terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Salmo 26: 1-6 - DAVI NOS ENSINA A PEDIR A JUSTIÇA DE DEUS

Davi continua neste salmo a pedir a justiça de Deus por causa das perseguições e ameaças que vem sofrendo ao longo de sua jornada. Ele mesmo sabe que tudo vem do Senhor, mas não entende por que tanta perseguição e ai pede para Deus examiná-lo.
Será que há algo ruim em mim, em meu coração e em meus pensamentos? Por que tanta perseguição e ódio? Ele começa a examinar-se a si mesmo e isso nos reporta para o Filho de Deus, o Messias que viria um pouco mais para frente.
O que fez o Senhor de errado para obter dos homens a quem veio salvar tanta indignação, incompreensão, ódio e perseguições? Ele nos amou e ainda nos deu a sua vida em prova de seu amor. Ele nos mostrou o Pai e tirou de nós as tradições dos homens. Ele nos revelou o Senhor e nos mostrou o diabo, mesmo assim, o crucificamos e o condenamos à morte.
Às vezes nos perguntamos por que Senhor? Esquecer-te-ás para sempre de mim? E não entendemos por que não chegou a nossa vez, sendo que tudo fizemos ou procuramos fazer da forma correta. Oramos, jejuamos, buscamos, louvamos e o que temos recebido se não perseguições e esquecimentos quando algo bom parece estar a caminho?
Deus tem o seu devido tempo para todas as coisas e nós não podemos nos desanimarmos como os demais. Somente o fato de sermos seus filhos e pertencermos à família de Deus e sermos irmãos de Jesus e coherdeiros com ele... Não há nada que se possa comparar a isso. Por que então ficamos com inveja dos demais?
Este salmo, em sua maior parte, é semelhante ao precedente. O profeta, oprimido com inúmeros erros, e não encontrando nenhum socorro no mundo, implora a ajuda de Deus, pedindo-lhe que empreenda a causa de um homem injustamente afligido e afirme sua inocência. E, como sua disputa foi com os hipócritas, ele apela ao julgamento de Deus, reprovando-os por fazer uma falsa profissão do nome de Deus. Na conclusão, como se ele tivesse obtido seu desejo, ele prometeu um sacrifício de louvor a Deus por sua libertação.
Um salmo de David.
Sl 26:1 Faze-me justiça,
SENHOR,
pois tenho andado na minha integridade
e confio no SENHOR,
sem vacilar.
Sl 26:2 Examina-me,
SENHOR,
e prova-me;
sonda-me o coração
e os pensamentos.
Sl 26:3 Pois a tua benignidade,
tenho-a perante os olhos
e tenho andado na tua verdade.
Sl 26:4 Não me tenho assentado com homens falsos
e com os dissimuladores não me associo.
Sl 26:5 Aborreço a súcia de malfeitores
e com os ímpios não me assento.
Sl 26:6 Lavo as mãos na inocência
e, assim, andarei,
SENHOR,
ao redor do teu altar,
Sl 26:7 para entoar, com voz alta,
os louvores
e proclamar
as tuas maravilhas todas.
Sl 26:8 Eu amo,
SENHOR,
a habitação de tua casa
e o lugar onde tua glória assiste.
Sl 26:9 Não colhas a minha alma
com a dos pecadores,
nem a minha vida
com a dos homens sanguinários,
Sl 26:10 em cujas mãos há crimes
e cuja destra está cheia de subornos.
Sl 26:11 Quanto a mim, porém,
ando na minha integridade;
livra-me
e tem compaixão de mim.
Sl 26:12 O meu pé
está firme em terreno plano;
nas congregações,
bendirei o SENHOR.
Depois de seu lamento e oração a Deus mostrando que tem sido fiel e procurado estar na presença de Deus em integridade e obediência, ele levanta a cabeça para adorar ao seu Deus reconhecendo-o como o Senhor digno de toda a adoração e louvor.

Finalmente, ele renova a sua aliança com Deus e promete para si mesmo e para seu Deus que continuará firme em sua jornada bendizendo ao Senhor no meio das congregações. Querido, você que começou a buscar ao Senhor de todo o seu coração: não desanime, pois há recompensas para sua esperança no Senhor. Go ahead!!!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.