quarta-feira, 25 de novembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 127/365

Minha LBH: Li até o capítulo 12 de 2 Crônicas e no livro NÃO ERA PARA SER ASSIM – Um resumo da dinâmica e natureza do pecado, de Cornelius Platinga Jr, ed. Cultura Cristã, avancei para a página 51/204.

 

Ontem, excepcionalmente, tivemos reunião na ARCA DA ALIANÇA, pois nesta quinta-feira, fui convidado a pregar no culto de ação de graças da Primeira Igreja Presbiteriana de Taguatinga (espero você lá!). Hoje, na mesma igreja, teremos o nosso culto cuja campanha é pelos impossíveis. Se você tem uma causa impossível, eu o convido e o desafio a colocar essa causa diante do Senhor. (espero você lá!).

 

Eu iria falar das dádivas e dar seqüência ao tema de ação de graças, mas resolvi postar nossa atividade de ontem na Arca onde tivemos a nossa sessão pipoca com refrigerantes. O filme exibido foi providenciado pela Ledi e, abaixo, segue nossa impressão sobre o filme exibido.

 

Nome do filme: O FAZENDEIRO E DEUS.

 

Ontem, tivemos uma gostosa e agradável noite de sessão pipoca e refrigerante onde tivemos a oportunidade de assistir um lindo filme evangélico baseado em fatos reais que narra a história de um fazendeiro e sua família e seu relacionamento com Deus.

 

No inglês, o nome do filme é FAITH LIKE POTATOES (fé como batatas). Foi muito edificante ver, curtir todos nós juntos as lutas, sofrimentos, alegrias e tristezas, derrotas, frustrações e grandes vitórias, para mim, de toda a família, incluindo os trabalhadores zulus que se achegaram ao ator principal buscando trabalho.

 

A sinopse do filme escrita no verso da fita diz: "Um fazendeiro mudou-se para a África do Sul com a famíliae sofre uma série de perdas que julga ser incapaz de superar. Com amizades insólitas e intervenção divina providencial, ele descobre o verdadeiro propósito de sua vida e uma crença inabalável no poder da fé. A história de vida comovente de um homem que assim como as suas batatas , desenvolve as raízes da fé,que só se tornam viáveis quando chega a hora da colheita.".

 

O elenco do filme: Elenco: Frank Rautenbach ... Angus Buchan; Jeanne Neilson ... Jill Buchan; Hamilton Dlamini ... Simeon; Sean Cameron Michael ... Fergus Buchan; Casper Badenhorst ... Koos; Matthew Dylan Roberts ... Percy; Anton Treurnich ... Steyn; Candice D'Arcy ... Joanne; Morné Theunissen ... John; Rochelle Buchan ... Morag.

 

Se você ainda não assistiu, nós da Arca da Aliança recomendamos. Muitas coisas nos marcaram nesse filme:

 

A mulher do fazendeiro foi excepcional: batalhadora, de oração, fiel, sempre apoiando, acreditando, incentivando, muitas vezes sofrendo calada, mas sem desanimar. Inclusive levou os solteiros a exclamarem: eu quero que minha mulher seja assim!

 

O ator principal era aquele homem trabalhador, mas bruto, rústico e tinha tudo para cair nos vícios, na violência, mas a sua mulher foi o diferencial que o levou aos pés de Jesus. Quando se converteu, tornou-se mesmo crente. Crente de verdade! Pregador! Homem de fé! Transformado foi capaz de lotar um estádio e se dedicar ao Reino de Deus e sua Justiça. A sua fé, demonstrada ao longo do filme e, principalmente, por ocasião da plantação de batatas, mexeu comigo a ponto de eu me questionar se realmente a fé que eu tenho é uma fé como a de Angus Buchan. Sua mulher que já era boa, agora tinha um sorriso de orelha a orelha.

 

A família: sempre unida. Lutas e mais lutas, mas unida. A família venceu por conta da mulher e de sua fé. A mulher sábia edifica o seu lar! "Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos." (Pv 14:1). Gostei de ver essa família e sua união e firmeza numa terra distante em meio a estrangeiros. Pensei muito nos missionários.

 

No filme encontramos: valorização da família, conversão genuína, fé – muita fé, união, amizade, trabalho e prosperidade. Gostamos e recomendamos.

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.