueles anjos diante dos moradores locais e lhes cegou a visão de forma que não conseguiam encontrar a porta da casa para a arrombar e depois de muito procurarem, desistiram e foram embora cansados e frustrados.
Aqueles anjos então fazem de tudo para apressarem Ló a sair da cidade e numa tentativa de levar seus futuros genros conta-lhes o sucedido, mas eles zombaram de Ló e não quiseram vir com ele. Os anjos então os tiram da cidade e os direciona para um lugar – não sabiam eles o que estavam fazendo, certamente sabiam, mas Ló os contestou e pediu para ir para outro lugar, e eles cederam e Ló foi para este outro lugar.
Na fuga, a mulher de Ló tendo sido advertida para não olhar para trás, não resiste e cai em tentação o que, em consequência a transforma numa estátua de sal e ela perece ali. Fogo desce dos céus por parte do Senhor e consome a cidade toda e todos os seus habitantes. A justiça e o juízo pertencem a Deus, bem assim a vida e a morte estão com ele.
Passados uns tempos, as filhas de Ló se desesperam e urdem um plano para embriagarem ao pai e dele extrair herança. Elas são bem sucedidas em embriagá-lo e depois se deitarem com ele, uma numa noite e a outra na outra noite. Ambas ficaram grávidas de seu pai. A bebida é mesmo uma tragédia. Nem soube o bêbado o que fizera em sua bebedice...
Surgem dois povos disso os moabitas e os amonitas. Eles foram rejeitados por Deus por haverem maltratado Israel – Dt 23:3-61. No entanto, Rute era uma moabita e, posteriormente, participou fisicamente da linhagem messiânica e assim foi contada na tribo de Judá. Ela foi bisavó de Davi. E foi mesmo Davi quem os combateu e os subjugou.
De acordo com I Reis 14:21-31 e 2 Crônicas 12:13, Naamã era uma amonita. Ela foi a primeira esposa do rei Salomão a ser mencionada pelo nome no Tanakh como tendo um filho. Ela foi mãe do sucessor de Salomão, Reoboão.
I Reis 14:21 Roboão, filho de Salomão, reinou em Judá; de quarenta e um anos de idade era Roboão quando começou a reinar e reinou dezessete anos em Jerusalém, na cidade que o SENHOR escolhera de todas as tribos de Israel, para estabelecer ali o seu nome. Naamá era o nome de sua mãe, amonita.
I Reis 14:31 Roboão descansou com seus pais e com eles foi sepultado na Cidade de Davi. Naamá era o nome de sua mãe, amonita; e Abias, filho de Roboão, reinou em seu lugar.
II Crônicas 12:13 Fortificou-se, pois, o rei Roboão em Jerusalém e continuou reinando. Tinha Roboão quarenta e um anos de idade quando começou a reinar e reinou dezessete anos em Jerusalém, cidade que o SENHOR escolheu dentre todas as tribos de Israel, para ali estabelecer o seu nome. Sua mãe se chamava Naamá, amonita.
Gn 19:1 E vieram os dois anjos a Sodoma à tarde,
e estava Ló assentado à porta de Sodoma;
e vendo-os Ló,
levantou-se ao seu encontro
e inclinou-se com o rosto à terra;
Gn 19:2 E disse:
Eis agora, meus senhores,
entrai, peço-vos, em casa de vosso servo,
e passai nela a noite,
e lavai os vossos pés;
e de madrugada vos levantareis
e ireis vosso caminho.
E eles disseram:
Não,
antes na rua passaremos a noite.
Gn 19:3 E porfiou com eles muito,
e vieram com ele,
e entraram em sua casa;
e fez-lhes banquete,
e cozeu bolos sem levedura,
e comeram.
Gn 19:4 E antes que se deitassem,
cercaram a casa, os homens daquela cidade,
os homens de Sodoma,
desde o moço até ao velho;
todo o povo de todos os bairros.
Gn 19:5 E chamaram a Ló, e disseram-lhe:
Onde estão os homens que a ti vieram nesta noite?
Traze-os fora a nós,
para que os conheçamos.
Gn 19:6 Então saiu Ló a eles à porta,
e fechou a porta atrás de si, Gn 19:7 E disse:
Meus irmãos, rogo-vos que não façais mal;
Gn 19:8 Eis aqui, duas filhas tenho,
que ainda não conheceram homens;
fora vo-las trarei,
e fareis delas como bom for aos vossos olhos;
somente nada façais a estes homens,
porque por isso vieram à sombra do meu telhado.
Gn 19:9 Eles, porém, disseram:
Sai daí. Disseram mais:
Como estrangeiro este indivíduo veio aqui habitar,
e quereria ser juiz em tudo?
Agora te faremos mais mal a ti do que a eles.
E arremessaram-se sobre o homem,
sobre Ló,
e aproximaram-se para arrombar a porta.
Gn 19:10 Aqueles homens porém
estenderam as suas mãos
e fizeram entrar a Ló consigo na casa,
e fecharam a porta;
Gn 19:11 E feriram de cegueira os homens que estavam à porta da casa,
desde o menor até ao maior,
de maneira que se cansaram para achar a porta.
Gn 19:12 Então disseram aqueles homens a Ló:
Tens alguém mais aqui?
Teu genro, e teus filhos, e tuas filhas,
e todos quantos tens nesta cidade,
tira-os fora deste lugar;
Gn 19:13 Porque nós vamos destruir este lugar,
porque o seu clamor tem aumentado diante da face do SENHOR,
e o SENHOR nos enviou a destruí-lo.
Gn 19:14 Então saiu Ló,
e falou a seus genros,
aos que haviam de tomar as suas filhas, e disse:
Levantai-vos,
saí deste lugar,
porque o SENHOR há de destruir a cidade.
Foi tido porém por zombador aos olhos de seus genros.
Gn 19:15 E ao amanhecer os anjos apertaram com Ló, dizendo:
Levanta-te,
toma tua mulher e tuas duas filhas que aqui estão,
para que não pereças na injustiça desta cidade.
Gn 19:16 Ele, porém,
demorava-se,
e aqueles homens lhe pegaram pela mão,
e pela mão de sua mulher e de suas duas filhas,
sendo-lhe o SENHOR misericordioso,
e tiraram-no,
e puseram-no fora da cidade.
Gn 19:17 E aconteceu que, tirando-os fora, disse:
Escapa-te por tua vida;
não olhes para trás de ti,
e não pares em toda esta campina;
escapa lá para o monte,
para que não pereças.
Gn 19:18 E Ló disse-lhe:
Ora, não, meu Senhor!
Gn 19:19 Eis que agora o teu servo tem achado graça aos teus olhos,
e engrandeceste a tua misericórdia que a mim me fizeste,
para guardar a minha alma em vida;
mas eu não posso escapar no monte,
para que porventura não me apanhe este mal,
e eu morra.
Gn 19:20 Eis que agora aquela cidade está perto,
para fugir para lá, e é pequena;
ora, deixe-me escapar para lá (não é pequena?),
para que minha alma viva.
Gn 19:21 E disse-lhe:
Eis aqui, tenho-te aceitado também neste negócio,
para não destruir aquela cidade, de que falaste;
Gn 19:22 Apressa-te,
escapa-te para ali;
porque nada poderei fazer, enquanto não tiveres ali chegado.
Por isso se chamou o nome da cidade Zoar.
Gn 19:23 Saiu o sol sobre a terra,
quando Ló entrou em Zoar.
Gn 19:24 Então o SENHOR fez chover enxofre e fogo,
do SENHOR desde os céus,
sobre Sodoma e Gomorra;
Gn 19:25 E destruiu aquelas cidades
e toda aquela campina, e todos os moradores daquelas cidades,
e o que nascia da terra.
Gn 19:26 E a mulher de Ló olhou para trás
e ficou convertida numa estátua de sal.
Gn 19:27 E Abraão levantou-se aquela mesma manhã,
de madrugada,
e foi para aquele lugar onde estivera diante da face do SENHOR;
Gn 19:28 E olhou para Sodoma e Gomorra
e para toda a terra da campina;
e viu, que a fumaça da terra subia,
como a de uma fornalha.
Gn 19:29 E aconteceu que,
destruindo Deus as cidades da campina,
lembrou-se Deus de Abraão,
e tirou a Ló do meio da destruição,
derrubando aquelas cidades em que Ló habitara.
Gn 19:30 E subiu Ló de Zoar,
e habitou no monte,
e as suas duas filhas com ele;
porque temia habitar em Zoar;
e habitou numa caverna,
ele e as suas duas filhas.
Gn 19:31 Então a primogênita disse à menor:
Nosso pai já é velho,
e não há homem na terra que entre a nós,
segundo o costume de toda a terra;
Gn 19:32 Vem,
demos de beber vinho a nosso pai,
e deitemo-nos com ele,
para que em vida conservemos a descendência de nosso pai.
Gn 19:33 E deram de beber vinho a seu pai naquela noite;
e veio a primogênita
e deitou-se com seu pai,
e não sentiu ele quando ela se deitou,
nem quando se levantou.
Gn 19:34 E sucedeu, no outro dia,
que a primogênita disse à menor:
Vês aqui,
eu já ontem à noite me deitei com meu pai;
demos-lhe de beber vinho também esta noite,
e então entra tu,
deita-te com ele,
para que em vida
conservemos a descendência
de nosso pai.
Gn 19:35 E deram de beber vinho a seu pai também naquela noite;
e levantou-se a menor,
e deitou-se com ele;
e não sentiu ele quando ela se deitou,
nem quando se levantou.
Gn 19:36 E conceberam as duas filhas de Ló
de seu pai.
Gn 19:37 E a primogênita deu à luz um filho,
e chamou-lhe Moabe;
este é o pai dos moabitas até ao dia de hoje.
Gn 19:38 E a menor também deu à luz um filho,
e chamou-lhe Ben-Ami;
este é o pai dos filhos de Amom até o dia de hoje.
Apesar de tudo, a graça e a misericórdia de Deus prevaleceram na vida desses dois povos que acabaram participando da genealogia de Cristo, sendo Rute, moabita, bisavó de Davi e Naamá, esposa de Salomão, mãe de Roboão.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.