quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Salmo 21: 1-13 - AÇÕES DE GRAÇA PELA VITÓRIA

Aqui o salmo começa com o Senhor e com o rei que está alegre e exulta com o Deus de sua salvação. Não dá para governar este mundo nem aqueles que Deus confiou a nós para termos certo domínio e responsabilidade sem a ajuda de Deus.
Ele também, o Senhor, é rei e também tem um reino e um trono, e um domínio. Assim, nós também temos de certa forma que produzir aquilo que o Senhor comunica conosco: sua justiça, juízo, misericórdia, bondade e amor.
No comentário de Calvino, apenas a introdução, temos:
Este salmo contém uma ação de graças pública e solene para a próspera e feliz condição do rei. Seu assunto é quase o mesmo do salmo anterior. No primeiro, foi estabelecida uma forma comum de oração, que foi projetada para estimular em todo o povo uma preocupação séria pela preservação da cabeça real. Nisto, mostra-se que a segurança e a prosperidade do rei devem produzir alegria pública e geral em todo o reino, na medida em que Deus, por esse meio, pretende preservar todo o corpo em segurança. Mas, acima de tudo, era o jeito especial do Espírito Santo aqui direcionar as mentes dos fiéis a Cristo: o fim e a perfeição deste reino, e ensiná-los que no Senhor e somente nele, há salvação.
Para o principal músico. Um salmo de David.
Davi fala de si mesmo, mas a palavra alcança o Messias. Deus escolheu Davi, seus salmos, vida e reflexões para nos trazer detalhes precisos e preciosos do próprio Cristo que haveria de vir e veio na época certa. A relação rei e Senhor pode muito bem ser entendida entre o Deus Pai e o Deus Filho.
Sl 21:1 Na tua força,
SENHOR,
o rei se alegra!
E como exulta
com a tua salvação!
Sl 21:2 Satisfizeste-lhe
o desejo do coração
e não lhe negaste as súplicas dos seus lábios.
Sl 21:3 Pois o supres das bênçãos de bondade;
pões-lhe na cabeça uma coroa de ouro puro.
Sl 21:4 Ele te pediu vida,
e tu lha deste;
sim,
longevidade para todo o sempre.
Sl 21:5 Grande lhe é a glória da tua salvação;
de esplendor e majestade o sobrevestiste.
Sl 21:6 Pois o puseste por bênção
para sempre
e o encheste de gozo com a tua presença.
Sl 21:7 O rei
confia no SENHOR
e pela misericórdia do Altíssimo
jamais vacilará.
Sl 21:8 A tua mão
alcançará todos os teus inimigos,
a tua destra
apanhará os que te odeiam.
Sl 21:9 Tu os tornarás
como em fornalha ardente,
quando te manifestares;
o SENHOR,
na sua indignação,
os consumirá,
o fogo
os devorará.
Sl 21:10 Destruirás da terra
a sua posteridade
e a sua descendência,
de entre os filhos dos homens.
Sl 21:11 Se contra ti
intentarem o mal
e urdirem intrigas,
não conseguirão efetuá-los;
Sl 21:12 porquanto
lhes farás voltar as costas
e mirarás o rosto deles com o teu arco.
Sl 21:13 Exalta-te,
SENHOR,
na tua força!
Nós cantaremos
e louvaremos o teu poder.

Como  no salmo precedente, Davi está exaltando o Senhor na sua força certo de que a ele devemos cantar e louvar. Quem poderá se levantar contra o Senhor e contra os seus protegidos que de dia e de noite clamam a ele?
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.