quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Salmo 13: 1-6 - DAVI SE MOSTRA CANSADO DE TANTO ESPERAR, MAS NÃO DESISTE DE AD(ORAR)

Neste salmo podemos notar um coração que está aflito, que tem clamado de dia e de noite e a resposta esperada parece não ter vindo ainda, mas continua a aguardar e a orar. O final é surpreendente, pois iria se esperar uma queixa ou algo assim, mas o que vemos é um ato de adoração a Deus.
Muitas vezes temos um problemão que insiste em permanecer em nós ou em nossa casa, às vezes na nossa própria vida, às vezes nas vidas daqueles que são muito próximos a nós, por anos a fio. Parece até que nunca terá solução e quanto mais mexemos no problema, mais parece o mesmo se agravar.
São geralmente problemas longos os relacionados à saúde, às finanças, aos vícios. Aqui Davi está cansado da perseguição. Havia uma promessa na sua vida, mas esta demorava-se a se cumprir.
Vejam o que nos diz as primeiras linhas do Comentário de Calvino sobre este lindo salmo de Davi:
O assunto deste salmo é quase o mesmo que o anterior. Davi, afligido, não só com o sofrimento mais profundo, mas também sentindo-se, por assim dizer, dominado por uma longa sucessão de calamidades e aflições multiplicadas, implora a ajuda e o socorro de Deus, o único remédio que lhe restava. Por fim, tendo coragem, ele entretém a esperança segura da vida a partir da promessa de Deus, mesmo em meio aos terrores da morte.
Para o principal músico. Uma música de David.
“Até quando?” – você também já orou assim?
Sl 13:1 Até quando, SENHOR?
Esquecer-te-ás de mim para sempre?
Até quando
ocultarás de mim o rosto?
Sl 13 13:2 Até quando
estarei eu relutando dentro de minha alma,
com tristeza no coração cada dia?
Até quando
se erguerá contra mim o meu inimigo?
Sl 13 13:3 Atenta para mim,
responde-me, SENHOR, Deus meu!
Ilumina-me os olhos,
para que eu não durma o sono da morte;
 Sl 13 13:4 para que não diga o meu inimigo:
Prevaleci contra ele;
e não se regozijem os meus adversários,
vindo eu a vacilar.
Sl 13 13:5 No tocante a mim,
confio na tua graça;
regozije-se o meu coração
na tua salvação.
Sl 13 13:6 Cantarei ao SENHOR,
porquanto me tem feito muito bem.


Davi encerra o salmo em que ele vai construindo seu desespero com uma palavra final de salvação e de esperança. Davi conhecia o Senhor e por isso poderia orar dessa forma, tão próxima. Aqui, Davi nos ensina a orar!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.