terça-feira, 16 de abril de 2013

Salmo 89: 1-52 segmentado


Salmo belíssimo de Etham que inicia cantando para sempre as misericórdias do Senhor e os seus lábios proclamando a todas as gerações a sua fidelidade. Ele exalta tanto a benignidade quanto a fidelidade do Senhor por causa da palavra do próprio Senhor que disse que estaria afirmando a sua aliança com Davi a quem o Espírito Santo chama de escolhido.
Ele jurou a Davi que estaria para sempre estabelecendo a sua posteridade e firmando o seu trono de geração a geração. Por isso que ele celebra, canta, exalta e adora a Deus que cumprirá a sua palavra. Percebemos nisso que Deus é um Deus de propósitos e de alianças e que sua palavra não é a como a do homem, antes permanece para todo sempre.
Em seguida, vemos o salmista exaltando a Deus e sua soberania declarando que dele são os céus e a terra e tudo o que neles há. De fato, o que não pertence ao Senhor ou no que ele não tem domínio? Ele, Deus, é o Senhor absoluto sobre tudo e todos.
Ele é tão poderoso e maravilhoso que ele exerce completamente sua soberania sem vilipendiar ou adulterar a vontade humana, deixando-a livre nas suas escolhas e portanto concedendo ao homem a responsabilidade de seus atos e omissões. Ele é soberano e o homem livre para fazer as suas escolhas responsáveis. Não estou falando, nem defendendo aquilo que não creio, por exemplo no livre-arbítrio. Vamos deixar este assunto para outra oportunidade.
Desde que comecei a segmentar Salmos, eu tenho notado um padrão na forma de orar a Deus que me impressiona. Os salmistas falam com Deus e entendem quem é Deus e quem são eles próprios que estão se comunicando com Deus. A ênfase no relacionamento é muito forte. Deus não é aquele deus estranho, mas alguém pessoal, com quem nos relacionamos e temos responsabilidades e somos ouvidos em nossas orações. Glórias a Deus!
Chegamos de nosso passeio na terra de ARACAJU, a cidade com A CARA da JU. Agora estamos já em Brasília, onde ainda trabalho nos Correios e vou louvando a Deus, adorando-o e servindo-o na Primeira Igreja Presbiteriana de Taguatinga. Como o salmista, estou aprendendo a orar e a me relacionar com Deus, meu Senhor.
Calvino comenta este salmo e dá maiores esclarecimentos além de contextualizá-lo. Sobre Ethan, provável autor deste salmo, ele diz tratar-se de um dos quatro homens com os quais a sabedoria de Salomão era comparada.
The prophet who wrote this psalm, whoever he was, in approaching the throne of grace to make supplication to God in behalf of the afflicted Church, lays down, as an encouragement both to himself and the rest of the faithful to cherish good hope, the covenant which God had made with David. He then adverts in general to the Divine power which is discerned in the whole government of the world. And next, he calls to remembrance the redemption in which God had given an everlasting testimony of his fatherly love towards his chosen people. Thence, he again returns to the covenant made with David, in which God had promised to continue his favor towards that people for ever, for the sake of their king. Finally, he subjoins a complaint that God, as if he had forgotten his covenant, abandoned his Church to the will of her enemies, and, in the midst of strange disaster and mournful desolation, withheld all succor and consolation.
An instruction of Ethan, the Ezrahite.
Who this Ethan was, to whom this psalm is ascribed, is somewhat uncertain. If we should consider him to have been one of the four eminent men to whom Solomon is compared for his distinguished wisdom, (1 Kings 4:31) [520] the argument or subject of the poem will not agree with his time; unless we suppose him to have survived Solomon, and bewailed the sad and mournful division which occurred after the death of that monarch, and which proved the commencement and prelude of future ruin. The people, it is true, after being divided into two kingdoms, continued still to exist safe as before; but as that rupture dissolved the unity established by God, what ground of hope could any longer remain? Besides, the prosperity and welfare of the whole body depended upon their having one head, from their allegiance to whom the ten tribes had wickedly revolted. What a horrible spectacle was it to behold that kingdom, which might have flourished in unimpaired vigor, even to the end of the world, disfigured and miserably rent asunder, at the close of the life of one man! Who would not have thought that the holy oracle was deceptive and vain, the truth of which seemed to be overthrown in so short a time? If, therefore, the Ethan above referred to should be regarded as the author of this psalm, the complaints contained in it must be applied to that period, in which not only the throne of David was weakened, but in which also the great mass of the people apostatised from God, while those who were brethren proceeded to work each other's ruin by mutual and intestine discord. This certainly appears to me to be the most probable conjecture in this doubtful case. Some think that the author, speaking under the influence of the Spirit of prophecy, predicts the calamities which were to befall the people: but this opinion may be easily refuted by the context itself, where the inspired bard expressly bewails the first unhappy alteration which took place in the kingdom, in consequence of the conspiracy of Jeroboam.
Salmos 89:1 Cantarei para sempre
as tuas misericórdias,
ó SENHOR;
os meus lábios
proclamarão a todas as gerações
a tua fidelidade.
Sl 89:2 Pois disse eu:
a benignidade está fundada para sempre;
a tua fidelidade, tu a confirmarás nos céus, dizendo:
Sl 89:3 Fiz aliança com o meu escolhido
e jurei a Davi, meu servo:
Sl 89:4 Para sempre estabelecerei a tua posteridade
e firmarei o teu trono de geração em geração.
Sl 89:5 Celebram os céus
as tuas maravilhas,
ó SENHOR,
e, na assembléia dos santos,
a tua fidelidade.
Sl 89:6 Pois quem nos céus
é comparável ao SENHOR?
Entre os seres celestiais,
quem é semelhante ao SENHOR?
Salmos 89:7 Deus é sobremodo tremendo
na assembléia dos santos
e temível
sobre todos os que o rodeiam.
Sl 89:8 Ó SENHOR,
Deus dos Exércitos,
quem é poderoso como tu és, SENHOR,
com a tua fidelidade ao redor de ti?!
Sl 89:9 Dominas a fúria do mar;
quando as suas ondas se levantam,
tu as amainas.
Sl 89:10 Calcaste a Raabe,
como um ferido de morte;
com o teu poderoso braço
dispersaste os teus inimigos.
Sl 89:11 Teus são
os céus,
tua,
a terra;
o mundo
e a sua plenitude,
tu os fundaste.
Sl 89:12 O Norte e o Sul,
tu os criaste;
o Tabor e o Hermom
exultam em teu nome.
Sl 89:13 O teu braço
é armado de poder,
forte é
a tua mão,
e elevada,
a tua destra.
Sl 89:14 Justiça e direito
são o fundamento do teu trono;
graça e verdade
te precedem.
Sl 89:15 Bem-aventurado
o povo que conhece os vivas de júbilo,
que anda, ó SENHOR, na luz da tua presença.
Sl 89:16 Em teu nome,
de contínuo
se alegra
e na tua justiça
se exalta,
Sl 89:17 porquanto tu és
a glória de sua força;
no teu favor
avulta o nosso poder.
Sl 89:18 Pois ao SENHOR
pertence o nosso escudo,
e ao Santo de Israel,
o nosso rei.
Sl 89:19 Outrora,
falaste em visão aos teus santos e disseste:
A um herói concedi o poder de socorrer;
do meio do povo,
exaltei um escolhido.
Sl 89:20 Encontrei Davi,
meu servo;
com o meu santo óleo
o ungi.
Sl 89:21 A minha mão
será firme com ele,
o meu braço
o fortalecerá.
Sl 89:22 O inimigo
jamais o surpreenderá,
nem o há de afligir
o filho da perversidade.
Sl 89:23 Esmagarei diante dele
os seus adversários
e ferirei
os que o odeiam.
Sl 89:24 A minha fidelidade e a minha bondade
o hão de acompanhar,
e em meu nome
crescerá o seu poder.
Sl 89:25 Porei a sua mão
sobre o mar
e a sua direita,
sobre os rios.
Sl 89:26 Ele me invocará, dizendo:
Tu és meu pai,
meu Deus
e a rocha da minha salvação.
Sl 89:27 Fá-lo-ei,
por isso,
meu primogênito,
o mais elevado entre os reis da terra.
Sl 89:28 Conservar-lhe-ei
para sempre a minha graça
e, firme com ele,
a minha aliança.
Sl 89:29 Farei durar
para sempre a sua descendência;
e, o seu trono,
como os dias do céu.
Sl 89:30 Se os seus filhos desprezarem a minha lei
e não andarem nos meus juízos,
Sl 89:31 se violarem os meus preceitos
e não guardarem os meus mandamentos,
Sl 89:32 então, punirei com vara as suas transgressões
e com açoites, a sua iniqüidade.
Sl 89:33 Mas jamais retirarei dele
a minha bondade,
nem desmentirei
a minha fidelidade.
Sl 89:34 Não violarei a minha aliança,
nem modificarei o que os meus lábios proferiram.
Sl 89:35 Uma vez jurei por minha santidade
(e serei eu falso a Davi?):
Sl 89:36 A sua posteridade durará para sempre,
e o seu trono, como o sol perante mim.
Sl 89:37 Ele será estabelecido para sempre
como a lua
e fiel como a testemunha no espaço.
Sl 89:38 Tu, porém,
o repudiaste e o rejeitaste;
e te indignaste com o teu ungido.
Sl 89:39 Aborreceste a aliança com o teu servo;
profanaste-lhe a coroa,
arrojando-a para a terra.
Sl 89:40 Arrasaste os seus muros todos;
reduziste a ruínas as suas fortificações.
Sl 89:41 Despojam-no todos
os que passam pelo caminho;
e os vizinhos
o escarnecem.
Sl 89:42 Exaltaste a destra dos seus adversários
e deste regozijo a todos os seus inimigos.
Sl 89:43 Também viraste o fio da sua espada
e não o sustentaste na batalha.
Sl 89:44 Fizeste cessar o seu esplendor
e deitaste por terra o seu trono.
Sl 89:45 Abreviaste os dias da sua mocidade
e o cobriste de ignomínia.
Sl 89:46 Até quando, SENHOR?
Esconder-te-ás para sempre?
Arderá a tua ira como fogo?
Sl 89:47 Lembra-te de como é breve
a minha existência!
Pois criarias em vão
todos os filhos dos homens!
Sl 89:48 Que homem há,
que viva e não veja a morte?
Ou que livre a sua alma
das garras do sepulcro?
Sl 89:49 Que é feito, Senhor,
das tuas benignidades de outrora,
juradas a Davi por tua fidelidade?
Sl 89:50 Lembra-te, Senhor, do opróbrio
dos teus servos
e de como trago no peito
a injúria de muitos povos,
Sl 89:51 com que, SENHOR,
os teus inimigos têm vilipendiado,
sim, vilipendiado os passos
do teu ungido.
Sl 89:52 Bendito seja o SENHOR para sempre!
Amém e amém!
Ele termina bendizendo ao Senhor para sempre e assim conclui com um duplo amém! Quem dera eu pudesse esmiuçar cada salmo e extrair dele todo seu significado e entender toda a sua construção. Estou longe disso, mas uma coisa faço: estou seguindo avante e sempre adiante até o momento que ele me chamar.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 12 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 16/04/2013) e 422 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.