quarta-feira, 2 de setembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 43/365

A LB de hoje foi até Nm 13:33. Estou chateado com a nossa história. Continuo lendo-ouvindo João Calvino – AS INSTITUTAS – que foi escrita há mais de 450 anos! Já era tempo de o homem abandonar o orgulho e ceder ao conhecimento de Deus, mas insistem por caminhos que não são bons e cujo fim os levará à sua propria ruina. Embora conhecedores de Deus, o negam para poderem justificar os seus pecados e ao fazerem isso, fecham a porta a outros e se espalha o anti-conhecimento, a falsa-ciência que entorpece e não traz a liberdade tão sonhada, tão desejada.
 
Eu poderia pregar contra mim mesmo e dizer que nós, na história, estamos onde Deus quer que estejamos? Pior que tenho de admitir que sim, pois do contrário não seria Deus um Deus soberano, administrador e que controla todas as coisas. A minha idéia de Deus o envolve numa blindagem inexpugnável: sua soberania, sua sabedoria, sua bondade e a plenitude da responsabilidade do homem. Então, meu Deus tem um propósito ao permitir isso. Nessa história quem logo vai passar sou eu, assim como passaram todos os homens até aqui. Estou cumprindo o meu papel e não poderia ser diferente.
 
Bem com relação a leitura de hoje, o capítulo 11 está falando da falta de fé, de obediência, de gratidão e de humildade e as terríveis consequências disso que despertaram em Deus a sua ira o que quase levou o povo a ser consumido, mas Moisés intercedeu pelo povo e Deus o ouviu. É perigoso estar na presença de Deus. Nós reinvindicamos, pedimos a sua presença, mas se não nos comportarmos adequadamente, poderemos ser consumidos e ai eu tenho a minha teoria de que Deus, por sua misericórdia, resiste as nossas orações pela sua presença para que não seja obrigado a nos consumir, pois continuamos com dúvidas, desobedientes, ingratos e orgulhosos.
 
No capítulo 12, vemos que Miriã e Arão resolveram que Deus també fala por intermédio deles e que Moisés não é o único e ai...rebelião! Prontamente, Deus intervém e lhes dá um corretivo. É perigoso o envolvimento com Deus sem mansidão e humildade. No capítulo13, temos a história dos espias e mais um problema, pois o povo rejeitou a Deus e isso lhes trouxe terríveis consequências. Russel Shedd nos fala que a resposta de Calebe (vs 30 a 33) nos ensina a respeito dos obstáculos da vida (isso dá uma pregação! Tema: Derrotando e Vencendo os Golias da Vida):
 
  1. Sempre surgirão obstáculos em nosso caminho.
  2. Devemos e podemos ultrapassá-los.
  3. Podemos vencê-los, se como Davi, confiarmos no Senhor.
 
De volta à reflexão que havia começado: Estou cumprindo o meu papel e não poderia ser diferente. Que papel? Meu amigo “nós somos a bola da vez”! Será que Deus irá ressuscitar Paulo, Agostinho, Calvino, Lutero ou Elias, Moisés ou qualquer outro para anunciar aos homens o tempo do arrependimento e da fé em Jesus Cristo? Não! Ele irá usar os vivos! Ele irá usar você! Sim, é você que ele vai levantar para anunciar aos povos, tribos, línguas e nações que o tempo do flerte com os pensamentos, idéias e imaginações vãs é chegado ao fim. Arrependei-vos e crede no evangelho! Eis a pregação! A Deus toda a glória!
 
Para reflexão:E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho do Reino de Deus e dizendo: O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho.” (Mc 1:14 e 15).
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.