sábado, 26 de janeiro de 2013

Salmo 9: 1-20 segmentado


Davi inicia este abençoado salmo falando de louvores e que a Deus se derramaria por reconhecer que ele Deus reina e tem domínio sobre todas as coisas. A Deus todo louvor ou a Deus toda a glória, devia ser a regra geral de Davi diante de qualquer situação.
Ele vive aqui um gozo e regozijo por suas vitórias, mas ele tributa a Deus seus resultados. Ainda que em algo venha a fracassar ou perder, Davi jamais perdia a sua fé firme e invencível.
Vejam o que nos diz as primeiras linhas do Comentário de Calvino sobre este lindo salmo de Davi:
David, after having recounted the former victories which he had gained, and exalted in lofty strains the grace and power of God in their happy issue, now again, when he sees new enemies and dangers rising up, implores the protection of the same God by whom he had before been delivered, and beseeches him to overthrow the pride of his enemies.
To the chief musician Almuth Laben. A Psalm of David.
This inscription is variously explained. Some translate it, Upon the death of Laben, and are of opinion that he was one of the chief captains of David's enemies. Others are inclined to think it was rather a fictitious name, and that Goliath is the person spoken of in this psalm. According to others, it was a musical instrument. But to me it seems a more correct, or, at least, (as I am accustomed to speak when the matter is obscure, [155] a more probable opinion, that it was the beginning of some well-known song, to the tune of which the psalm was composed. The disputes of interpreters as to what victory David here celebrates, in my judgment, are unnecessary, and serve no good purpose. In the first place, their opinion that it is a song of victory, in which David simply gives thanks to God, is confuted, and shown to be erroneous from the scope of the psalm. The greater part is indeed occupied in singing the praises of God, but the whole ought to be considered as a prayer; in which, for the purpose of elevating his mind to confidence in God, he calls to his remembrance, according to his usual manner, by what wonderful displays of the power of God he had formerly been delivered from the violence and power of his enemies. It is therefore a mistake to limit to one victory this thanksgiving, in which he intended to comprehend many deliverances.
Ao ler este salmo e segmentá-lo notei em Davi um forte clamor e apelo à justiça! Para apelar dessa forma, ou ele buscava a justiça ou estava sendo injustiçado ou via muitas injustiças. Ele conhece o seu Deus o qual é justo e se admira porque não faria justiça a própria justiça?
Davi fala de justiça, de governo, de administração, de reino, de trono, de juiz, em fim, fala de Deus e de sua providência. Deus é o seu Pai e também o justo juiz de toda a terra!
Sl 9:1 Louvar-te-ei, SENHOR,
de todo o meu coração;
contarei
todas as tuas maravilhas.
Sl 9:2 Alegrar-me-ei
e exultarei
em ti;
ao teu nome,
ó Altíssimo,
eu cantarei louvores.
Sl 9:3 Pois, ao retrocederem os meus inimigos,
tropeçam
e somem-se da tua presença;
Sl 9:4 porque sustentas o meu direito
e a minha causa;
no trono te assentas
e julgas retamente.
Sl 9:5 Repreendes as nações,
destróis o ímpio
e para todo o sempre
lhes apagas o nome.
Sl 9:6 Quanto aos inimigos,
estão consumados,
suas ruínas são perpétuas,
arrasaste as suas cidades;
até a sua memória pereceu.
Sl 9:7 Mas o SENHOR
permanece no seu trono eternamente,
trono que erigiu para julgar.
Sl 9:8 Ele mesmo
julga o mundo
com justiça;
administra os povos
com retidão.
Sl 9:9 O SENHOR é também
alto refúgio
para o oprimido,
refúgio
nas horas de tribulação.
Sl 9:10 Em ti,
pois,
confiam
os que conhecem o teu nome,
porque tu,
SENHOR,
não desamparas
os que te buscam.
Sl 9:11 Cantai louvores ao SENHOR,
que habita em Sião;
proclamai entre os povos
os seus feitos.
Sl 9:12 Pois aquele
que requer o sangue
lembra-se deles
e não se esquece
do clamor dos aflitos.
Sl 9:13 Compadece-te de mim,
SENHOR;
vê a que sofrimentos
me reduziram os que me odeiam,
tu que me levantas
das portas da morte;
Sl 9:14 para que,
às portas da filha de Sião,
eu proclame todos os teus louvores
e me regozije da tua salvação.
Sl 9:15 Afundam-se as nações
na cova que fizeram,
no laço que esconderam,
prendeu-se-lhes o pé.
Sl 9:16 Faz-se conhecido
o SENHOR,
pelo juízo que executa;
enlaçado está o ímpio
nas obras de suas próprias mãos.
Sl 9:17 Os perversos
serão lançados no inferno,
e todas as nações
que se esquecem de Deus.
Sl 9:18 Pois o necessitado não será
para sempre esquecido,
e a esperança dos aflitos
não se há de frustrar perpetuamente.
Sl 9:19 Levanta-te,
SENHOR;
não prevaleça o mortal.
Sejam as nações
julgadas na tua presença.
Sl 9:20 Infunde-lhes,
SENHOR,
o medo;
saibam as nações
que não passam de mortais.
Triste será o fim dos que se deixam levar pelo engano e pela mentira e que tiram conclusões absurdas deste mundo imaginando que não há um Deus soberano que tudo governa. Haverá, no entanto, um lugar para abrigar todos esses: o inferno!
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 92 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 26/01/2013) e 502 dias para a Copa, sem álcool nos estádios....
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.