sábado, 20 de abril de 2013

Salmo 93: 1-5 REINA O SENHOR

Reina o Senhor!
É assim que começa este pequeno mas profundo salmo. Se reina, então há um Rei, um Senhor que é soberano em seu reino, se não, nem reino, nem soberania haveria de haver. Se reina, então também há um trono, onde majestoso se encontro nosso Deus. Se reina e há um reino e um trono, então também há um domínio que envolve uma área de domínio.
Qual seria a área de domínio do Criador que reina e é Rei? Tudo o que existe e que foi criado, tanto as coisas visíveis, quanto as coisas invisíveis. Em um reino deste haveria também seus súditos e toda uma hierarquia com poderes, autoridades, governos, principados, potestades. Ele é rei absoluto e não podemos negar.
Se reina o Senhor, reveste-se de majestade e de poder! Como reinaria sem poder? Suas palavras seriam provadas e suas ordens resistidas, por isso tem ele poder e seu poder está além de nossa capacidade de compreensão, pois ele tendo criado tudo o que existe, é superior a tudo e nada pode atingi-lo.
Ele firmou o mundo e desde que há mundo, firme está a sua criação. Se não fosse o seu poder, a vida na terra seria algo impossível de acontecer e ainda, acontecendo, seria algo impossível de se manter sua existência. Por isso que quando desafiamos o Criador dizendo que ele que criou nem existe, estamos sendo por demais insensatos, estultos.
Há os que se opõe ao reinado e governo do Criador e juntos com satanás formam outro reino, mas não co-igual ao reino único de Deus e sim um reino parasita que depende do verdadeiro reino para existir e se manifestar até que chegue o tempo determinado pelo único rei verdadeiro de ter o fim eterno. Satanás, seus anjos e todos os que o seguem serão lançados no lago de fogo eterno em juízo eterno.
Calvino faz uma pequenina introdução e não entra em grandes detalhes ao comentar este salmo em sua introdução.
O salmo começa com a celebração da infinita glória de Deus. É então declarado que tal é a sua fidelidade que ele nunca engana seu próprio povo, que, abraçando suas promessas, espera com mentes tranquilas para a salvação em meio a todas as tempestades e agitações do mundo.
Salmos 93:1 Reina o SENHOR.
Revestiu-se
de majestade;
de poder
se revestiu o SENHOR
e se cingiu.
Firmou o mundo,
que não vacila.
Salmos 93:2 Desde a antiguidade,
está firme o teu trono;
tu és
desde a eternidade.
Salmos 93:3 Levantam os rios,
ó SENHOR,
levantam os rios
o seu bramido;
levantam os rios
o seu fragor.
Salmos 93:4 Mas o SENHOR nas alturas
é mais poderoso
do que o bramido das grandes águas,
do que os poderosos vagalhões do mar.
Salmos 93:5 Fidelíssimos são os teus testemunhos;
à tua casa
convém a santidade,
SENHOR,
para todo o sempre.

Ele conclui seu salmo proclamando a santidade diante de Deus, pois ela é que convém. A santidade é para todo o sempre e não podemos ter dois senhores, nem dois reis a nos governar. A santidade requer a separação do reino parasita para estar somente diante do Rei que nos criou e tudo governa com sua majestade e poder absolutos. 
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

...


Reações:

2 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.