quinta-feira, 17 de setembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 58/365

Minha LB de hoje foi até ao final de Dt 18. Ontem, à noite, criei um site http://www.jamaisdesista.com.br mas ainda não está pronto. Minha intenção é mudar este blog para o meu domínio, logo, logo. Meu site será um site de finalidade evangelistica, isto é, relacionado às coisas do Reino de Deus e de sua Justiça (Mt 6:33). Em breve, irei definir esta e outras coisas. Aleluias por mais esta conquista.

 

No capítulo 16 de Dt, vs 11 e 14, o início da frase que se segue é "Alegrar-te-as...". Eu já disse certa vez que todos nós, crentes, de Deus, servos e filhos dele, deveríamos ter em nosso sobrenome a palavra "ALEGRIA" e isso, entendo, recebi do próprio Senhor. Filho, eu não te quero ver triste e acabrunhado; levante teus olhos, melhore teu semblante e alegra-te; sorria, pois eu, filho é quem sou o Senhor, não apenas o Criador, mas o autor e o sustentador de toda a vida e todas as coisas estão sobre o meu controle absoluto.

 

A alegria nesses versículos se justifica por causa das festas. Três eram as grandes festas anuais e todas elas tem um paralelo com a vida de Jesus Cristo. Nas festas, o povo deveria se apresentar diante de Deus, mas não de mãos vazias. Isso nos ensina a liberalidade, a completa disposição em abençoar. Por quê? Simples, porque fomos abençoados. Você foi abençoado? Então, abençoe. Você quer ser abençoado? Então seja liberal em tua forma de ser. Não te prendas as futilidades e coisinhas desta vida. Dê! E ser-vos-á dado!

 

AS FESTAS ANUAIS

SIGNIFICADO

Primeira

Páscoa

representava o sacrifício pascal e o livramento de Israel da escravidão do Egito.

Ceia

Representa o sacrifício de Cristo e o livramento da escravidão do pecado (Lc 22:19 e I Co 5:7,8)

Segunda

Pentecostes

era a festa das primícias da colheita, comemorada 50 dias após a páscoa

Os dons do Espírito Santo

representou as primícias dos dons do Espírito Santo e aconteceu 50 dias após a morte de Cristo, o Cordeiro pascoal (At 2:14-18)

Primeira

Tabernáculos

Era a comemoração relativa ao fim da colheita

A segunda volta de Jesus Cristo

Háverá a grande colheita no fim desta presente era (Mt 13:39-41 e Ap 14:14-20)

 

Se repararmos bem e estudarmos os eventos relacionados às festas, encontraremos esse paralelo fortíssimo com a vida e a obra de Nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. As coincidências de datas, horas, momentos dos eventos principais se encaixam perfeitamente. Ora, o grande evento que ainda está faltando é a volta de Jesus! Quem tem ouvidos, abra-os e ouça... não nos é permitido saber nem a hora nem o dia, mas o estudioso da palavra de Deus saberá discernir os tempos e as estações, não é verdade? Meu irmão... isso tá tão próximo! Aleluias!

 

No capítulo 17, vs 18 a 20, há um ensino interansantíssimo: o segredo para que nossos corações não se elevem sobre os nossos irmãos, não se apartem (nem para a direita, nem para a esquerda) do mandamento que o Senhor nos deu e o temamos. Martinho Lutero o soube muito bem, pois disse sobre a Bíblia: "ou este livro te afasta do pecado ou o pecado te afasta deste livro". Irmãos, o segredo é a LB... Leitura Bíblica! A Deus toda a glória! Amém.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.