quinta-feira, 7 de março de 2013

Salmo 49: 1-20 segmentado


O que vemos no Salmo 49 de Corá? Eu li e o segmentei e vi que o seu autor faz um contraste entre o ímpio e o que teme a Deus por que os ricos e suas riquezas e os sábios e suas sabedorias como o estulto e suas estultícias morrerão, mas Deus tomara para si a alma do justo.
Ele começa invocando os povos e falando que a sabedoria dará instruções por meio de sua fala. Ele procura juntar todos diante de si e falar ao rico e ao pobre, ao culto e ao néscio. Ele então começa a falar e a dizer que todos nós passamos por tribulações.
Quem dera eu pudesse escolher a minha tribulação ou a minha circunstância que terei de viver no dia de hoje. Eu não posso, mas posso, diante delas, reagir dando glórias a Deus ou rejeitando o seu conhecimento. O autor diz que nesses dias, os dias de nossas tribulações, ele não irá dar ocasião ao medo, principalmente se a tribulação estiver ocorrendo por causa do ímpio e seus caminhos tortuosos de ganância.
O homem mal tem o centro de sua confiança não em Deus, mas em suas riquezas e posses e coisas terrenas. Será que essas coisas poderão livrá-lo na hora da morte quanto tiver de enfrentar a pior de todas as tribulações de todos os seres humanos? Ele então pede a Deus que o livre que o guarde da corrupção.
Ele também vê em suas reflexões que tanto morre o sábio quanto o estulto, o rico quanto o pobre. Somente Deus pode resgatar o homem da morte tomando-o para si. Foi isso que aconteceu com Jesus, pois a morte não teve domínio sobre ele e o resgate que não podíamos pagar, ele pagou por todos nós.
No comentário de Calvino, em sua introdução, também se nota isso:
The wicked and the votaries of worldly pleasure often enjoy prosperity, while such as fear the Lord are exposed to affliction, and disposed to faint under the pressure of it. To moderate that pride which the one class is apt to feel in the midst of their success, and administer a check to the despondency of the other, the Psalmist shows what little reason we have to envy the supposed happiness of the ungodly, which, even when at its height, is vain and evanescent; and he teaches us that good men, however great their trials may be, are objects of the divine regard, and will be eventually delivered from their enemies.
To the Chief musician, a psalm of the sons of Korah. [207]
Sl 49:1 Povos todos,
escutai isto;
dai ouvidos,
moradores todos da terra,
Sl 49:2 tanto plebeus como os de fina estirpe,
todos juntamente, ricos e pobres.
Sl 49:3 Os meus lábios
falarão sabedoria,
e o meu coração
terá pensamentos judiciosos.
Sl 49:4 Inclinarei os ouvidos
a uma parábola,
decifrarei
o meu enigma ao som da harpa.
Sl 49:5 Por que hei de eu temer nos dias da tribulação,
quando me salteia a iniqüidade dos que me perseguem,
Sl 49:6 dos que confiam nos seus bens
e na sua muita riqueza se gloriam?
Sl 49:7 Ao irmão, verdadeiramente,
ninguém o pode remir,
nem pagar por ele a Deus
o seu resgate
Sl 49:8 (Pois a redenção da alma deles é caríssima,
e cessará a tentativa para sempre.),
Sl 49:9 para que continue a viver perpetuamente
e não veja a cova;
Sl 49:10 porquanto
vê-se morrerem os sábios
e perecerem tanto o estulto como o inepto,
os quais deixam a outros as suas riquezas.
Sl 49:11 O seu pensamento íntimo é
que as suas casas serão perpétuas
e, as suas moradas,
para todas as gerações;
chegam a dar seu próprio nome às suas terras.
Sl 49:12 Todavia,
o homem não permanece em sua ostentação;
é, antes,
como os animais, que perecem.
Sl 49:13 Tal proceder é estultícia deles;
assim mesmo os seus seguidores aplaudem o que eles dizem.
Sl 49:14 Como ovelhas são postos na sepultura;
a morte é o seu pastor;
eles descem diretamente para a cova,
onde a sua formosura se consome;
a sepultura é o lugar em que habitam.
Sl 49:15 Mas Deus remirá a minha alma do poder da morte,
pois ele me tomará para si.
Sl 49:16 Não temas,
quando alguém se enriquecer,
quando avultar a glória de sua casa;
Sl 49:17 pois, em morrendo,
nada levará consigo,
a sua glória não o acompanhará.
Sl 49:18 Ainda que durante a vida
ele se tenha lisonjeado,
e ainda que o louvem
quando faz o bem a si mesmo,
Sl 49:19 irá ter com a geração de seus pais,
os quais já não verão a luz.
Sl 49:20 O homem, revestido de honrarias,
mas sem entendimento,
é, antes, como os animais, que perecem.
Nada adianta nem resolve as honrarias, riquezas, sabedorias, inteligência, fama, etc sem o entendimento, pois todos nós morreremos e haveremos de ver corrupção, mas os justos resplandecerão para a glória de Deus.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 52 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 07/03/2013) e 462 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.