quinta-feira, 25 de julho de 2013

Eclesiastes 8: 1-17 segmentado

Prossegue o sábio em sua aventura entre os filhos dos homens a investigar e a sondar os seus caminhos e a examinar suas ações e suas respectivas consequências das quais ninguém consegue fugir.
Ele sempre exalta a sabedoria como quem está a nos ensinar que quem a despreza, está a desprezar-se a si mesmo e a Deus que a tem ao seu lado direito, em todas as suas caminhadas e obras que são feitas com propósitos e não por acaso ou por impulso.
O rei aqui representa também a autoridade constituída por Deus e já nos ensinou Paulo que não há autoridade que Deus não tenha constituído e assim devemos temê-la para nosso bem e porque assim juramos diante de Deus, em sua presença obedecê-la.
O estabelecimento da ordem se dá em obediência e fidelidade a autoridade constituída por Deus, seja ela quem for: nosso pai, chefe, líder religioso, governo. Desacatar a autoridade é mesmo uma afronta a Deus que a instituiu.
Quando a autoridade não cumprir o papel que deveria cumprir ou quando for corrupta, negligente, imprudente ou imperita, totalmente imprópria ao comando e decisões que deve tomar em nome de Deus, ela está totalmente desvirtuada de seu papel principal e deverá sofrer as consequências de seus atos diante de Deus e diante da sociedade.
De natureza - eu creio na Depravação Total -, o homem, todo homem, já é depravado, agora por não ser logo executado o juízo sobre ele, seu coração, já maligno, é ainda mais propenso ao mal e a violência, diz o sábio no verso 11 deste capítulo. No entanto, seu fim está programado e nunca mais será ele achado na face da terra. Esta é uma promessa sempre presente na maioria dos livros e profecias bíblicas.
Já no verso 14 ele afirma algo terrível que é a existência de justos a quem sucede segundo as obras dos ímpios e, pior ainda, que há ímpios a quem sucede segundo as obras dos justos. Se juntarmos a este verso, o 11 comentado acima, meu Deus que terrível!!! É por isso que creio no juízo de Deus – eu sempre cri nisso, mesmo quando era menino e mal sabia diferenciar a esquerda da direita. Volta logo Senhor! Maranata!
Ec 8:1 Quem é como o sábio?
E quem sabe a interpretação das coisas?
A sabedoria do homem faz brilhar o seu rosto,
e a dureza do seu rosto se muda.
Ec 8:2 Eu digo:
Observa o mandamento do rei,
e isso em consideração ao juramento que fizeste a Deus.
Ec 8:3 Não te apresses a sair da presença dele,
nem persistas em alguma coisa má,
porque ele faz tudo o que quer.
Ec 8:4 Porque a palavra do rei tem poder;
e quem lhe dirá:
Que fazes?
Ec 8:5 Quem guardar o mandamento
não experimentará nenhum mal;
e o coração do sábio
discernirá o tempo e o juízo.
Ec 8:6 Porque para todo o propósito
há seu tempo e juízo;
porquanto a miséria do homem pesa sobre ele.
Ec 8:7 Porque não sabe o que há de suceder,
e quando há de ser,
quem lho dará a entender?
Ec 8:8 Nenhum homem há que tenha domínio sobre o espírito,
para o reter;
nem tampouco tem ele poder
sobre o dia da morte;
como também não há licença nesta peleja;
nem tampouco a impiedade livrará aos ímpios.
Ec 8:9 Tudo isto vi quando apliquei o meu coração
a toda a obra que se faz debaixo do sol;
tempo há em que um homem tem domínio sobre outro homem,
para desgraça sua.
Ec 8:10 Assim também vi os ímpios,
quando os sepultavam;
e eles entravam, e saíam do lugar santo;
e foram esquecidos na cidade,
em que assim fizeram;
também isso é vaidade.
Ec 8:11 Porquanto não se executa logo o juízo sobre a má obra,
por isso o coração dos filhos dos homens está
inteiramente disposto para fazer o mal.
Ec 8:12 Ainda que o pecador faça o mal cem vezes,
e os dias se lhe prolonguem,
contudo eu sei com certeza,
que bem sucede aos que temem a Deus,
aos que temem diante dele.
Ec 8:13 Porém o ímpio não irá bem,
e ele não prolongará os seus dias,
que são como a sombra;
porque ele não teme diante de Deus.
Ec 8:14 Ainda há outra vaidade que se faz sobre a terra:
que há justos a quem sucede segundo as obras dos ímpios,
e há ímpios a quem sucede segundo as obras dos justos.
Digo que também isto é vaidade.
Ec 8:15 Então louvei eu a alegria,
porquanto para o homem nada há melhor debaixo do sol
do que comer, beber e alegrar-se;
porque isso o acompanhará no seu trabalho
nos dias da sua vida que Deus lhe dá debaixo do sol.
Ec 8:16 Aplicando eu o meu coração a conhecer a sabedoria,
e a ver o trabalho que há sobre a terra
(que nem de dia nem de noite vê o homem sono nos seus olhos);
Ec 8:17 Então vi toda a obra de Deus,
que o homem não pode perceber,
a obra que se faz debaixo do sol,
por mais que trabalhe o homem para a descobrir,
não a achará;
e, ainda que diga o sábio que a conhece,
nem por isso a poderá compreender.
O ímpio para mim que é bem sucedido em sua impiedade é como aquele que vai acumulando em seu sangue o veneno fatal que quando atingir o seu coração não haverá mais cura nem tempo, simplesmente acabou tudo para ele. Já o ímpio que é apanhado e não é bem sucedido é como aquele que Deus quis e ainda lhe dá a chance de mudar de vida.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 342 dias para a Copa, sem álcool nos estádios.... também faltam 733 dias para 05/05/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.