terça-feira, 8 de setembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 49/365

LB de hoje: até Nm 30:16. Hoje está sendo um dia diferente em minhas rotinas ao longo de 16 anos passados, quase 17 (completaria em novembro). Mudanças! Quem é que está preparado para elas? Eu já notei que eu sou uma pessoa de criar raízes e dificilmente saio ou abandono aquilo que comecei a não ser que seja forçado pelas circunstâncias e este está sendo o caso, no momento. Quem disse que eu queria mudar? Fui questionado ou procuraram saber de minhas preferências? A única explicação que me deram foi “ajuste organizacional”. Confesso que eu não gostei nem um pouco e se pudesse reverteria o processo, mas eu também tenho que raciocinar espiritualmente.
Ninguém é dono de mim, nem me transfere de lá para cá como desejam. Se estou aqui, é porque Deus assim o quis e, portanto, foi seu propósito. A minha pregação agora se volta contra mim:
  • EU TENHO O QUE DEUS QUER QUE EU TENHA;
  • EU SOU O QUE DEUS QUER QUE EU SEJA;
  • EU ESTOU ONDE DEUS QUER QUE EU ESTEJA. Aleluias!
Eu escrevi isso no 8º dia deste propósito. Também já preguei isso em diversas oportunidades que o Senhor me tem dado e agora chegou a minha vez: é Deus quem quer que eu esteja aqui agora e, portanto, irei dar o meu melhor para ser um melhor homem espiritual e profissional para honra e glória de Deus.
Ontem, foi um dia atípico na vizinhança, pois houve um assalto em uma das residências vizinhas à nossa e a situação ficou complicada com policiais, tiros e perseguições aos bandidos. Eram 3 meliantes, um fugiu, um foi preso imediatamente (era de menor) e o outro deu muito trabalho, pois ficou escondido em um armário de cozinha de uma das casas vizinhas e ainda tentou fazer reféns. A perseguição começou por volta das 11h30 e somente se encerrou por volta das 21h30, com um intervalo longo (toda a tarde e início da noite) pois pensávamos que o bandido tinha já escapolido, mas não, estava escondido. Foi preso e todos comemoraram.
Tudo começou por um simples pedido de água ao portão. Quando o vizinho foi para dentro de casa buscar o copo de água, os miliantes anunciaram o assalto. Prenderam os vizinhos e levaram algumas coisas, mas antes que tudo acabasse bem para eles, a polícia surgiu. Ela, coincidentemente, fazia rondas por ali e um vigia, nem sei de onde surgiu esta personagem, estranhou os movimentos no local e avisou a polícia dando início ao dia agitado na vizinhança.
São meus vizinhos. Deus quer que eu ore por eles e que com eles eu tenha comunhão. Embora triste a situação, o fato nos aproximou muito e pudemos perceber que cada um de nós somos humanos, fracos e dependentes um do outro. Precisamos nos ajudar mutuamente e estarmos sempre atentos para as necessidades uns dos outros. Eu, por exsemplo, sou um mundo cercado de pessoas por todos os lados e isso em cada ambiente que eu estiver. Por exemplo, em meu trabalho, na escola, na igreja, na vizinhança, junto aos meus parentes, etc... pessoas e pessoas estão ao meu redor e com elas tenho convivência.
Ensina-me, Senhor, a amar meu próximo, a respeitá-lo e ajudá-lo. Amém! A glória unicamente a Deus. Amém!
Quem quiser e puder veja uma pregação minha feita na AD em Guarulhos/SP no mês de julho de 2009. ela está no Youtube:
Querendo também conhecer um pouco mais de nosso trabalho na condução do Grupo Familiar Arca da Aliança, veja uma linda canção cantada pela Bebel, 5 aninhos, em uma de nossas reuniões que acontecem todas as quintas-feiras. Querendo uma reunião em sua casa, entre em contato conosco por email. Deixe seu comentário. Um grande abraço e uma excelente semana para todos.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.