segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Salmo 25: 1-22 segmentado


Davi, neste salmo, está angustiado por causa de seus inimigos e perseguições devidas aos seus comportamentos em consequência de seus pecados. Ah, se pudéssemos ter os benefícios do pecado, mas não levarmos junto as suas consequências, então, este mundo seria ainda pior em questões de justiça e de direito.
Então, agradecemos a Deus por suas consequências naturais, lógicas e esperadas – tem gente que acha que não vai acontecer nada e aposta na sorte que nem existe; não existe sorte, mas Deus – assim, toda vez que nos metemos em algum rolo que desagrade a Deus, inevitavelmente, para o nosso bem, lá vem os anexos.
O pecado é uma afronta a Deus, um ato de violência e de desrespeito que trazem destruição e morte para nós e para o nosso próximo. O pecado deve ser odiado, desprezado, repugnado. Enquanto pecarmos e acharmos que não fizemos mal algum estaremos no domínio do diabo querendo satisfazer-lhes todos os seus desejos.
A solução do pecado ou para o pecado, Davi conhecia muito bem: o perdão de Deus! E ele sabia que poderia ter esse perdão, por isso, primeiro se aproxima a Deus misericordioso pedindo o seu perdão. Deus perdoa os nossos pecados por causa de Cristo, mas põe uma condição importante que também perdoemos os que nos tem ofendido! Assim, um dos segredos do ser perdoado é perdoar!
Somente depois disso é que ele está livre diante de Deus e dos homens para reconstruir e fazer tudo certo novamente.
This psalm consists of meditations mingled with prayers. Being rudely treated, and grievously distressed, by the cruelty of his enemies, David, in order to obtain assistance from God, first acknowledges that God had justly made use of this as a means of chastising and punishing him for his sins; and, therefore, he prays for their forgiveness, that he may at once enjoy assurance of the divine favor, and obtain deliverance. He then implores the aid of the Holy Spirit, that, sustained by it, he might, even in the midst of so many temptations, continue in the fear of God. And in various places he intermingles meditation, as the means of stirring up himself to increased confidence in God, and of withdrawing his thoughts from the allurements of the world.
A Psalm of David.
Sl 25:1 A ti,
SENHOR,
elevo a minha alma.
Sl 25:2 Deus meu,
em ti confio;
não seja eu envergonhado,
nem exultem sobre mim os meus inimigos.
Sl 25:3 Com efeito, dos que em ti esperam,
ninguém será envergonhado;
envergonhados serão
os que,
sem causa,
procedem traiçoeiramente.
Sl 25:4 Faze-me,
SENHOR,
conhecer os teus caminhos,
ensina-me
as tuas veredas.
Sl 25:5 Guia-me
na tua verdade
e ensina-me,
pois tu és o Deus da minha salvação,
em quem eu espero todo o dia.
Sl 25:6 Lembra-te,
SENHOR,
das tuas misericórdias
e das tuas bondades,
que são desde a eternidade.
Sl 25:7 Não te lembres
dos meus pecados da mocidade,
nem das minhas transgressões.
Lembra-te de mim,
segundo a tua misericórdia,
por causa da tua bondade,
ó SENHOR.
Sl 25:8 Bom e reto
é o SENHOR,
por isso,
aponta o caminho aos pecadores.
Sl 25:9 Guia os humildes
na justiça
e ensina aos mansos
o seu caminho.
Sl 25:10 Todas as veredas do SENHOR
são misericórdia
e verdade para os que
guardam a sua aliança
e os seus testemunhos.
Sl 25:11 Por causa do teu nome,
SENHOR,
perdoa a minha iniqüidade,
que é grande.
Sl 25:12 Ao homem que teme ao SENHOR,
ele o instruirá no caminho que deve escolher.
Sl 25:13 Na prosperidade
repousará a sua alma,
e a sua descendência
herdará a terra.
Sl 25:14 A intimidade do SENHOR
é para os que o temem,
aos quais
ele dará a conhecer a sua aliança.
Sl 25:15 Os meus olhos
se elevam continuamente ao SENHOR,
pois ele me tirará os pés do laço.
Sl 25:16 Volta-te
para mim
e tem compaixão,
porque estou sozinho e aflito.
Sl 25:17 Alivia-me
as tribulações do coração;
tira-me
das minhas angústias.
Sl 25:18 Considera
as minhas aflições
e o meu sofrimento
e perdoa todos os meus pecados.
Sl 25:19 Considera
os meus inimigos,
pois são muitos
e me abominam com ódio cruel.
Sl 25:20 Guarda-me
a alma
e livra-me;
não seja eu envergonhado,
pois em ti me refugio.
Sl 25:21 Preservem-me
a sinceridade
e a retidão,
porque em ti espero.
Sl 25:22 Ó Deus,
redime a Israel
de todas as suas tribulações.
No verso 8 e 12 deste salmo, Davi fala que Deus nos instruirá no caminho que deveremos seguir. Aqui está o segredo para aqueles que querem uma direção certa e não querem errar, mas estarem no centro da vontade de Deus. O Senhor aponta os caminhos aos pecadores e aos que o temem ele instruirá nas suas escolhas!
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 76 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 10/02/2013) e 486 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.