sábado, 23 de março de 2013

Salmo 65: 1-13 segmentado

Salmo de Davi que nos ensina a orar. Primeiro a exaltação de Deus como digno de confiança e de louvor. Como iremos orar a Deus se não confiamos nele? Como iremos louvá-lo? Se no entanto confiamos, certamente o louvaremos. Se não, nos resta o amargor e o declarar: "ó vi, ó céus, ó dor!" (Lippy e Hary desenho dos anos 80. Quem não se lembra do leão malandro e da hiena pessimista que reclamava. Oh dias! Oh céus! Oh azar! Oh dor! Ou do Dr. Smith, da série Perdidos nos Espaços?).

Davi, não era assim, mas confiava em Deus. Tanto confiava que declarou para nós: ó tu que escutas a oração! Ai está! O Espírito de Deus deixou inclusa em sua palavra para nós tão formidável declaração. Deus escuta as nossas orações! Este é um bom versículo para se colocar nos umbrais de nossas salas de orações e mesmo nas nossas testas!

Ele diz que iremos a ele por que ele nos escuta e por que nossas iniquidades nos impelirão a ele. Das iniquidades, também Deus nos deu seu livramento nos concedendo seu perdão pela morte de seu único filho, Jesus Cristo. Nos perdoou, para perdoarmos nossos irmãos! O perdão é 100% garantido para aqueles que também perdoarem, pois se não perdoarmos, não seremos perdoados.

Há dois segredos no perdão. Primeiro, o da sua liberação gratuita. Todos temos gratuitamente o perdão de Deus em 100% de nossas transgressões, exceto a blasfêmia contra o Espírito Santo. Segundo, a sua liberação condicionada. Somente somos perdoados quando perdoamos!

Calvino, em seu comentário dos salmos, em sua introdução, vai falar que tanto as petições como as ações de graça estão de forma abundante neste salmo. Contém ainda uma predição quanto aos gentios que serão chamados á fé comum de todos os santos, mas o que prevalece mesmo é o louvor a Deus como o pai amoroso que cuida de sua igreja a qual é uma bênção na terra.

A oração do salmista particularmente é para Deus possa continuar sendo bondoso para o povo judeu. Duas instâncias da bondade divina são especificadas: - a poderosa defesa de Deus a sua terra; - e o enriquecimento da mesma com tantas bênçãos.

This psalm is composed both of petition and thanksgiving. It contains a prediction of the Gentiles being called to the common faith, but is principally occupied with praising God for the fatherly care which he exercises over his Church, and the benefits which flow from it. The Psalmist prays particularly that God would continue his former kindness to the Jewish people. Two instances of the Divine goodness are specified, -- the powerful defense extended to their land, and the enriching of it with so many blessings.

To the chief musician, a Psalm of David. [444]

Sl 65:1 A ti,

ó Deus,

confiança e louvor em Sião!

E a ti

se pagará o voto.  

Sl 65:2 Ó tu que escutas a oração,

a ti virão todos os homens,  

Sl 65:3 por causa de suas iniqüidades.

Se prevalecem as nossas transgressões,

tu no-las perdoas.  

Sl 65:4 Bem-aventurado

aquele a quem escolhes

e aproximas de ti,

para que assista nos teus átrios;

ficaremos satisfeitos com a bondade de tua casa

- o teu santo templo.  

Sl 65:5 Com tremendos feitos

nos respondes em tua justiça,

ó Deus,

Salvador nosso,

esperança

de todos os confins da terra

e dos mares longínquos;  

Sl 65:6 que por tua força consolidas os montes,

cingido de poder;

Sl 65:7 que aplacas o rugir dos mares,

o ruído das suas ondas e o tumulto das gentes.  

Sl 65:8 Os que habitam nos confins da terra

temem os teus sinais;

os que vêm do Oriente e do Ocidente,

tu os fazes exultar de júbilo.  

Sl 65:9 Tu

visitas a terra

e a regas;

tu

a enriqueces copiosamente;

os ribeiros de Deus são abundantes de água;

preparas o cereal,

porque para isso a dispões,  

Sl 65:10 regando-lhe os sulcos,

aplanando-lhe as leivas.

Tu

a amoleces com chuviscos

e lhe abençoas a produção.  

Sl 65:11 Coroas o ano da tua bondade;

as tuas pegadas destilam fartura,  

Sl 65:12 destilam sobre as pastagens do deserto,

e de júbilo se revestem os outeiros.  

Sl 65:13 Os campos

cobrem-se de rebanhos,

e os vales

vestem-se de espigas;

exultam de alegria

e cantam.

 

Ele conclui o salmo com as bênçãos declaradas de Deus sobre a terra da qual tiramos nosso sustento. Apesar de amaldiçoada por causa do homem, ele a renova por causa de outro homem, seu filho unigênito!

p.s.: link da imagem original:

Contagem regressiva: Faltam 36 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 23/03/2013) e 446 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.