domingo, 3 de março de 2013

Salmo 45: 1-17 segmentado


Ninguém sabe quem foi o autor deste lindo salmo que relaciona as figuras do rei e de sua esposa, de Salomão e de sua mulher, uma estrangeira saída do Egito e, sem dúvida, aponta para Cristo e a sua igreja, pelo qual ele morreu por ela.
Ela começa falando do rei e que seu coração está transbordando ao falar dele e para ele. Ela está verdadeiramente encantada com ele, com sua beleza, sabedoria, justiça, amor, graça e verdade. Ela fala de seu reino, do seu trono e domínio que Deus lhe concedeu.
Depois, fala de quão feliz é a sua mulher e quão bela também ela é. Quando lemos e meditamos neste salmo, logo nos vem à lembrança o Senhor e a sua igreja que o aguarda aqui na terra ansiosa pelo momento de sua reunião com o seu Senhor para sempre.
No Calvin's Commentary, em sua introdução, ele aborda essas coisas e faz um pano de fundo mostrando os detalhes que acabei de expor, resumidamente.
Psalm 45
In this psalm, the grace and beauty of Solomon, his virtues in ruling the kingdom, and also his power and riches, are illustrated and described in terms of high commendation. More especially, as he had taken to wife a stranger out of Egypt, the blessing of God is promised to him in this relationship, provided the newly espoused bride, bidding adieu to her own nation, and renouncing all attachment to it, devote herself wholly to her husband. At the same time, there can be no doubt, that under this figure the majesty, wealth, and extent of Christ's kingdom are described and illustrated by appropriate terms, to teach the faithful that there is no felicity greater or more desirable than to live under the reign of this king, and to be subject to his government.
To the chief musician upon the lilies; of the sons of Korah; for instruction; a song of loves.
It is well known that this psalm was composed concerning Solomon; but it is uncertain who was its author. It is, in my opinion, probable, that some one of the prophets or godly teachers (whether after Solo-men's death, or while he was yet alive, it is of no importance to inquire) took this as the subject of his discourse, with the design of showing, that whatever excellence had been seen in Solomon had a higher application. This psalm is called a song of loves, not, as some suppose, because it illustrates the fatherly love of God, as to the benefits which he had conferred in such a distinguished manner upon Solomon, but because it contains an expression of rejoicing on account of his happy and prosperous marriage. Thus the words, of loves, are put for a descriptive epithet, and denote, that it is a love-song. Indeed, Solomon was called ydydyh, Yedidyah, which means beloved of the Lord, 2 Samuel 12:25. But the context, in my opinion, requires that this term yrydvt, yedidoth, that is to say, loves, be understood as referring to the mutual love which husband and wife ought to cherish towards each other. But as the word loves is sometimes taken in a bad sense, and as even conjugal affection itself, however well regulated, has always some irregularity of the flesh mingled with it; this song is, at the same time, called mskyl, maskil, to teach us, that the subject here treated of is not some obscene or unchaste amours, but that, under what is here said of Solomon as a type, the holy and divine union of Christ and his Church is described and set forth. As to the remaining part of the inscription, interpreters explain it in various ways. svsn, shushan, properly signifies a lily; and the sixtieth psalm has in its inscription the same term in the singular number. Here, and in the eightieth psalm, the plural number is employed. It is therefore probable, that it was either the beginning of a common song, or else some instrument of music. But as this is a matter of no great consequence, I give no opinion, but leave it undecided; for, without any danger to the truth, every one may freely adopt on this point whatever view he chooses.
Sl 45:1 De boas palavras
transborda o meu coração.
Ao Rei consagro
o que compus;
a minha língua é
como a pena de habilidoso escritor.
Sl 45:2 Tu és o mais formoso dos filhos dos homens;
nos teus lábios se extravasou a graça;
por isso, Deus te abençoou para sempre.
Sl 45:3 Cinge a espada no teu flanco, herói;
cinge a tua glória e a tua majestade!
Sl 45:4 E nessa majestade cavalga prosperamente,
pela causa da verdade e da justiça;
e a tua destra
te ensinará proezas.
 Sl 45:5 As tuas setas são agudas,
penetram o coração dos inimigos do Rei;
os povos caem submissos a ti.
Sl 45:6 O teu trono, ó Deus,
é para todo o sempre;
cetro de eqüidade
é o cetro do teu reino.
Sl 45:7 Amas a justiça
e odeias a iniqüidade;
por isso, Deus, o teu Deus,
te ungiu com o óleo de alegria,
como a nenhum dos teus companheiros.
Sl 45:8 Todas as tuas vestes
recendem a mirra, aloés e cássia;
de palácios de marfim ressoam instrumentos de cordas
que te alegram.
Sl 45:9 Filhas de reis
se encontram entre as tuas damas de honra;
à tua direita
está a rainha adornada de ouro finíssimo de Ofir.
Sl 45:10 Ouve, filha; vê, dá atenção;
esquece o teu povo e a casa de teu pai.
Sl 45:11 Então, o Rei cobiçará a tua formosura;
pois ele é o teu senhor;
inclina-te perante ele.
Sl 45:12 A ti virá a filha de Tiro
trazendo donativos;
os mais ricos do povo
te pedirão favores.
Sl 45:13 Toda formosura
é a filha do Rei no interior do palácio;
a sua vestidura
é recamada de ouro.
Sl 45:14 Em roupagens bordadas
conduzem-na perante o Rei;
as virgens,
suas companheiras que a seguem,
serão trazidas à tua presença.
Sl 45:15 Serão dirigidas com alegria e regozijo;
entrarão no palácio do Rei.
Sl 45:16 Em vez de teus pais,
serão teus filhos,
os quais farás príncipes por toda a terra.
Sl 45:17 O teu nome,
eu o farei celebrado de geração a geração,
e, assim, os povos
te louvarão para todo o sempre.
A igreja aguarda o seu Senhor e no seu íntimo diz: Maranata! Ora, vem Senhor Jesus! Vem ao encontro de sua noiva que se encontra pronta e adornada te aguardando. A natureza e todas as coisas criadas aguardam o momento da volta de Jesus onde haverá a reconciliação e a renovação de tudo.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 56 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 03/03/2013) e 466 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.