terça-feira, 10 de novembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 112/365

Minha LBH: 2 Reis 21:26. Hoje é aniversário de minha queridinha irmãzinha de meu coração: te amo, minha querida “Fubazinha”...rs...rs...
 
Por duas vezes está registrado na Bíblia em 2 Reis 19:20 e 20:5 que o Senhor ouviu a oração de Ezequias. No primeiro caso, livrou o povo de Judá das mãos do rei da Assíria, Senaqueribe e no segundo caso, tendo sido divinamente advertido que iria falecer (você gostaria de ter o “privilégio” de ser avisado do dia de sua morte? Ora, Ezequias foi divinamente avisado!), Ezequias voltou a orar ao Senhor e foi ouvido, tendo o Senhor lhe concedido mais 15 anos.
 
É interessante observar a oração de Ezequias e a reproduzo abaixo. Ela pode nos servir de modelo de oração, pois de fato é muito interessante:
 
Tendo Ezequias recebido a carta das mãos dos mensageiros, leu-a; então, subiu à Casa do SENHOR, estendeu-a perante o SENHOR e orou perante o SENHOR, dizendo: Ó SENHOR, Deus de Israel, que estás entronizado acima dos querubins, tu somente és o Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra. Inclina, ó SENHOR, o ouvido e ouve; abre, SENHOR, os olhos e vê; ouve todas as palavras de Senaqueribe, as quais ele enviou para afrontar o Deus vivo. Verdade é, SENHOR, que os reis da Assíria assolaram todas as nações e suas terras e lançaram no fogo os deuses deles, porque deuses não eram, senão obra de mãos de homens, madeira e pedra; por isso, os destruíram.Agora, pois, ó SENHOR, nosso Deus, livra-nos das suas mãos, para que todos os reinos da terra saibam que só tu és o SENHOR Deus.” (2 Reis 14:19).
 
Quando recebemos em nossas mãos a afronta de nossos inimigos, o nosso caminho nem sempre é o que Ezequias escolheu, pelo contrário, começamos a chorar, lamentar e a murmurar. Muitos correm de um lado para outro buscando ajudas e parcerias para enfrentarem o inimigo, o afrontador e se esquecem de irem à casa do Senhor. Ezequias, primeiro leu e tomou conhecimento da ameaça, em seguida, dirigiu-se à Casa do Senhor e estendeu-a perante o Senhor como quem dizendo: olha ai Senhor a ameaça que estão fazendo e em seguida orou.
 
Sua oração começa com a invocação do Deus entronizado entre os querubins que é Deus de fato e de verdade de todos os reinos da terra, o criador de todas as coisas, dos céus e da terra. É o Deus soberano que reina e que, portanto, é regente – Deus está no controle de tudo. Primeiramente creio em um Deus Soberano, sábio e bom. Deus é o administrador e controla todas as coisas. Tudo ele faz muito bem. É o Deus que reina, que tem domínio, e seu trono está firmado desde a eternidade (Salmos 93). Reino. Domínio. Trono. Nas palavras de Van Groningem:
 
“Todas as forças, todas as leis, todas as influências da natureza, são parte do reino cósmico. Nada acontece, não há interação de poderes e forças, seja em meio à tempestade ou no rugido do mar, que não esteja sob o reinado de Deus. Ele faz as sementes na terra brotar. Ele faz as plantas aparecerem da semente que brotou por causa das leis que ele implantou nas sementes e na terra quando elas encontram a água e o calor.
 
É muito importante termos em mente quem é o nosso Deus e qual a abrangência de seu reino, domínio e trono. Quando sabemos que Deus está no controle de tudo, nos angustiamos menos diante dos fatos e circunstâncias da vida. Também ficamos animados em apresentar-lhe o nosso clamor e pedido. Assim Ezequias foi objetivo e disse o que o angustiava e o que esperava. O resultado foi que Deus o ouviu. Você sabia que Deus ouve todas as suas orações? É verdade! Deus o abençoe hoje e sempre. A Deus toda a glória. Amém!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.