sábado, 6 de julho de 2013

Provérbios 20: 1-30 segmentado

Há muitas temáticas repetidas em Provérbios não os próprios provérbios que são todos diferentes entre si. Seria um trabalho interessante organizá-los tematicamente desvinculando-os dos seus capítulos e versículos originais. Será que farei isso? Reunir todos os versículos por ordem temática de seus contrastes ou assuntos: sobre a sabedoria e a estultícia; a justiça e a injustiça; a mulher adúltera e a sábia; a bebida alcoólica; a direção do Senhor.
Neste capítulo, como nos demais, temos 30 contrastes que nos ensinam a sabedoria para evitarmos o caminho contrário e perigoso que não nos levará a lugar algum, se não ao remorso e quiça, ao arrependimento.
Ele começa falando do vinho que é a alegria dos homens, mas também um perigo quando passamos os limites do que é normal. Todo viciado em bebida forte ou outro tipo de vício seja ele qual for sempre dirá que está no controle da situação da droga até que descobre que não é ele senhor de nada antes escravo de seus desejos.
Eu sou abstêmico por escolha pessoal: prefiro não beber ainda que tenha vontade de beber ou que seja tentado a isso em nossas reuniões sociais em que todos bebem. Prefiro assim porque conheço minhas fraquezas e limites e não quero passar deles nunca. Nem mesmo com minha esposa bebo se quer uma taça de vinho, prefiro um suco de uva concentrado sem álcool.
Não condeno aos que bebem, nem aos que fumam, nem aos que se drogam “numa boa”: cada um conhece sua natureza e força. É engraçado que sempre que passa aqueles “bons momentos do barato” vêm o peso em nossa consciência e o fato de que nada de bom nos acrescentou a experiência com drogas.
Há quem passa por isso e se esquece do que fez com seu corpo ou do que – pior ainda... - fizeram com seu corpo... Sinceramente, prefiro a consciência plena e a alegria e o prazer vindo de outras fontes que não a droga, sempre perigosa. Então, estou fora disso... prefiro ser cheio mesmo é do Espírito Santo!
Pv 20:1 O vinho é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora;
e todo aquele que neles errar nunca será sábio.
Pv 20:2 Como o rugido do leão é o terror do rei;
o que o provoca à ira peca contra a sua própria alma.
Pv 20:3 Honroso é para o homem desviar-se de questões,
mas todo tolo é intrometido.
Pv 20:4 O preguiçoso não lavrará por causa do inverno,
pelo que mendigará na sega, mas nada receberá.
Pv 20:5 Como as águas profundas é o conselho no coração do homem;
mas o homem de inteligência o trará para fora.
Pv 20:6 A multidão dos homens apregoa a sua própria bondade,
porém o homem fidedigno quem o achará?
Pv 20:7 O justo anda na sua sinceridade;
bem-aventurados serão os seus filhos depois dele.
Pv 20:8 Assentando-se o rei no trono do juízo,
com os seus olhos dissipa todo o mal.
Pv 20:9 Quem poderá dizer:
Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado?
Pv 20:10 Dois pesos diferentes e duas espécies de medida são abominação ao SENHOR,
tanto um como outro.
Pv 20:11 Até a criança se dará a conhecer pelas suas ações,
se a sua obra é pura e reta.
Pv 20:12 O ouvido que ouve, e o olho que vê,
o SENHOR os fez a ambos.
Pv 20:13 Não ames o sono, para que não empobreças;
abre os teus olhos, e te fartarás de pão.
Pv 20:14 Nada vale, nada vale, dirá o comprador,
mas, indo-se, então se gabará.
Pv 20:15 Há ouro e abundância de rubis,
mas os lábios do conhecimento são jóia preciosa.
Pv 20:16 Ficando alguém por fiador de um estranho, tome-se-lhe a roupa;
e por penhor àquele que se obriga pela mulher estranha.
Pv 20:17 Suave é ao homem o pão da mentira,
mas depois a sua boca se encherá de cascalho.
Pv 20:18 Cada pensamento se confirma com conselho
e com bons conselhos se faz a guerra.
Pv 20:19 O que anda tagarelando revela o segredo;
não te intrometas com o que lisonjeia com os seus lábios.
Pv 20:20 O que amaldiçoa seu pai ou sua mãe,
apagar-se-á a sua lâmpada em negras trevas.
Pv 20:21 A herança que no princípio é adquirida às pressas,
no fim não será abençoada.
Pv 20:22 Não digas: Vingar-me-ei do mal;
espera pelo SENHOR, e ele te livrará.
Pv 20:23 Pesos diferentes são abomináveis ao SENHOR,
e balança enganosa não é boa.
Pv 20:24 Os passos do homem são dirigidos pelo SENHOR;
como, pois, entenderá o homem o seu caminho?
Pv 20:25 Laço é para o homem apropriar-se do que é santo,
e só refletir depois de feitos os votos.
Pv 20:26 O rei sábio dispersa os ímpios
e faz passar sobre eles a roda.
Pv 20:27 O espírito do homem é a lâmpada do SENHOR,
que esquadrinha todo o interior até o mais íntimo do ventre.
Pv 20:28 Benignidade e verdade guardam ao rei,
e com benignidade sustém ele o seu trono.
Pv 20:29 A glória do jovem é a sua força;
e a beleza dos velhos são as cãs.
Pv 20:30 Os vergões das feridas são a purificação dos maus,
como também as pancadas que penetram até o mais íntimo do ventre.
Queridos, se temos opções de comportamentos e de escolhas e por elas sofreremos as consequências devidas, então sejamos mais inteligentes dando ouvidos à sabedoria e à instrução que fala conosco em Provérbios.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 341 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 759 dias para 05/05/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.