terça-feira, 9 de julho de 2013

Provérbios 23: 1-35 - OS CUIDADOS DO CORPO E OS PERIGOS DO ÁLCOOL

Passamos nossas vidas quase todo tempo comendo, bebendo e dormindo. É incrível como somos frágeis e dependentes e ainda achamos que somos alguma coisa especial no sentido de autossuficiência. E por comermos e bebermos tanto, precisamos aliviar nossos ventres e rins. E o que falar dos cuidados que devemos ter com higiene, descanso, relaxamento, atividade física.
Já dizia um médico famoso no Brasil que quem não arranja tempo para cuidar de sua saúde irá, com certeza, ter de arranjar tempo para cuidar dos problemas gerados pelo não cuidado com a sua saúde, com agravante: a situação poderá ser irreversível.
Cuidar de nosso corpo é uma orientação bíblica porque ele também é Templo do Espírito Santo. Das criações de seres viventes, somente o homem foi soprado em suas narinas para receber de Deus o fôlego de vida. Somente ele também recebeu a imagem e a semelhança de Deus.
Provérbios 23 nos adverte seriamente contra os perigos do consumo de álcool que podem prejudicar seriamente nossos corpos trazendo e despertando vícios que nos prejudicam e nos tornam dependentes de coisas vãs, como o próprio álcool, as drogas, o tabaco e tantas outras porcarias.
A campanha da copa de 2014 sem álcool nos estádios ninguém mais ouviu falar. Eu fico triste de ver que em nossas reuniões a rainha de nossas festas é a bebida alcóolica. É a cerveja, o vinho, a cachaça, o whisky, a caipirinha... e por quê bebemos?
Bebemos para ficarmos mais alegres, para descontrairmos, para sermos mais sociáveis, no entanto, qual o custo disso? Quem é a pessoa que diz que tudo está no seu controle e acaba perdendo o controle? E as vidas que já foram ceifadas e os lares que já foram destruídos por causa dela?
A primeira vez que esta frase – Comamos e bebamos que amanhã morreremos! - foi dita na Bíblia foi no livro de Isaías. O cenário que se vislumbrava no dia seguinte era a morte por causa do cerco à cidade por parte de Senaqueribe. O apóstolo dos gentios, muito tempo depois, a aplicou àqueles que poderiam dizer isso se Cristo não tivesse ressuscitado, mas ressuscitou.
Se Cristo não tivesse ressuscitado, estaríamos todos presos ao pecado e a nossa morte seria certa, sem ao menos qualquer esperança de salvação. Por isso, comeríamos e beberíamos até morrer. Quem bebe desenfreadamente é semelhante aos que perderam a esperança e não querem mais saber de nada desta vida. Eles estão dizendo: “- Deus você não se importa com a gente e eu não estou nem aí para você! Eu quero mesmo beber...”
Desculpem-me, mas eu a odeio por causa de sua potência destrutiva. Sou abstêmio por opção: escolhi não beber, nem me drogar, nunca.
Pv 23:1 Quando te assentares a comer com um governador,
atenta bem para o que é posto diante de ti,
Pv 23:2 E se és homem de grande apetite,
põe uma faca à tua garganta.
Pv 23:3 Não cobices as suas iguarias
porque são comidas enganosas.
Pv 23:4 Não te fatigues para enriqueceres;
e não apliques nisso a tua sabedoria.
Pv 23:5 Porventura fixarás os teus olhos
naquilo que não é nada?
porque certamente criará asas
e voará ao céu como a águia.
Pv 23:6 Não comas o pão daquele que tem o olhar maligno,
nem cobices as suas iguarias gostosas.
Pv 23:7 Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele.
Come e bebe, te disse ele; porém o seu coração
não está contigo.
Pv 23:8 Vomitarás o bocado que comeste,
e perderás as tuas suaves palavras.
Pv 23:9 Não fales ao ouvido do tolo,
porque desprezará a sabedoria das tuas palavras.
Pv 23:10 Não removas os limites antigos
nem entres nos campos dos órfãos,
Pv 23:11 Porque o seu redentor é poderoso;
e pleiteará a causa deles contra ti.
Pv 23:12 Aplica o teu coração à instrução
e os teus ouvidos às palavras do conhecimento.
Pv 23:13 Não retires a disciplina da criança;
pois se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá.
Pv 23:14 Tu a fustigarás com a vara,
e livrarás a sua alma do inferno.
Pv 23:15 Filho meu, se o teu coração for sábio,
alegrar-se-á o meu coração, sim, o meu próprio.
Pv 23:16 E exultarão os meus rins,
quando os teus lábios falarem coisas retas.
Pv 23:17 O teu coração não inveje os pecadores;
antes permanece no temor do SENHOR todo dia.
Pv 23:18 Porque certamente acabará bem;
não será malograda a tua esperança.
Pv 23:19 Ouve tu, filho meu, e sê sábio,
e dirige no caminho o teu coração.
Pv 23:20 Não estejas entre os beberrões de vinho,
nem entre os comilões de carne.
Pv 23:21 Porque o beberrão e o comilão
acabarão na pobreza;
e a sonolência os faz vestir-se de trapos.
Pv 23:22 Ouve teu pai, que te gerou,
e não desprezes tua mãe, quando vier a envelhecer.
Pv 23:23 Compra a verdade, e não a vendas;
e também a sabedoria, a instrução e o entendimento.
Pv 23:24 Grandemente se regozijará o pai do justo,
e o que gerar um sábio, se alegrará nele.
Pv 23:25 Alegrem-se teu pai e tua mãe,
e regozije-se a que te gerou.
Pv 23:26 Dá-me, filho meu, o teu coração,
e os teus olhos observem os meus caminhos.
Pv 23:27 Porque cova profunda é a prostituta,
e poço estreito a estranha.
Pv 23:28 Pois ela, como um salteador, se põe à espreita,
e multiplica entre os homens os iníquos.
Pv 23:29 Para quem são os ais?
Para quem os pesares?
Para quem as pelejas?
Para quem as queixas?
Para quem as feridas sem causa?
E para quem os olhos vermelhos?
Pv 23:30 Para os que se demoram perto do vinho,
para os que andam buscando vinho misturado.
Pv 23:31 Não olhes para o vinho
quando se mostra vermelho,
quando resplandece no copo
e se escoa suavemente.
Pv 23:32 No fim,
picará como a cobra,
e como o basilisco morderá.
Pv 23:33 Os teus olhos olharão para as mulheres estranhas,
e o teu coração falará perversidades.
Pv 23:34 E serás como o que se deita no meio do mar,
e como o que jaz no topo do mastro.
Pv 23:35 E dirás:
Espancaram-me e não me doeu;
bateram-me e nem senti;
quando despertarei?
aí então beberei outra vez.
Se você se encontra em dificuldades com as drogas, saiba que muita gente já conseguiu vencer o vício e hoje, de fato, é livre para escolher não beber, nem se drogar. Saia da dependência!
Quando eu era viciado em tabaco, meu pastor à época, Pr. Jeová de Aquino, aconselhando-me disse: filho, se você não for atrás do cigarro, ele virá atrás de você? Eu respondi com a maior “cara de pau” – não! E ele completou: - entendi! Olha, se ele viesse atrás de você eu iria expulsar o mal, mas como é você que vai atrás dele, ... 
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.