domingo, 8 de novembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 110/365

LBH: 2 Re 15:38. Graças a Deus se me abriu uma porta boa de pregação e nunca preguei tanto. Ainda é bem pouquinho comparado aos grandes evangelistas e mesmo pastores que cuidam de seus rebanhos e, toda semana, mais de uma vez por semana, tem de lhes dar o alimento do dia, da semana. Realmente é um grande desafio a pregação.

 

Eu considero perigoso a pregação quando ela entra no automático e passa a fluir tão naturalmente que o homem de Deus nem mais se dá ao luxo sequer de estudar ou orar a respeito. O que adianta conquistar as rampas do sucesso, da fama, do prestígio, do elogio, onde todos gostam, mas a vida não é gerada? Eu tenho medo do sucesso porque ele é enganoso e nosso coração que já é vaidoso por natureza pode nos trair.

 

Eu preciso fazer um seguro de vida espiritual com a Corretora de Seguros Celestial e assim proteger minha unção. Primeiro, protegê-la de mim mesmo, pois eu sou seu maior perigo. Acho que aqui cabe um voto especial que a gente faz com Deus para tentar garantir que não entraremos em caminhos que podem nos trazer complicações, especialmente àqueles que pregamos e cujas vidas foram verdadeiramente alcançadas.

 

Eu não quero brincar com Deus e com as coisas do Reino de Deus e de sua Justiça. Se vou crescer e prosperar na área espiritual, na igreja, eu devo já me preparar desde já para não me tornar a estrela. Sabem aquela estrela famosa que brilha tanto e que cobra aquela fortuna para transmitir o que de graça tem recebido e se acha o máximo e que ninguém pode a ela se igualar em brilho e em explendor? Há estrelas tão especiais que até corpo de guarda-costas possui e se não bastasse isso, anda em carro blindado e somente vai em lugares onde se é possível montar esquemas altamente sofisticados de segurança pessoal.

 

A pessoa de Jesus foi para mim um exemplo de vida terrestre que confiava em Deus acima de todas as coisas ou como costumo chamar de todo CAFÉ (Coração, Alma, Forças e Entendimento). Vejam como ele enfrentou o seu calvário que se iniciou com a sua prisão quando Judas o traiu e foi feito seu julgamento que culminou com a sua morte e morte de cruz. Ele não deu um pio! Não esperneou, não desafiou as autoridades, tudo aceitou como se de Deus estivesse tudo recebendo.

 

E nós, somos tão diferentes! Se você não é assim, parabéns, eu sou e, as vezes, preciso orar muito para aceitar certas contrariedades em minha vida, em meu emprego, em meu lar. Na primeira oportunidade se não vigio, nem oro, estou já a querer sabotar ou a desafiar a autoridade constituida. Eu sinceramente, até aonde eu sei, eu não tenho tamanha confiança em Deus. Senhor, ensina-me a confiar em ti de todo o meu Coração, Alma, Forças e Entendimento e eu aprenderei.

 

Eu já enfrentei situações complexas, altamente complexas, difíceis e sem saída. Embora eu diga que eu não tenho toda essa confiança, na hora da prova, onde não há saída, veio sobre mim uma tamanha força e calma que somente pode ter vindo do Espírito Santo. Eu falo do caso de meu pai quando teve um surto psicótico que quase culminou com toda a minha família. Eu ainda irei contar esse testemunho, mas ainda não o fiz nem aqui, nem no scribd.

 

Você confia em Deus de todo o teu CAFÉ? A Deus toda a glória! Amém!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.