terça-feira, 12 de março de 2013

Salmo 54: 1-7 - APELO PARA O SOCORRO DIVINO

Salmo de Davi escrito por ocasião da traição dos zifeus que delataram que Davi estava entre eles e por duas vezes (1 Samuel 23:19; 1 Samuel 26:1) quase foram exterminados por Saul que os procuravam desesperadamente.
Em quem confiar ou no que confiar? Haverá traidores, malfeitores, homens de belial querendo nos prejudicar por causa da causa de Cristo. Gente de toda a espécie nos ronda, inclusive dentro de nossas igrejas, quando não dentro de nossas próprias casas. É por isso que o autor de provérbios, de Jeremias nos alerta e também Cristo nos alertou a sermos prudentes e sábios.
Quando formos pregar, e esse é nosso chamado de Deus, devemos estar com nossos corações ligados no trono da graça para podermos alcançar todo tipo de gente, conforme o Espírito nos guiar.
Cristo nos garantiu perseguições e a afirmação é dele, pelo seu Espírito na vida de Paulo: todos que quiserem viver piamente sofrerão perseguições! (II Timóteo 3:12 Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.)
Marcos 10:30 que não receba, já no presente, o cêntuplo de casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições; e, no mundo por vir, a vida eterna.
II Coríntios 12:10 Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nasperseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.
II Tessalonicenses 1:4 a tal ponto que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de Deus, à vista da vossa constância e fé, em todas as vossas perseguições e nas tribulações que suportais,
II Timóteo 3:11 as minhas perseguições e os meus sofrimentos, quais me aconteceram em Antioquia, Icônio e Listra, - que variadas perseguições tenho suportado! De todas, entretanto, me livrou o Senhor.
A palavra ainda diz em Mateus 5:10 “Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.”. Se assim somos perseguidos é por que somos bem-aventurados; mas se somos perseguidos por causa de escândalos ou comportamentos inadequados diante da lei e dos homens, sob nós pesa a mão de Deus.
No comentário de Calvino, em sua introdução também podemos ver tais coisas:
Davi registrou neste salmo as orações que ele ofereceu a Deus quando ele soube ter sido traído pelos Ziphites e foi reduzido a uma situação de extremo perigo. Não pode deixar de nos impressionar sua idéia elevada de fé indomável que nos mostra ele invocando o nome de Deus mesmo na perspectiva imediata da morte.
Para o músico chefe em Neginoth. Um salmo de Davi para instrução: quando os Ziphites vieram e disseram a Saul: Davi não se esconde conosco?
Sabemos da história sagrada que Davi frequentemente se escondeu naquela parte do deserto que estava adjacente aos Ziphites. Parece (1 Samuel 23:19; 1 Samuel 26: 1) que ele foi traído por eles em duas ocasiões diferentes; e ele toma conhecimento das circunstâncias particulares em que o salmo foi escrito, para nos ensinar que nunca devemos desesperar da ajuda divina mesmo na pior situação. Cercado como ele estava por tropas hostis e cercado de todos os lados por destruição aparentemente inevitável, não podemos deixar de admirar a intrepidez rara e heróica que ele mostrou ao se comprometer, pela oração, ao Todo-Poderoso. Poderia ter aparecido tão credível que Deus poderia tirar os mortos do túmulo, como ele poderia preservá-lo em tais circunstâncias; pois parecia impossível que ele escapasse da caverna onde ele estava escondido com a vida dele.
Sl 54:1 Ó Deus,
salva-me,
pelo teu nome,
e faze-me justiça,
pelo teu poder.
Sl 54:2 Escuta,
ó Deus,
a minha oração,
dá ouvidos
às palavras da minha boca.
Sl 54:3 Pois contra mim se levantam os insolentes,
e os violentos procuram tirar-me a vida;
não têm Deus diante de si.
Sl 54:4 Eis que Deus é o meu ajudador,
o SENHOR é quem me sustenta a vida.
Sl 54:5 Ele retribuirá o mal
aos meus opressores;
por tua fidelidade
dá cabo deles.
Sl 54:6 Oferecer-te-ei
voluntariamente sacrifícios;
louvarei
o teu nome, ó SENHOR,
porque é bom.
Sl 54:7 Pois me livrou
de todas as tribulações;
e os meus olhos
se enchem com a ruína dos meus inimigos.

Realmente entendo, cada vez mais que me aprofundo no livro sagrado, que o reino de Deus não é como o dos homens onde quem é mais esperto e chega na frente será o primeiro, antes aquele que piamente serve seu Deus em coração e em verdade. 
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.