sexta-feira, 11 de setembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 52/365

A minha LB foi até Dt 2:15. Em Dt 1:8 e 21 ,vemos a palavra de Deus dizendo: "Eis aqui a terra que pus diante de vós; ENTRAI e POSSUI a terra que o Senhor...". É isso ai, meu irmão... entrai e possui. Não será nem Deus nem ninguém que irá entra e possuir, mas você! Você já entrou e possuiu a terra que o Senhor te deu?

 

Foi muito edificante a ministração da palavra pelo irmão Hélio, ontem na ARCA. Ele nos trouxe uma palavra de exortação relacionada ao fato que diante de Deus não podemos conduzir as coisas agradavelmente como achamos que deve ser e nos empenhando como os outros fazem, mas tem de ser do jeito que Deus quer.

 

A Arca devolvida pelos filisteus em cima das vaquinhas (brincou: dá até tema: o sermão das vaquinhas filistéias) com as esculturas em ouro dos ratinhos e dos tumores foi o que, na sua ignorância e querendo agradar ao Senhor por causa do mal que tinha se inrrompido diante daquele povo, os filisteus entenderam que deveria ser feito.

 

Ai vem Davi, Uzá e todo o povo a conduzir a ARCA, mas não em cima de vaquinhas, mas de bois (trocaram as vaquinhas filistéias pelos bois hebreus. Aqui dá outro sermão: o sermão dos bois hebreus...rs...) e o resultado foi catastrófico, embora o povo estivesse alegre, festejando, fazendo ao seu modo o que achavam que deveriam fazer. Não é isso que Deus quer. Não devemos imitar o mundo, os filisteus, antes nos alfabetizarmos. Eu explico. O alfabeto do crente não é A,B,C,D..., mas O,B,D,C...,isto é, OBEDECER!

 

Havia uma maneira da ARCA ser conduzida, não da forma como achavam que deveria ser, mas da forma como Deus queria que assim fosse. Primeiro, tinha de ser conduzida pela tribo certa e dentro da tribo pela família certa. Tinha de ser conduzida pelos varais nos ombros dos sacerdotes certos e tinha todo um ritual próprio que o Senhor tinha designado. Fazendo um paralelo com os dias atuais e considerando que nosso grupo é a ARCA DA ALIANÇA, de que maneira devemos conduzir nossos cultos e reuniões? Que cuidados devemos ter diante de Deus para que nossos Uzás não morram e Davis se entristeçam?

 

Apontou-nos 3 erros que devemos evitar a todo custo:

 

  1. erro da desobediência:  não podemos desobedecer, mas nos alfabetizarmos, isto é, OBEDECER. Se a plavra de Deus é para ser ministrada de uma maneira, devemos ter zelo por fazer conforme quer o Senhor.
  2. erro da irreverência. Tudo bem que o povo estava alegre, disposto, fazendo tudo ao seu modo, mas foram irreverentes com a palavra de Deus. Se a tivessem acatado, nada de mal teria acontecido. Com certeza, Deus perdoa, mas as consequências nos apanham.
  3. erro da familiaridade, isto é tornar banal aquilo que fazemos sempre e da mesma forma. Quando relaxamos a guarda e desobedecemos e caimos na irreverência, nossa tendência é banalizar o sagrado.

 

Resumidamente, as palavras chaves de seu sermão foram: OUVIR; OBDC...OBEDECER e FAZER TUDO CONFORME O SENHOR QUER E NÃO COMO ACHAMOS QUE DEVA SER FEITO. Finalmente, deu um testemunho de edificação da bênção de um carro que o Senhor deu a ele e esposa, mas que foi conquistado com o uso do Urim e do Tumim. O que significa isso? Como assim? Quem quiser aprender isso (altamente recomendado!) entre em contato ou converse com alguém que esteve na reunião de ontem. Hoje mesmo já usei o Urim e o Tumim pela manhã e ... verdade! Foi bênção!

 

A palavra ministrada foi duríssima, mas eu creio que Deus quer novos tempos na ARCA e para isso precisa que estejamos 100% ligados ao Trono da Graça. Ele quer derramar o seu poder abundantemente e para não matar os Uzás e entristecer os Davis, solicita vigilância, seriedade e compromisso. A Deus, somente a ele, toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.