sábado, 9 de fevereiro de 2013

Salmo 23: 1-6 - O SENHOR É O MEU PASTOR

Sem dúvida um dos mais belos salmos da Bíblia o qual é citado e cantado por muitas gerações e povos por todo o mundo. Também famoso nos cinemas, na arte em geral e em tantos outros lugares. Muita gente o tem decorado, como por exemplo, eu mesmo.
Foi Davi quem fez este salmo e assim ele se expressou ao falar ou deixar que o Espírito Santo falasse por sua boca. Estudiosos da língua hebraica tem afirmado que o primeiro versículo melhor ficaria interpretado se fosse da seguinte maneira:
“O SENHOR É O MEU PASTOR, ELE NÃO ME FALTARÁ!”. Ele aqui entendido claramente como o Senhor. Isto para distinguir o Senhor da bênção, do Senhor. Há muitos que se dirigem a Deus não pelo que ele é digno de toda glória, louvor e adoração, mas pelo que ele pode fazer por eles.
Muitos há que somente querem a felicidade, a prosperidade, os bens, a saúde, a paz, o sucesso, o restante, não interessa. Quem corre somente atrás da bênção, jamais a alcançará porque ela fará asas para si e se, por ventura a alcançarem, ela se desfará em suas mãos.
Calvino comentou sobre este salmo:
Este salmo não está misturado com orações, nem se queixa de misérias com o propósito de obter alívio; Mas contém simplesmente uma ação de graças, da qual parece que ela foi composta quando Davi obteve a possessão pacífica do reino, e viveu em prosperidade e no prazer de tudo que ele poderia desejar. Para que ele não seja, portanto, no tempo de sua grande prosperidade, seja como homens mundanos, que, quando parecem ser afortunados, enterram Deus no esquecimento e mergulham luxuosamente em seus prazeres, ele se deleita em Deus, o autor de todas as bênçãos que ele desfrutava. E ele não só reconhece que o estado de tranquilidade em que ele agora vive, e sua isenção de todos os inconvenientes e problemas, é devido à bondade de Deus; mas ele confia que, através da sua providência, ele continuará feliz até o fim de sua vida e, para esse fim, ele pode entregar-se em seu puro culto.
Um salmo de David.
 Sl 23:1 O SENHOR
é o meu pastor;
nada me faltará.
Sl 23:2 Ele me faz repousar em pastos verdejantes.
Leva-me para junto das águas de descanso;
Sl 23:3 refrigera-me a alma.
Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.
Sl 23:4 Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte,
não temerei mal nenhum,
porque tu estás comigo;
o teu bordão
e o teu cajado
me consolam.
Sl 23:5 Preparas-me uma mesa
na presença dos meus adversários,
unges-me a cabeça
com óleo;
o meu cálice transborda.
Sl 23:6 Bondade
e misericórdia
certamente me seguirão todos os dias da minha vida;
e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre.
Embora tenha sua aplicação direta para a época em que o salmo foi composto, onde Davi enfrentava tempos de paz e prosperidade e assim fez suas ações de graça, podemos também aplicá-lo tranquilamente ao Messias e aos seus seguidores em todos os tempos.

O Senhor continua nosso Pastor e ele não nos falta. Ele continua a nos dirigir, a nos guiar e a nos conduzir às águas tranquilas de sua palavra, a nos proteger e nos livrar de todo mal, a nos envolver com a sua presença e a nos preparar um banquete que durará toda a vida na presença do Senhor com a vida eterna que ele nos prometeu. É muita bênção, pare de correr e descanse no Senhor!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.