quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Salmo 20: 1-9 - ORAÇÃO A FAVOR DO REI (AUTORIDADES)

Este é o belo Salmo 20, salmo que eu, Daniel Deusdete, e minha esposa dedicamos a nossa linda filha Isabel Cristina. Ela já conhece este salmo quase de cor. Ele é muito lindo e nas lutas que temos com problemas de saúde e outras dificuldades, sempre usamos seus dizeres como se fossem palavras proféticas.
Aqui, Davi invoca ao Senhor por alguém desejando a esta pessoa o que ele tem de mais especial, ou seja, sua oração intercessória. Por quem Davi está orando? Uma oração comum da igreja pelo rei (autoridades) de Israel. É como se ele propusesse a forma de se orar pelo rei, que naturalmente era ele mesmo.
Vejamos o que nos diz Calvino em seu início do comentário deste salmo ao falar de forma geral:
Este salmo contém uma oração comum da Igreja em favor do rei de Israel, que Deus o socorrerá em perigo; e em nome de seu reino, que Deus o manteria em segurança e o faria prosperar; pois na pessoa de Davi se concentrou a segurança e o bem-estar de toda a comunidade. A isso, acrescenta-se uma promessa de que Deus presidirá o reino do qual ele foi o fundador, e o supervisionou de maneira a garantir sua preservação contínua.
Para o principal músico. Um salmo de David.
Resposta às orações, proteção, socorro em tempo oportuno, sustento, livramentos... Hoje, por exemplo, tive um péssimo começo de dia ao atravessar um sinal vermelho que acabara de fechar. Era para eu ter parado, mas quis ganhar tempo e por ele paguei caro! Fui flagrado pelas câmeras fotográficas e logo, logo, estarei recebendo em casa o preço de meu ato precipitado.
Certamente...
Deus nos livra e nos protege, mas quando avançamos suas leis, estamos sujeitos ao magistrado e a palavra de Deus diz:
Romanos 13:3 Porque os magistrados não são para temor, quando se faz o bem, e sim quando se faz o mal. Queres tu não temer a autoridade? Faze o bem e terás louvor dela,...
Eu não fiz o bem, logo deverei temê-la. Senhor, perdoe-me e não me deixes cair em tentação. Amém!
Sl 20:1 O SENHOR
te responda
no dia da tribulação;
o nome do Deus de Jacó
te eleve em segurança.
Sl 20:2 Do seu santuário
te envie socorro
e desde Sião
te sustenha.
Sl 20:3 Lembre-se
de todas as tuas ofertas de manjares
e aceite
os teus holocaustos.
Sl 20:4 Conceda-te
segundo o teu coração
e realize
todos os teus desígnios.
Sl 20:5 Celebraremos
com júbilo
a tua vitória
e em nome do nosso Deus
hastearemos pendões;
satisfaça o SENHOR
a todos os teus votos.
Sl 20:6 Agora, sei
que o SENHOR salva o seu ungido;
ele lhe responderá
do seu santo céu
com a vitoriosa força de sua destra.
Sl 20:7 Uns confiam em carros,
outros, em cavalos;
nós, porém,
nos gloriaremos em o nome do SENHOR,
nosso Deus.
Sl 20:8 Eles se encurvam e caem;
nós, porém,
nos levantamos
e nos mantemos de pé.
Sl 20:9 Ó SENHOR,
dá vitória ao rei;
responde-nos,
quando clamarmos.
Não devemos confiar apenas em nossa força, ou sorte, ou em nossos belos e fortes cavalos, por que a vitória não vem disso, mas do Senhor que tudo controla e governa. Por isso que o Espírito Santo insiste conosco para orarmos de contínuo a Deus. Que o Senhor nos ajude a manter essa regularidade nas orações!
Quando oramos, estamos sendo movidos por Deus que já começou a nos abençoar somente pelo fato de estarmos em oração e jejum. Quando não, cuidado! É bom ligar o pisca-alerta e buscar onde erramos, voltar, corrigir, pedir perdão a Deus e recomeçar tudo novamente. Mais grave ainda... é que estaremos dando aquelas brechas que não deveríamos dar...
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.