sábado, 30 de março de 2013

Salmo 72: 1-26 segmentado


Este belo salmo encerrá-se com Davi dizendo findar-se as suas orações! Ele agora vai orar por seu filho e desejar-lhe sucesso na sua empreitada. Não estou falando do sucesso de se dar bem, mas de se estar conforme à palavra de Deus, em perfeita harmonia com seu Criador, o sumo-governos de todas as coisas.
Juízo, justiça é a palavra que caracteriza bem o começo deste salmo. Deus é justiça! De onde os homens buscam a justiça se não de Deus que é a própria justiça. Não há justiça sem Deus. Ela não existe idependentemente de Deus por que deixa de ter sentido e razão de ser. Se falamos de justiça, logo devemos ter um justo juiz.
Por isso, não creio que Deus tenha compromissos com A ou B, antes com aqueles que seguem a justiça. Se a negamos ou queremos nós mesmos fazermos a justiça, estaremos usurpando do papel do Justo Juíz e nossa justiça já estará sendo parcial e subjetiva, buscando o interesse próprio.
Por isso que a justiça é simbolizada como sendo cega. Ela não enxeraga a aparência das coisas, ela não toma partido por A ou B, mas segue a verdade. Justiça sem verdade não existe. A irmã da justiça se chama a verdade. Se, por acaso uma delas for relativa, a outra também será e, dessa forma, jamais teremos nem justiça, nem verdade.
Quem não crê em Deus não tem um Justo Juíz, portanto nem se pode cogitar de falar de justiça, nem de verdade, nem de direito. Se não existe Deus, não existe justiça! Davi, em sua última oração por meio de salmos, neste salmo, em seu início, exalta justamente a justiça e a invoca para que seu filho a siga. Assim, ele pede a Deus que lhe conceda ao seu filho os seus juízos e a sua justiça. Deus o ouve!
Calvino, em seu comentário, faz uma profunda análise deste salmo, inclusive remetendo-o a Cristo que é o governante eterno. Salomão veio, governou e passou, mas o governo de Cristo é para todo sempre. Davi orou por seu filho neste salmo que é um misto de oração por seu filho com aplicação, pelo Espírito Santo, a Cristo e seu futuro reinado. Confira neste link: http://calvin.biblecommenter.com/psalms/72.htm
Sl 72:1 Concede ao rei,
ó Deus,
os teus juízos
e a tua justiça,
ao filho do rei.
Sl 72:2 Julgue ele com justiça
o teu povo
e os teus aflitos,
com eqüidade.
Sl 72:3 Os montes trarão paz ao povo,
também as colinas a trarão,
com justiça.
Sl 72:4 Julgue ele
os aflitos do povo,
salve
os filhos dos necessitados
e esmague
ao opressor.
Sl 72:5 Ele permanecerá
enquanto existir o sol
e enquanto durar a lua,
através das gerações.
Sl 72:6 Seja ele como chuva
que desce sobre a campina ceifada,
como aguaceiros
que regam a terra.
Sl 72:7 Floresça em seus dias o justo,
e haja abundância de paz até que cesse de haver lua.
Sl 72:8 Domine ele de mar a mar
e desde o rio até aos confins da terra.
Sl 72:9 Curvem-se diante dele
os habitantes do deserto,
e os seus inimigos
lambam o pó.
Sl 72:10 Paguem-lhe tributos
os reis de Társis e das ilhas;
os reis de Sabá e de Sebá
lhe ofereçam presentes.
Sl 72:11 E todos os reis
se prostrem perante ele;
todas as nações
o sirvam.
Sl 72:12 Porque ele acode ao necessitado
que clama
e também
ao aflito e ao desvalido.
Sl 72:13 Ele tem piedade
do fraco e do necessitado
e salva
a alma aos indigentes.
Sl 72:14 Redime a sua alma
da opressão e da violência,
e precioso lhe é o sangue deles.
Sl 72:15 Viverá,
e se lhe dará do ouro de Sabá;
e continuamente
se fará por ele oração,
e o bendirão todos os dias.
Sl 72:16 Haja na terra
abundância de cereais,
que ondulem até aos cimos dos montes;
seja a sua messe como o Líbano,
e das cidades
floresçam os habitantes como a erva da terra.
Sl 72:17 Subsista para sempre o seu nome
e prospere enquanto resplandecer o sol;
nele
sejam abençoados todos os homens,
e as nações lhe chamem
bem-aventurado.
Sl 72:18 Bendito
seja o SENHOR Deus,
o Deus de Israel,
que só ele opera prodígios.
Sl 72:19 Bendito
para sempre o seu glorioso nome,
e da sua glória
se encha toda a terra.
Amém e amém!
Sl 72:20 Findam
as orações de Davi,
filho de Jessé.

Ele finda este salmo com duas bendições que são dois reconhecimentos gerais a respeito de Deus: primeiro o reconhecimento de que ele é Deus, o Deus de Israel, o Deus que realiza prodígios. Isto é, não é um deus qualquer, de faixada e apenas com suas imagens, antes real, participante e que tem prazer em sua imanência; segundo, o reconhecimento de seu nome, cheio de glória, que enche toda a terra.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 29 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 30/03/2013) e 439 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.