segunda-feira, 24 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 34/365

A LB de hoje: Lv 15:33. Ontem, preguei na Casa da Bênção na Ceilândia onde o Pr. Titular é o irmão José Fagundes. A pregação, que eu tenho por hábito escrever, eu irei disponibilizar no site http://www.scribd.com/crerparaver para os irmãos conferirem o que Deus falou conosco ali naquele lugar. Eu sai de lá muito edificado e amei conhecer o Pr. Antonio Fagundes e familiares, o PR. Cláudio e o Pr. Francisco e os irmãos da igreja. Desde o início do culto eu já sentia Deus falar comigo, pois aqueles cânticos de louvor a Deus antes do início da palavra eram como águas que me banhavam o espírito e que me refrescavam a alma.
 
O tema da pregação foi A MINHA FAMÍLIA NO PLANO DE DEUS e a referência bíblica básica foi no livro de Gênesis capítulos 1 e 2. Na pregação, eu explorei os termos Deus, Plano, Família e Aliança e também falei dos mandatos social, cultural e espiritual dados por Deus ao homem e a mulher no princípio de tudo. Disse que a família não evoluiu nem surgiu a partir de algum momento histórico, mas foi TOTALMENTE PLANEJADA por Deus. Disse que a família é plano e propósito de Deus para a execução, na terra, dos mandatos. Baseei-me na literatura da A FAMÍLIA DA ALIANÇA de Gerard  Van Groningen, ed. Cultura Cristã. Eu aprendi muito! Quem quiser conferir o inteiro teor da pregação e depois enviar-me algum parecer, eu vou ficar feliz.
 
Estou lendo-ouvindo AS INSTITUTAS de João Calvino. Excelente obra! Deparei-me com a afirmação de Calvino de que o homem conhece a Deus independente de ele ser ateu ou não, religioso ou não. Aliás esta afirmação, na verdade, não é de Calvino mas bíblica e o primeiro a afirmá-la explicitamente foi o apóstolo Paulo. Implicitamente, veremos essa afirmação nos salmos e em toda a bíblia que em nenhum momento discute sequer a idéia de que existe ou não Deus.
 
A idéia de Deus está escrita em nossos corações e mentes e não pode ser deletada; ignorada, sim, mas por um tempo, pois a idéia é muito forte e jamais nos deixará.
 
A minha própria visão de Deus não vem de mim mesmo como se eu o tivesse inventado, mas das Escrituras, isso mesmo da BÍBLIA! A Bíblia é o único livro que quanto mais eu leio, mais sinto vontade de relê-la, de meditar, de sondar a mente que está por trás da sua redação. Quando leio qualquer autor, por mais espetacular que ele seja, eu consigo, digamos, navegar em sua mente, em sua lógica, em seu enredo e trama, mas quando diz respeito a qualquer livro da Bíblia, eu me sinto arrebatado, perdido, não consigo navegar por mim mesmo. Eu não consigo, honestamente, encontrar nem o norte nem o sul e é nesse momento que eu me imagino como uma gota de água no meio de um oceano. A Bíblia não me traz confusão, perda da razão ou dos sentidos, não me sinto invadido na minha medíocre intelectualidade, pelo contrário, ela me faz ainda mais inteligente e perspicaz. A Bíblia não anula a razão, o raciocínio ou o intelecto, antes fortalece esses atributos. É uma pena que a Igreja Católica a tenha transformado num talismã ....
 
Seja honesto e muito sincero com suas próprias opiniões e convicções e responda? Do ponto de vista da química e da física (exclua cabalmente a idéia de Deus) já que somos um composto organico físico-químico, o que vem a ser mãe, pai, irmão, amigo? Do mesmo ponto de vista, o que vem a ser os sentimentos e atitudes, tais como o amor, a honestidade, a lealdade, a falsidade? Se não há um Deus a quem devo amar e temer eu mesmo não me faço deus? Se sou deus, o que vem a ser o certo e o errado, o permitido e o proibido? Eu faço as minhas próprias leis e embora esteja sujeito às leis formais e informais da sociedade quem poderá me julgar se a minha consciência está consentânea com às minhas idéias?
 
Explorar o mundo das idéias: eis ai uma aventura extraordinária! A Deus toda a glória!
 

domingo, 23 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 33/365

LB: Lv 12:8. Aleluias! Deus é bom, bom demais. É a bondade de Deus que permite que continuemos vivos a cada manhã. Deus é bom! Todos os seus atos são de bondade pura e a ninguém imputa o mal, mas o bem. Até mesmo na morte ou naqueles acontecimentos complicados que não podemos explicar e que caimos na tentação de duvidarmos de Deus e de seu amor, nisso também, Deus é bom!

O homem não é bom! Os atos do homem não são bons como bom é Deus. Como sei que não sou bom, nem meus atos são de bondade? Pela comparação! É comparando-me com quem é bom que eu sei que não sou bom. E porque comparamos? Por causa de nossa inteligência e razão. Ao não me satisfazer com a bondade em mim, eu estou implicitamente dizendo que há alguém que é bom. Eu sei que a bondade existe porque eu não sou bom. Somente Deus é bom. Como soube Adão e Eva que estavão nus? Não foi se comparando? E se comparando com quem? Com alguém que não estava nú!

Deus nos ama porque é amor e porque é bom! Hoje o nosso dia será um dia de bênçãos e, portando, dia de alegria. Vamos nos alegrar diante de Deus, pois ele é bom! Se algo te acontecer que você não entenda, saiba que você não está sendo assolado, castigado e fustigado por maldade. Deus não aje com maldade e se tiver que nos corrigir, sim, usará da disciplina, da vara da disciplina, mas sempre com bondade, visando o nosso próprio bem. Há porquês em nossa vida que jamais compreenderemos uma porque não temos uma mente infinita, outra porque nos falta a onisciência e ainda porque nossa visão e capacidades de compreensão não nos permitem a compreensão.

Estou enfrentando uma luta muito grande com o jejum! Está difícil eu jejuar, mas sinto ser necessário. Senhor ajuda-me a jejuar e a criar uma rotina sistemática de jejum em minha vida, mas não para me tornar num super-crente que jejua muito mais que o meu irmão que não jejua. Eu não quero jejuar para ser um atleta espiritual cheio de músculos a se exibir, sem camisa, aos que habitam comigo confiadamente. Eu quero aprender a jejuar para ter mais de ti, para ter mais comunhão e melhor me relacionar contigo. Eu quero aproveitar o momento do jejum não como aquele dedicado ao sacrifício nem que ele seja um motivo de barganha das tuas bênçãos. Eu não quero que minha prática de jejum seja um ritual, cerimonial, de feitiçaria onde a divindade somente atende depois de cumprido todos os rituais.

Sejam agradáveis diante de ti, meu Senhor, a minha oração e o meu jejum diários. Aprenda eu Senhor a te amar e a cada dia mais te respeitar. Amém! Na pregação de hoje na casa da bênção, eu tocarei neste assunto da bondade de Deus. Vamos nos encontrar lá? Será um prazer te conhecer! A Deus toda a glória.

sábado, 22 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 32/365

LB de hoje: Lv 9:24. “O fogo arderá continuamente sobre o altar e não se apagará” Lv 6:13. Diz Russel Shedd que este fogo inicial foi produzido por Deus e deveria ser mantido aceso continuamente e jamais ser apagado. O aparecimento do fogo foi feito por Deus, mas a sua manutenção seria responsabilidade dos sacerdotes. Nadabe e Abiú morreram por apresentarem diante do Senhor um fogo estranho, isto é, que não teve a sua origem em Deus.

E o fogo que arde em te peito que foi o Senhor quem o iniciou, meu irmão? É tua a responsabilidade agora pela sua manutenção. A obra já foi iniciada por Deus, mas a sua manutenção é de sua responsabilidade. Não deixe o fogo sobre o altar parar de arder!

O tema de minha pregação amanhã será FAMÍLIA NO PROJETO DE DEUS. Repare que são 3 palavras importantes que se destacam no tema: 1. família; 2. projeto; 3. Deus. O próprio tema é perfeito e completo e se encaixa dentro do que creio e entendo.

Deus. Primeiramente creio em um Deus Soberano, sábio e bom. Deus é o administrador e controla todas as coisas. Tudo ele faz muito bem. É o Deus que reina, que tem domínio, e seu trono está firmado desde a eternidade (Salmos 93). Reino. Domínio. Trono.

Projeto. Aqui está presente a inteligência e a sabedoria de um ser que todas as coisas faz para um propósito específico. Nenhuma de suas coisas é feita ao acaso, mas com propósito, com inteligência. Iremos encontrar essa inteligência e propósito até em um grão de areia. Nós somos obra de suas mãos e fazemos parte de seu projeto. A família é um dos projeto de Deus que tem uma finalidade.

Família. Não se trata aqui de algo que se foi evoluindo ao longo dos tempos até termos o que temos hoje e cujo sentido da palavra está comprometido e gasto. Os estudiosos da família, sociólogos, psicólogos, teólogos e tantos outros logos formulam suas teorias baseados em estudos, pesquisas, história e creio que têm o seu devido valor, mas não podemos esquecer que o nosso Deus que é soberano (reino, domínio e trono) e que tudo projetou também estabeleceu, criou a família e deu a ela uma tarefa que passará os céus e a terra, jamais deixaram de ser válidos.

Gerard Von Groningen, o autor do livro A Família da Aliança acrescentaria mais uma palavra importante que seria a aliança e como o autor tem uma visão bíblica ortodoxa e é cristocêntrico, eu irei acrescentar mais esta palavra e dela falar um pouco.

Aliança. Recapitulando: Deus que é soberano (reino, domínio e trono) e que tudo projetou também estabeleceu a família da aliança. Essa aliança é algo mais do que seu significado parece dizer. Nas próprias palavras de V. Groningen:

"A Aliança, portanto, é um vínculo de amor real, de vida de amor caracterizada pelo relacionamento indestrutível entre duas partes, especialmente no contexto bíblico, entre Deus e os seres humanos.A Aliança é soberanamente administrada e quando Deus fez aliança, como, por exemplo, com Abraão, ele disse: "Eu sou o Deus Todo-poderoso; anda na minha presença e sê perfeito.Guardarás a minha aliança, tu e a tua descendência no decurso das suas gerações" (Gn 17.1, 9). Quando Deus faz uma aliança, ele não somente estabelece um relacionamento entre ele mesmo e aqueles que refletem a sua imagem, mas ele usa esse relacionamento como um recurso administrativo. Deus leva adiante a sua vontade, o seu plano, o seu propósito na criação e na redenção. Ele sempre faz isso nesse relacionamento de vida de amor e amor vivo e assim, a ligação amor-vida se torna a maneira e o caminho de Deus administrar tudo o que ele criou e, especialmente, mostra o que ele pretende fazer com a humanidade e em favor dela."

Qual então o papel e a importância dessa família e como Deus a estabeleceu? Partindo disso, como devemos tratar, doravante, esse assunto da família?

A Deus toda a glória.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 31/365

Minha LB de hoje foi até o último versículo do capítulo 6. Confesso que hoje foi o primeiro dia em que falhei na hora de eu despertar. Minha programação é levantar-me em todos os dias úteis à 04h50, mas meu despertador no celular não funcionou (alguém ou eu mesmo o desregulou). Eu estava muito cansado devido o dia de ontem e estava precisando mesmo um maior período de repouso e ele aconteceu acidentalmente. Estou bem fisicamente. Meu período de oração será cumprido mais tarde.
 
Até quando conviverei com este maldito desejo? Porque o pecado negocia com minha consciência e fica lhe fazendo promessas? O que me pode oferecer de bom que eu possa dizer que é bom? Nada que você ele possa me oferecer é bom, mas é prisão! O pobre, doente, do viciado (cigarro, álcool, maconha, cocaína, sexo, masturbação, pornografia, ...) é um escravo de seus desejos. A dinâmica dos vícios funciona assim: seu organismo não precisa de nada disso, mas o comando para o teu cérebro é que você precisa daquela maldita dose para poder se equilibrar. O vício, mania, parace criar uma falsa necessidade, isto é ele cria o mal estar para que você busque o alívio naquela droga e assim passe o efeito desagradável. O desejo, pois, é cíclico. Nunca você ficará satisfeito e sempre quererá cada vez mais. Cadeia. Prisão. Não é livre o que cede, mas o que é capaz de dizer não.
 
Quanto tempo leva para você, então, ficar definitivamente livre? Enquanto você habita no corpo do pecado, já corroído, você jamais será livre! O corpo é pecado? Nunca! O corpo é uma bênção! Quem comete a infração o veículo que estava a mais de 100km/h na via cujo limite de velocidade era de 60km/h ou o motorista? Logo, o corpo é bom. Não sou contra o corpo! Mas o mal habita em mim! É por isso que sofro, pois querndo fazer o bem, não consigo, mas o mal que detesto, este eu faço. É por isso também que eu não tenho livre-arbítrio, pois não sou capaz de agir contra a minha própria natureza, antes dela sou escravo. No entanto, creio, piamente, na responsabilidade do homem, conforme expõe muito bem Antony Hoekema.
 
Ontem tivemos nossa 15ª reunião da Arca da Aliança. Que bênção! Quem pregou foi nosso amado irmão Pr. Nelsinho que trouxe para nós uma reflexão baseada no tema: NÃO CONFORMAR, MAS TRANSFORMAR. Quer conferir? Acesse nosso blog: http://grupofamiliararcadaalianca.blogspot.com/
 
Hoje, quando fui orar, Deus falou comigo: só o fato de você, filho, se curvar e ajoelhar diante de mim, já é mais do que suficiente para eu entender que você está declarando que você não é nada e que depende das bênçãos que eu tenho para ti para prosperares em teus caminhos. Fique tranquilo, tuas orações foram recebidas. Não te preocupes com as palavras: eu examino os corações e retribuo a cada um segundo as suas obras. Não temas! Ande na minha presença e sê perfeito!
 
Relembrando: próximo domingo, 23 de agosto, estarei pregando na Casa da Bênção (QNL 24, Conjunto B, Casa 13 – próximo ao supermercado SUPERCEI, a partir das 19h30. o pastor titular da igreja é o Pr. José Fagundes). Será um prazer te encontrar lá! Deus nos abençoe e tenha misericórdias de nós. A Deus toda a glória.
 

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 30/365

Hoje eu terminei o livro de Exôdus e já comecei e li o comentário inicial sobre Levíticos por Russel Shedd. Também hoje faz 30 dias que estou em meu propósito, extos um mês comercial, portanto já me desloquei 1/12 (um barra doze avos) faltam, então, mais 11 partes. O tempo passa ligeiro e lolo, logo, terei concluído. Fico feliz!
 
Não tive uma boa noite de sono e confesso que dei lugar à dúvida e por meio dela veio uma leva de maus pensamentos e aí encostou a incredulidade com quem flertei uma boa parte da noite. São meus PF! Eles são uma bênção por me revelar o meu coração. Diante do Papai fiquei  totalmente nú e exposto. Eu aindo tenho muito a ser tratado e curado! Estou longe de ser aquele que eu gostaria de ser como servo de Deus. Estou envergonhado, triste, aborrecido e morrendo de sono e cansaço. Ah, se eu os dominasse logo de imediato, mas é justamente nestas horas que me parece faltar o juízo! Misericórdias!
 
Eu não irei revelar meu PF a ninguém: Deus o sabe! É preciso ter cuidado com este reino espiritual. Reparem o que está em jogo:
 
  • hoje terá culto no Grupo Familiar ARCA DA ALIANÇA e o Pr. Nelsinho irá ministrar;
  • domingo próximo, fui convidado para pregar na Casa da Bênção, pelo meu amigo e irmão, Leonardo, e o tema é FAMILÍA NO PROJETO DE DEUS. O endereço da igreja é: QNL 24, Conjunto B, Casa 13 – próximo ao supermercado SUPERCEI, a partir das 19h30. o pastor titular da igreja é o Pr. José Fagundes;
  • hoje também inicia-se meu estágio supervisionado do curso de Teologia.
 
Eu exponho também as minhas fraquezas para demonstrar o quanto sou carente como você das bênçãos e das misericórdias do Senhor que se não fossem elas, há muito eu já seria um sepulcro caiado, um poço sem águas ou com águas amargas e turvosas. Apesar de atacado, ontem, espiritualmente, sofri calado e não pequei com meus semelhantes, mas meu coração murmurou e dele sairam coisas terríveis que me faz refletir em muitas coisas.
 
Confesso que minha fé e confiança em Deus atual não é nem a sombra daquilo que entendo ser necessário num homem cheio de Deus. Irei pregar, irei conduzir um culto, irei estagiar, em nome de Deus, para Deus, para o povo de Deus, sendo eu instrumento de Deus... Senhor, perdoa-me! Não sou digno de ser chamado de teu filho nem de bem algum, mas teu amor me cerca e me constrange e me faz ser diferente e ainda acreditar apesar das lutas interiores. Fui concebido em pecado e em pecado gerou-me a minha mãe. Quando eu peco, faço o que me é próprio, pois a lei que está em meus membros me faz pecar, mas com a lei de meu entendimento, compreendo, que não deveria pecar, mas peco. Maldito homem que sou, quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pois nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Amém.
 
E quando novamente eu for acometido pelo mesmo espírito, o que fazer? Que o dia de hoje seja especial na tua vida meu irmão! A Deus toda a glória!
 

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 29/365

Hoje será o dia mais feliz da tua vida! Creia! Minha LB foi até Ex 38:31. Foi Bezalel e Aoliabe quem contruiu a Arca da Aliança (Ex 37:1), o Propiciatório (Ex 37:6) bem como todo o templo e seus utensílios. Bezalel, filho de Uri, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, significa na sombra de Deus, cheio do Espírito de Deus, de habilidade, de inteligência e de conhecimento em todo artifício e Aoliabe, filho de Aimasaque, da tribo de Dã, significa tenda de meu pai.
 
Russel Shedd comenta sobre a Arca e sobre o propiciatório dizendo sobre a ARCA e o PROPICIATÓRIO: na ARCA podemos ver Cristo que providencia a propiciação de nossos pecados, conforme Rm 3:25 “ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus;”.
 
De Ex 37:1, diz: “A ARCA é o lugar no qual Deus se encontra com o homem, uma sombra do encontro mais completo efetuado pela encarnação e paixão de Jesus Cristo; junto com o Propiciatório era o único móvel no Santo dos Santos. Os demais móveis podiam ser vistos pelos sacerdotes no decurso normal dos seus deveres.”
 
De Ex 37:6, diz: “Cristo é o propiciatório de Deus, Rm 3:25,  a habitação da plenitude da divindade, Cl 2:9. Só por intermédio dele o homem pode se aproximar da glória divina sem ser condenado (Jo 3:36); por isso é que só no propiciatório pode existir uma representação da glória de Deus, na forma de dois querubins esculpidos, que antes serviam para guardar o caminho da árvore da vida (Gn 3:24) mas que no Santo dos Santos guardam a santidade de Deus (9).
 
Dentro da ARCA era guardado o testemunho: as duas tábuas da lei, a vara de Arão que floresceu e uma porção do maná. Ainda sobre a ARCA falaremos muito neste propósito, principalmente porque nosso grupo familiar se chama ARCA DA ALIANÇA – um lugar de adoração a Deus!
 
Eu agora estou ouvindo AS INSTITUTAS de João Calvino e ela foi publicada em 1559, há uns 450 anos. Eu já tenho 50 anos e, refletindo, vemos que seus escritos, valiosos e poderosos, tiveram grande efeito entre os Reformadores e ainda hoje é capaz de causar uma revolução nas mentes que nem sabem no que crêem, no entanto, quanto aos intelectuais deste mundo a repercussão não foi algo extraordinário, pois o homem continua tolo e fazendo e crendo em cada tolice.
 
Como pode o homem continuar tão obtuso com relação ao conhecimento de Deus? Porque o homem não cede, mas insiste e fica inventando coisas, desculpas como quem está fugindo de um terrível mal? Não vê este homem que a medida que foge, mais se aproxima do mal a que procura evitar? Deus é bom! Se pudéssemos personalizar a bondade, ela se chamaria Deus! Deus é bom! São filosofias, conhecimentos, cultura e tantas invencionices ditas cultas... Deus é também tão simples... se personalizássemos a simplicidade, a simplicidade seria o próprio Deus! Deus é simples!
 
Eu me emociono em contato com uma obra destas, tão valiosa, mas entristeço-me, tremendamente, porque o homem rejeita o conhecimento de Deus e isso lhe faz tão mal! Misericórdias, Senhor!
 
A Deus toda a glória!
 

terça-feira, 18 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 28/365

Nada melhor do que a cada dia lermos e meditarmos um pouco na palavra de Deus. Já li e ouvi muitos livros, mas em nenhum deles fui capaz de lê-lo mais de uma vez, no entanto, a bíblia, já passei da décima leitura e a cada dia quero ler e aprender mais e mais. A LB de hoje avançou até Ex 35:35. Hoje, Ex 33 falou muito ao meu coração e despertou em mim mais fé ao falar tanto sobre a presença do Senhor.
 
Como saber se achamos graça aos olhos de Deus? Diz-nos o versículo 16, do capítulo 33, de Êxodos: pelo fato do Senhor andar conosco! E qual o resultado do Senhor andar conosco? Sermos separados de todo o povo que está sobre a face da terra. Aleluias! Aqui se vê distinção, mas não é a distinção que nos faz sermos excepcionais e melhores que os outros a ponto da chuva e do sol não nos fustigarem, pois Cristo disse: "para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos." (Mateus 5:45), mas é a distinção benigna que faz com que sintamos o amor e a presença santa do Senhor em nosso meio.
 
Voltando ao testemunho do Sílvio Santos: era já tarde da noite e o pastor Sabino estava exausto e terminando de despachar alguns compromissos com um jovem que logo ia se tornar também pastor, o pastor Marcelo. O telefone tocou e quem atendeu foi a esposa do pastor e logo procurou despachá-lo, primeiro porque já era tarde, 0h30, segundo pelo cansaço visível do pastor, mas a pessoa do outro lado da linha insistia. A insistência foi tanta que a esposa cedeu e passou o telefone ao pastor Sabino.
 
Do outro lado da linha estava o Sílvio Santos, um fugitivo da justiça, que estava armado, cansado, exausto, confuso e pronto a cometer alguma terrível loucura, mas que resolveu antes ligar para o pastor, pois tinha ouvido de alguém cujos olhos brilhavam que se ele ouvisse o pastor a sua vida jamais seria a mesma. Silvio Santos creu naquela palavra e se amarrou a ela com todas as suas forças e no desespero procurou o pastor.
 
Ele insistia que o pastor deixasse tudo e viesse a ele na rodoviária do Plano Piloto e o pastor estava em Taguatinga. Houve uma tentativa evasiva do pastor, a princípio e depois, mais insistentemente porque ele não achava os documentos do carro, mas a voz insistia e ameaçava o pastor para que viesse conversar com ele.
 
Não teve jeito, saiu para a rodoviária ele o jovem pastor Marcelo a procura do Silvio Santos que estava também armado e que já havia cometido crimes! Aqueles que têm chamado pastoral têm de estar dispostos a se doar inteiramente. Não é qualquer pessoa que por amor a uma alma sai de seu aconchego e segurança e arrisca sua própria vida para gerar outra vida!
 
Resumindo a história: sabem qual foi o resultado do encontro? Uma alma se rendeu ao Senhor! O pastor Sabino nunca mais viu o Silvio Santos, mas sabe que naquela noite de madrugada um milagre, um grande milagre aconteceu na vida dele, do pastor Marcelo e na vida daquele Silvio Santos.
 
Você quer ver o milagre acontecer em sua vida? Dê lugar, dê lugar e Deus vai operar por meio de tua vida. Aleluias! Toda a glória a Deus!
 

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 27/365

Vamos começar pela LB que hoje avançou até Ex 32:35. Estou resistindo firme em meu propósito e, sinceramente, creio que este propósito veio para nunca mais sair. Eu ainda disse que irei acrescentar mais tempo, pois acho pouco. No mínimo, para ficar, ainda no básico, terei de dobrar os respectivos tempos. Como já disse, longe disso constituir-se num ritual obrigatório de compromisso, mas ser um momento maravilhoso de encontro com meu Deus e comigo mesmo.
 
Ontem, na “Primeirona”, nome carinhoso atribuído à Primeira Igreja Presbiteriana de Taguatinga, localizada na Av. Sandu Norte, tivemos um culto abençoado onde se comemorou a festa dos grupos familiares. Cada grupo trouxe balões de uma cor e num dado momento de louvor a Deus todos encheram os balões e a igreja ficou toda colorida de balões e, na frente, o anjo da igreja, Reverendo Pastor Sabino, ministrava uma palavra de Deus adequada ao tema relacionado à família, ao lar e à palavra de Deus. As crianças e adultos, todos, dando glórias a Deus, louvavam ao Senhor, demonstrando alegria e entusiasmo. Foi muito bom e edificante, principalmente para nossas crianças que estão ali, na igreja, aprendendo que há um Deus que as ama e cuida delas, de sua família e de seus lares.
 
Ao final do culto, depois da bênção apostólica, todos os grupos, membros, convidados, amigos, se reuniram no pátio da igreja e ali tivemos um banquete patrocinado pelos grupos com arroz carreteiro, caldos, cachorro-quente e sorvetes. Ali, todos tivemos oportunidade de conversarmos e nos relacionarmos aprofundando nossas amizades e, também fazendo novas amizades. As crianças acharam o máximo. Todos comeram, todos se divertiram. Aleluias!
 
Também quero destacar a palavra de Deus ministrada pelo Reverendo Pastor Sabino que se baseando em Mc 5:1 a 20, falou da grande libertação que o Senhor fez na vida daquele gadareno que não tinha valor algum dentro daquela comunidade, ou melhor, valor tinha mas era reverso e garantia aos moradores uma boa desculpa. A cura do gadareno, uma grande obra do amor divino, não foi bem recepcionada pelo povo que tinha seus olhos em seus lucros advindos da economia com os porcos. Falou também da crise atual envolvendo a gripe “suína” e a relacionou de uma forma magistral com os grupos familiares da “Primeirona”.
 
O grande destaque da pregação a qual faço questão de ressaltar está no testemunho pessoal do pastor Sabino e a libertação e salvação do Sílvio Santos. Esse episódio, para mim, reflete minha crença de como devemos tratar nosso semelhante, de como devemos viver e estarmos dispostos ao evangelho e de como Deus opera suas maravilhas. É o que eu chamo de Deus relacional: um Deus que se relaciona conosco, que ama se relacionar e que quer que nos relacionemos com nosso semelhante.
 
Vamos deixar para amanhã a história. Vale a pena conferir! A Deus toda a glória! Amém!
 

domingo, 16 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 26/365

LB: Gn 29:46. A Arca da Aliança ficava no Santo dos Santos e a sua tampa era o propiciatório. O Sumo Sacerdote somente poderia entrar no Santos dos Santos uma vez por ano para fazer expiação pelos pecados da nação e pelos seus próprios pecados (Lv 16:34). O modelo do Tabernáculo, incluindo, o Santo dos Santos e a própria arca foram mostrados a Moisés como modelo.

Vemos, portanto, que Moisés não criou nada de si mesmo nem inventou qualquer uma dessas práticas, mas as copiou e deu ao povo o que recebeu de instrução. Esse é o verdadeiro ofício de profeta que fala a palavra de Deus para o povo de Deus sendo ele próprio um instrumento de Deus. Um conselho aos ministros de Deus: nada inventem nem acrescentem, mas busquem de Deus o que Deus quer transmitir.

A opção pelas escrituras, como fez, John Owen, é uma excelente idéia para não sair por ai inventando modas e coisas de seu próprio ventre e imaginação fértil. Aquele, homem de Deus, que opta por transmitir as Escrituras, sendo nelas habilidoso, torna-se um instrumento valioso nas mãos de Deus. Os que inventam modismos, caem em contradições e tentações e, pior, podem se achar tão especiais que irão facilmente colocar as Escrituras em segundo plano. Cuidado!

Filho, não tenhas medo de proclamar a minha palavra. Olhe os exemplos daqueles que perseveraram até ao fim e o que deles ficou registrado. Como gostarás de ser lembrado?

Nossos inimigos mais cruéis, pelo menos os que mais me afligem, são a dúvida e sua parceira a incredulidade (eu já desenvolvi uma habilidade de saber quando ele está por perto e que já começou a penetrar suas garras em mim e que é para eu buscar reforço urgente: é quando começo a ficar triste e desanimado com relação ao ministério que Deus me deu. A dúvida não vem isolada, sozinha, mas traz consigo multidões de pensamentos ruins), a autocosimeração e seu parceiro, o orgulho (estes nunca vem primeiro, mas sim pela porta aberta que a dúvida ao entrar, fez questão de deixar aberta) e o egoísmo e a sua parceira, inseparável, a lascívia.

Será que algum dia eu ficarei livre delas para sempre... Meu Deus, não permitas que eu rejeite o teu conhecimento e venha deixar aberta essas e outras terríveis portas. A Deus toda a glória!

sábado, 15 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 25/365

Minha LB de hoje foi até Ex 25:40. Nesse capítulo, 25, dos versos 10 a 22, Deus fala a Moisés da confecção da Arca da aliança, fornecendo-lhe todos os detalhes para isso, e no verso 40, diz que deverá ser feito conforme o modelo que a Moisés foi mostrado no monte. No Ex 24:9 a 11, tanto Moisés, quanto Arão, Nadabe e Abiu e mais 70 dos anciãos de Israel viram o Deus de Israel, e comeram, e beberam... Meu Deus como foi isso? Isso ocorreu antes, por ocasião da antiga aliança; depois, ocorreu que o próprio Senhor conviveu conosco por mais de 33 anos e nos trouxe, por meio de sua vida, o sangue da nova aliança.

Hoje, estamos em Cristo e com Cristo e já não necessitamos de sacerdócio humano para nos apresentar diante do Senhor, mas nós mesmos podemos nos achegarmos, com ousadia, conforme Hb 10:19, e entrarmos no Santuário, confiado no grande Sumo Sacerdote, Jesus Cristo.

Não desanime de sua fé! Busque ao Senhor com todo teu coração, alma, forças e entendimento e tenhas paciência e perseverança. É verdade que em tua caminhada ocorrem coisas e mais coisas que tentam bloquear, impedir ou lançar dúvida na palavra de Deus, mas eu quero te dizer que é necessário vigiar e orar para não cairdes em tentação. Eu sei que seria mais fácil para você ver ou ouvir do que crer, mas a sabedoria divina escolheu a fé e na a vista. Não me perguntes porque, apenas receba esta palavra.

Filho, não deixes a dúvida crescer dentro de ti, ou melhor, nem a deixe entrar, mas se entrou e você percebe que ela já começou a destilar o seu veneno e a contaminar o seu coração, não deixe, nem permitas que cresça... a ti cumpre dominá-la “... eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo”. (Gn 4:7b).

Amados, Deus é bom, muito bom! A Deus, toda a glória!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 24/365

LB de hoje foi até Ex 21:36. Na passagem de Ex 19:6-8, percebemos que são sacerdotes os que aceitam as promessas e preceitos de Deus porque já podem ser veículos de Deus para transmissão da Palavra de Deus, assim, na visão de Russel Shedd, àqueles que a palavra de Deus é dirigida e que aceitam-na, tornam-se, portanto, disseminadores dessa palavra e, portanto, são considerados sacerdotes.
 
Disse Jesus, em João 6:57 “Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim quem de mim se alimenta também viverá por mim.” Quanto mais me alimento e bebo de sua fonte, mais sede e fome tenho e mais desejo repassar aos que vivem comigo a sua palavra para saciar a sede e a fome dos que vivem neste mundo.
 
Ontem, no culto da ARCA DA ALIANÇA, um lugar de adoração a Deus, tivemos o prazer de recepcionarmos 16 almas que, juntas, buscaram o Senhor. A Dupla G&M conduziram um louvor abençoado e a ministração da palavra ficou com o Deto que nos fez refletir no tema: Como você gostaria de ser lembrado?
 
Ele baseou sua reflexão no livro de Hebreus (Hb 12:1-3) que fala das nuvens de testemunha relacionadas no capítulo 11, do mesmo livro. Disse-nos que deveríamos olhar para o passado, o presente e o futuro dos homens de Deus, dos ímpios e de nós mesmos e refletirmos em como quereremos ser lembrado pelos que deixaremos.
 
Disse que ao contemplarmos o passado, veremos que foram bem aventurados os que perseveraram até o fim e tiveram um fim terrível os que resistiram ao Espírito de Deus e escolheram viver uma vida sem compromissos com Deus. Que ao contemplarmos o presente, devemos estar atentos aos atuais homens de Deus e líderes que são fiéis e prósperos no Senhor e, desde já, passarmos a investir em nossas vidas visando, no mínimo, deixarmos um bom exemplo aos que habitam conosco confiadamente. Que ao pensarmos no futuro, devemos deixar que Deus atue em nossos sonhos e nos dê esperanças para construirmos algo sólido que servirá para o engrandecimento do Reino de Deus e de sua Justiça.
 
Além disso, contou vários testemunhos da ação de Deus em nossas vidas e as lições que cada uma delas trouxe de edificação, sem perder de vista o foco de que estamos construindo hoje o que queremos ser amanhã.
 
Não perca a próxima reunião da Arca da Aliança que será, novamente, na QNF e o pregador será o Pastor Nelsinho de Guarulhos/SP: oremos por ele e por nós para recebermos a porção que Deus tem para nos entregar neste dia abençoado.
 
Quem puder e quiser comentar, favor verificar o link abaixo sobre uma pregação em vídeo que tive a oportunidade de ministrá-la na Assembléia de Deus em Guarulhos/SP:
 
A Deus, toda a glória!
 

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 23/365

Nada como um dia após o outro! Bem nos disse o Senhor nos SL 90:12 “ensina-nos, Senhor, a contar os nossos dias a fim de que alcancemos corações sábios”. Aleluias!
 
Achei! Achei os meus óculos! Graças a Deus, achei meus óculos no BB enquanto pegava um extrato. Já se tinham passado 5 dias, mesmo assim, resolvi, meio sem graça, perguntar a uma funcionária se tinham achado um óculos. Quando foi perdido? Na sexta-feira, respondi. Um momento... daqui há pouquinho volta ele com um óculos na mão. Seria este? Sim! Sim! É ele! Levantei as mãos ao alto e agradeci ao Senhor. Ela sorriu, entregou-me os óculos e eu fiquei como um menino feliz.
 
A LB de hoje avançou até Ex 18:27. No êxodo 16, vemos a provisão do Senhor ao seu povo por meio do maná que não faltou nenhum dia por 40 anos! No capítulo 17, um ato de incredulidade do povo: “estará o Senhor no meio de nós, ou não?”. É preciso tomar cuidado com nossas falas quando estamos diante do Senhor. No capítulo 18, o exemplo de administração sugerido por Jetro, sogro de Moisés.
 
Eu gostaria muito de uma mudança radical em minha vida espiritual. Nosso mundo está sendo atacado e bombardeado pelo maligno. Nosso testemunho e pregação precisam ser recheados de poder, autoridade, sinais e maravilhas. Enquanto voltava do dentista, hoje, vi um cartaz anunciando que alguém tinha morrido em 1945 e que hoje, 2009, tem 11 anos de idade. Estranho? Sim, era, dizia o cartaz, bem grande, uma propaganda a favor da reencarnação que divulgava um livro, Best-seller, de uma incrível história de reencarnação.
 
Jesus mesmo disse a Felipe: “Crede-me que estou no Pai, e o Pai, em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras." (Jo 14:11). Seu apelo, primeiro foi para que cresse em sua fala, mas depois, apelou para que cresse por causa das obras, as quais ninguém poderia fazê-las, senão o Filho de Deus!
 
E as questões sexuais dos dias de hoje? Misericórdias! Nem podemos nos expressar para não cometermos crime! E a teologia reversa? Santo Deus, desperta-nos e seremos vigilantes!
Hoje irei pregar na Arca da Aliança, às 20hs, na QNF 08 (quem quiser ir conferir, envie-me um email) e pretendo fazer uma questão aos que lá estarão presentes: como vocês gostariam de ser lembrados? A referência bíblica será em Hb 11 e Tg 5. A palavra é de Deus, direcionada ao povo de Deus e sendo ministrada por um homem de Deus, logo Deus falará hoje aos nossos corações. Soli Deo Gloria!
 

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 22/365

Bom dia amados do Senhor! Hoje em meu período de oração Deus falou muito forte ao meu coração sobre o que ou como quem eu gostaria de ser lembrado pelas gerações futuras. Eu olhei para o passado e notei que tenho por bem aventurado os homens de Deus que permaneceram fiéis até o fim e espelhando-me neles pude rascunhar a resposta como segue.
 
Como eu gostaria de ser lembrado? Então falei ao Senhor: Senhor, eu quero ser reconhecido, primeiramente, pelos que são os meus próximos, bem próximos (esposa e filhos, principalmente, amigos e irmãos da igreja, parentes, colegas de serviço, vizinhos) e depois pelos outros de minha cidade, estado, nação e internet como:
 
Com relação a Deus:
  • um homem de oração que aprecia um excelente CAFÉ de Deus (eu quero amar e confiar em Deus de todo o meu Coração, Alma, Forças e Entendimento – Mc 12:30);
  • um homem de fé, de muita fé em Deus;
  • um homem buscador do Reino de Deus e de sua Justiça, totalmente escriturístico e cristocêntrico.
 
Com relação ao meu próximo como:
  • alguém que é totalmente relacional, amigo e prestativo e que, verdadeiramente, se importa com o seu próximo;
  • alguém que respeita o ser humano, enxergando nele, com os olhos da fé, não a sua situação aparente, mas uma alma sedenta de Deus e que pode e quer ser transformada para viver e estar em harmonia com o Criador;
  • alguém que valoriza, acredita, incentiva e luta pela família a fim de que haja união, harmonia, alegria, prazer, crescimento, liberdade e muito amor.
 
A Minha leitura bíblica de hoje, LB, foi até Ex 15:27. em Ex 13, vemos que com mão forte, Deus tirou do Egito o povo de Israel, a morte e a consagração dos primogênitos ao Senhor e a origem das colunas de nuvens e de fogo. O destaque fica para Ex 13:9 “E te será por sinal sobre tua mão e por lembrança entre teus olhos; para que a lei do SENHOR esteja em tua boca; porquanto, com mão forte, o SENHOR te tirou do Egito.”. Russel Shedd faz um comentário interessante desse versículo ao comentar que a mão simboliza que a lei deve estar sempre disponível, pronta e disposta para ser usada; que entre os olhos, simboliza guardar a lei na nossa mente; e, que em sua boca, simboliza que dela devemos falar porque com MÃO FORTE, o Senhor nos tirou do Egito. Essa MÃO FORTE para mim tem o significado que o nosso resgate do mundo somente se dá pela força do Senhor e não por qualquer esforço nosso.
 
Outro versículo interessante é o NÃO TEMAIS em Ex 14:13, se não me engano é o 5º ou 6º até agora. Em ex 15:11, Deus é o Deus das maravilhas e no verso 26, o Deus que cura!
 
E você, como gostaria de ser reconhecido? Você já pensou a cerca disso? Quais são os teus sonhos? Deus o abençoe neste dia. Soli Deo Gloria!
 

terça-feira, 11 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 21/365

Eu perdi meus óculos! Foi na sexta-feira e hoje já é terça-feira. Dirigir a noite tem sido meu maior desafio. Também posso ser multado se for pego em uma blitz. O fato é que tenho um problema e preciso de uma solução rápida! Onde estão os meus óculos?

Ei, calma ai, hoje é um dia especial, bem pelo menos para mim: são 18.263 dias de vida! Aleluias! Feliz aniversário, Deto: Que "O SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz” (Nm 6:24-26).

Minha LB de hoje foi até Ex 12:50. Deus aqui é um Deus imanente e não somente transcendente. Ele está agindo na vida de Moisés e de todo o povo de Israel de uma maneira singular, muito especial.
E quanto aos meus óculos? Nada sei! Já orei, já pesquisei, já sondei com meus amigos e nadinha... Senhor, tu sabes onde estão meus óculos! Isso me faz refletir em algo: eu não tenho um Deus Todo-Poderoso! É verdade!

Não sou eu que o tenho, mas ele, o Deus Todo-Poderoso, é que me tem. Eu não estou aqui nesta vida, nesta terra, tendo um Deus a meu serviço para execução da minha vontade e satisfação das minhas necessidades como se fosse aquele que quando eu preciso achar meus óculos, eu recorro a ele e, sobrenaturalmente, “voilà!”, ei-lo! Não! Não! Não!

Eu estou aqui, nesta vida, neste mundo, para fazer a vontade dele. São os planos de Deus, seus propósitos, finalidades e intentos e não os meus! Deus não é Deus que está obrigado com os meus sonhos, desejos e vontades. “Porque eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.” (Jo 6:38). Se eu for esperto de forma que nossas vontades estejam de acordo, tudo será alegria e paz!

Com relação aos meus óculos, com certeza terei de providenciar outro e urgentemente. Senhor, tu és meu Deus e meu Senhor! Sou tão carente de ti, Senhor! Ensina-me os teus caminhos, e eu aprenderei. Mostra-me tua bondade e eu jamais te deixarei! Não me entregues a mim mesmo, nem permitas que eu venha a rejeitar os teus caminhos, mas fortifica a minha fé, fortalece-me e eu serei forte, inabalável!

Para reflexão de todos os que lêem este blog (particularmente, este é um dos versículos bíblicos que mais me encantam):

Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.” (PV 3:5,6).

p.s.: eu achei meus óculos na quarta-feira, 12.8.2009, no Banco do Brasil. Aleluias! Deus é muito bom! Ensina-me Senhor a ter mais fé e confiança em ti. Obrigado pela bênção recebida a qual não mereço!

Soli Deo Gloria!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Fogo no óleo (leia antes de ver o vídeo) - Utilidade Pública.

Recebido por email e repassado devido sua utilidade:

 

Importante antes de ver o filme, leia.

 

Sou brigadista treinado, fundador da brigada em minha companhia, time em que atuei por 5 anos.

Já passei pelo exercício de apagar fogo em óleo quente e confesso que é um dos fogos mais difíceis de serem apagados.

A dica do filme é a mais prática e simples, além do forte aviso de não se utilizar de água para apagar este tipo de fogo.

 

Mas a principal dica é: caso você não saiba exatamente o que fazer, evacue a área de incêndio e chame ou a brigada ou os Bombeiros para tratarem do tema. Não se meta a fazer o que você não sabe, sob pena de risco de morte.

 

Como apagar fogo em óleo quente: É bom saber como agir.

Caso você esqueça no fogo a panela ou frigideira com óleo, e esse pegue fogo, NÃO ENTRE EM PÂNICO.

Siga as instruções abaixo. Repasse aos seus amigos, ensine seus empregados, mostre aos seus filhos.

 

1. DESLIGUE O FOGO

2. MOLHE um pano, torça-o, retirando o excesso de água, para que este NÃO PINGUE.

3. Coloque o pano sobre a panela/frigideira e espere até que esfrie (não saia mais vapor).

4. NUNCA TENTE MOVER A PANELA ou a FRIGIDEIRA

5. NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA, pois os respingos carregarão fogo junto e os efeitos são devastadores.

 

Veja o filme! Não guarde essa informação só para você.”

365 dias de propósito! Dia 20/365

A LB de hoje foi até Ex 9:35. Nessa leitura, já estamos no estudo das 10 pragas que assolaram o Egito.
 
Nas palavras de Russel Shedd:
 
  • “Cada praga era anunciada de antemão;
  • Posta em prática pela rebelião do homem; e,
  • Retirada ao primeiro sinal da conversão do mesmo.
 
Sinceramente falando, estou inclinado a rever esse propósito por causa dos finais de semana, feriados, viagens (a serviço, encontro de casais, férias). A idéia seria continuar com os 365 dias, mas não fazê-los corresponderem, obrigatoriamente, com os dias do ano. Por enquanto, estou fazendo o possível para manter essa correspondência. A minha intenção não é transformar esse período num pesadelo ou numa obrigação tão rígida que venha a passar por cima de tantas outras coisas muito importantes. Não quero fazer sacrifícios de tolos, mas buscar a Deus, seu Reino e a sua Justiça. Embora o propósito, para fins de registro e testemunho futuro, seja de 365 dias, minha intenção, secreta, é de torná-lo perpétuo e ainda mais abrangente para ter mais tempo para orar, para a LB e para a meditação, estudo e escrita.
 
Um propósito desses não pode ser peso para nossa alma carregar, nem tão pouco ser uma espécie de talismã que vai aumentar nosso poder e nos desviar do mal, nem se constituir num amuleto que apresentamos à divindade querendo aplacar a sua ira contra nossas astúcias, nem um apaziguador de consciências, mas tem de ser um momento especial de renovação de vida, de forças espirituais, de comunhão e de adoração ao Criador, bendito para todo o sempre, e, portanto, desejado, sonhado, esperado.
 
As nossas tarefas cotidianas e a pressa desse mundo moderno, globalizado e de resultados imediatos, não podem sufocar nosso momento de intimidade e de aproximação com o Senhor. Também não devemos levar essas coisas em nossa cabeças quando vamos praticar o nosso devocional diário. Se desprezamos esses momentos, seremos, certamente, desprezados. Senhor, ensina-me a te adorar e a te buscar sempre! Revela-te a mim e me instrui. Faze-me sábio nas coisas celestiais e que em meus lábios jamais falte uma palavra de alento e de exortação ao meu próximo a fim de que nossa fé aumente dia a dia.
 
A Deus toda a glória!
 

domingo, 9 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 19/365

Lb de hoje até Ex 6:30. Eu estou tentando desenvolver um estudo sobre a contemporaneidade das principais personagens bíblicas e neste capítulo encontrei as idades de morte de Levi, 137 anos, Coate, 133 anos e Anrão, 137 anos. No tempo oportuno, permitindo Deus, trarei à tona.

Olhem só o que Faraó disse em Ex 5:2 a cerca de Deus: “... não o conheço...”. No livro de Romanos, do apóstolo Paulo, no capítulo 1º, encontramos uma passagem que diz Deus sobre esse conhecimento: “... por haverem rejeitado o conhecimento de Deus...” (Rm 1:21). Ora, como alguém poderia rejeitar o que não possuía? É óbvio que o homem rejeitou aquilo que já possuía, isto é, o conhecimento de Deus! E como, Faraó diz que não o conhecia? Agiu Faraó com orgulho, vaidade e pretensão. O resultado foi que acabou sendo entregue aos seus próprios pensamentos e isso provocou nele o endurecimento de seu coração.

Não importa, para mim, a crença de qualquer homem ou sua educação ou qualquer outra teoria comportamental. Eu creio que o homem é dotado do conhecimento de Deus e isso é mais do que o suficiente para impulsioná-lo na busca de Deus, de seu Reino e Justiça. Eu não creio em ateus, simplesmente não creio pelo óbvio argumento de que Deus existe. Ora se Deus existe, lógico, que não existem ateus, mas aqueles que rejeitam o conhecimento de Deus e que por conseqüência são entregues a si mesmos para fazerem o que quiserem.

Sabem o que ainda freia, um pouco, o homem vil, maligno e cruel? O conhecimento em seu interior de Deus! Cada vez que este conhecimento sobre um abalo, ele se sente mais livre para mergulhar nas suas práticas ilícitas e criminosas. Cada vez que ele se encontra ou vê o testemunho de crentes fiéis, ele se recolhe, por causa do temor a Deus! Está escrito que onde não há profecia, o povo se corrompe (PV 29:18) e é verdade! Nosso dever, portanto, é não nos calarmos nem nos intimidarmos, mas abrirmos a nossa boca e falar a palavra profética, isto é, a palavra de Deus!

A Deus toda a glória! Amém!

sábado, 8 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 18/365

Comecei o livro de Exôdus e minha LB de hoje foi até Ex 4:31. Hoje eu quero falar um pouco sobre a incredulidade e seus terríveis males ao espírito. Porque, Senhor, a dúvida entra em nossos corações?


Tudo estava tão bem no Jardim do Éden, mas ai surge a serpente que com sua astúcia lança a dúvida no coração de Eva. Sem adentrar no como e no porque relacionado à serpente, uma coisa é certa: a dúvida foi lançada! Mas ela, como uma semente, não germinará sem antes encontrar um terreno fértil e propício.


Eva poderia não ter dado ouvidos à sugestão da serpente. Adão também, mas ambos, deram.


Havia uma ordem, um mandamento do Senhor relacionado à árvore do conhecimento do bem e do mal: “E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás livremente, "mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás." (Gn 2:16 e 17).


Tanto Eva quanto Adão eram dotados de livre-arbítrio (isso no sentido de poderem fazer escolhas contrárias às suas naturezas). Eram seres especiais, humanos, mas com livre-arbítrio, capazes de escolherem tanto o bem quanto o mal. Deus, em sua infinita sabedoria, os fez assim dotados dessa capacidade singular. O próprio Senhor não tem livre-arbítrio, isto é, Deus não peca, jamais pecará, nem é capaz de agir contrário à sua própria natureza, nunca!


Em Gênesis 2:9, está escrito: “E o SENHOR Deus fez brotar da terra toda árvore agradável à vista e boa para comida, e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore da ciência do bem e do mal.” Parece-me, assim se depreende do versículo em questão, que ambas as árvores, Deus fez brotar da terra! E qual o significado disso? Também disso, falaremos mais tarde, permitindo e querendo Deus nos instruir.


Eva recepcionou a dúvida! Mas e se ela não a tivesse recepcionado e antes continuado em obediência ao Criador? Ela e Adão estariam vivos até ao dia de hoje! O exercício do livre-arbítrio de ambos pôs fim ao livre-arbítrio e com ele houve o fim dessa raça de humanos dotados de livre-arbítrio. O assunto é muito extenso, mas iremos prosseguir, pois ainda faltam muitos dias para o fim desse propósito. A Deus toda a glória, para sempre, amém!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 17/365

Terminei o livro de Gênesis! A data de hoje é interessante: 6ª, 7/8/9... quem gosta de datas “cabalísticas” taí uma muito especial. Para mim, é uma data como qualquer outra e Deus é o meu Deus soberano, sábio, bom!
 
As questões cronológicas e os estudos de contemporaneidade dos principais personagens bíblicos despertam-me curiosidades. Por exemplo, José foi contemporâneo a Abraão? O estudo aprofundado e bem fundamentado desse assunto pode nos levar a entender melhor a disseminação da palavra de Deus. Outro exemplo: Abraão conheceu, conviveu, com o neto de Noé, Arfaxade? E o pai de Abraão, conheceu o filho de Noé, Sem? A resposta pode ser muitíssimo interessante.
 
Ontem, em meu período de oração, quando ia orar por meus filhos e esposa sobre a gripe “A”, o Senhor falou comigo dizendo que não era para orar por eles e ainda me disse: eles não são teus, mas meus e deles cuido eu, pois tenho obras para realizar em suas vidas. Amém! Graças a Deus! Aleluias! Se assim é, Senhor, então permita-me agradecer-te pelo teu cuidado. E, assim, orei agradecendo e louvando a Deus.
 
Em minha leitura atual do livro de Peter Jones, A AMEAÇA PAGÃ, estou realmente perplexo de saber das estratégias do Diabo para se opor a Deus e assim zombar do Criador e de seu plano de salvação, por meio de Jesus Cristo. Não é que os movimentos atuais filosóficos da nova era partiram para uma teologia de exegese reversa onde os papéis estão se invertendo e o vilão passa a ser o Senhor e o mocinho, a antiga serpente, o Diabo? Não se trata de uma simples construção gramatical sem sentido, mas teológica, bem elaborada e construída que, fatalmente, levará muitos para os caminhos místicos.
 
As portas estão sendo fechadas e os que ainda estão para entrar devem se apressar, se não, serão tragados vivos pela sedução do engano, pois Deus lhes enviou o espírito do erro para darem crédito a mentira e servirem a criatura ao invés do criador (II Ts 2:11). Corra para Jesus, meu irmão, pois o tempo é muitíssimo curto. Os ataques à Bíblia, a Jesus Cristo, ao Reino de Deus atual estão sendo inteligentemente construídos e arquitetados de forma que até os próprios crentes, se não fosse o próprio Espírito Santo, seriam enganados (Mt 24:24).
 
Soli Deo Gloria!
 

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 16/365

LB: até Gn 46:27. Estou já chegando ao final da leitura de Gênesis e creio que será possível eu concluir a leitura da bíblia toda. Jacó, Jacó, estou aprendendo com ele o que Salomão também ensinou sobre os presentes:
 
1. Provérbios 6:35: Nenhum resgate aceitará, nem consentirá, ainda que multipliques os presentes.
2. Provérbios 17:8: "Pedra preciosa é o presente aos olhos dos que o recebem; para onde quer que se volte, servirá de proveito."
3. Provérbios 17:23: O ímpio tira o presente do seio para perverter as veredas da justiça.
4. Provérbios 18:16: O presente do homem alarga-lhe o caminho e leva-o à presença dos grandes.
5. Provérbios 19:6: Muitos suplicam a face do príncipe, e cada um é amigo daquele que dá presentes.
6. Provérbios 21:14: O presente que se dá em segredo abate a ira, e a dádiva no seio, uma forte indignação.
 
Falando em presentes, meu aniversário está próximo, muito próximo! Aleluias! Receber presentes é muito bom, mas melhor é dar do que receber, assim nos ensinou o Senhor: “Lucas 6:38: "Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos darão; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo.". Fique à vontade, eu também gosto de receber presentes! Quem não gosta? Jacó foi sábio e disse usou sem medidas.
 
Será que somente eu que escrevo, sou o que leio o que escrevo? Não importa, estou com a minha consciência focada na busca de Deus, de seu Reino e de sua justiça e o mais me será, certamente, acrescentado. Não estou buscando leitores nem focado em audiências, mas em derramar por este meio meu espírito e deixar que Deus me use. Se a palavra de Deus meditada por mim tiver proveito para uma única alma, ainda que esta única alma seja somente eu mesmo, ainda assim, terá valido a pena eu me deixar ser usado pelo Espírito de Deus.
 
Você já observou que Jacó era apaixonado por Raquel e que de sua união houve a geração de José e de Benjamim, mas que foi a Lia quem lhe deu Judá que foi contado como ancestral de Jesus, do Messias? Essas gerações, esses ancestrais de Jesus, provam para mim o quanto a bíblia é correta e não inventada por mente e propósitos humanos, pois se assim fosse não haveriam registros de tantas falhas.
 
Será, Senhor, que estais me chamando para o pastoreio de almas? Eu como homem de Deus gostaria de deixar àqueles que habitam confiadamente comigo uma mensagem de amor, de respeito por meu semelhante, de esperança e de muita fé em Deus, tipo CAFE. A mensagem que tenho recebido de Deus para anunciar ao meu próximo é bíblica, cristocêntrica e crítica-construtiva. Fico muito triste quando alguém despreza o seu próximo, porque pensa diferentemente da gente ou pratica coisas abomináveis aos nossos olhos. Tais pessoas precisam de Deus em sua vida para se libertarem do mal que as acomete e não de pessoas que as lancem ao inferno.
 
A Deus, somente a ele, toda a glória!
 

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 15/365

Eu creio num Deus administrador de todas as coisas, que governa e que controla todos os eventos, inclusive aquele de difíceis interpretações e conclusões. A minha LB de hoje foi até Gn 42:38. Como é interessante vermos a obra de Deus na vida de Jacó, José, Judá. Como Deus prosperou a vida deles e como agia na vida deles e dos que estavam por perto.
 
Deus tanto é um ser imanente, como transcedente, mas isso, não exime a responsabilidade do homem. Como salienta Louis Berkhoff, Deus é um ser imanente e transcedente: “O céu e aterra não podem contê-lo, 1 Rs 8.27; Is 66.1; At 7.48, 49; e ao mesmo tempo Ele preenche ambos e é Deus acessível, Sl 139.7-10; Jr 23.23, 24; At 17.27, 28”.
 
Hoje em meu período de oração, minha esposa me surpreendeu: “Querido, pare de roncar. Não durma de joelhos, pois isso faz mal”. Ai que raiva! Vencido pelo sono e pelo cansaço, mas ali orando... Terei de mudar a estratégia da oração para aproveitar melhor o tempo que já é tão curto. Senhor, ensina-me a orar, e eu aprenderei. Não me deixe ser vencido pelo sono, mas fortalecei-me para que eu não venha a fazer de meu devocional algo sem sentido. Se eu me levantei para orar, eu orarei; se não, melhor ir dormir.
 
Eu já fui surpreendido pelo Senhor certa vez quando ele me questionou em meio a uma tempestade (eu estava totalmente seguro, abrigado, mas a chuva, os relâmpagos e trovões eram intensos) se eu confiava nele de todo o meu Coração, Alma, Forças e Entendimento (olha ai um acróstico: CAFÉ) e eu lhe respondi que não, mas que gostaria muito. Porque nos parece tão difícil depositarmos em Deus toda a nossa esperança até o fim?
 
José, antes de tornar-se o segundo no Egito, abaixo somente de Faraó, passou uns 17 anos na prisão! E se José não confiasse em Deus e tivesse se entregado à depressão, à murmuração e ao desespero? Os anos da sua juventude, praticamente, foram vividos em uma masmorra! E nós que temos a liberdade e vivemos regaladamente por ai? Quantas não são as vezes que maldizemos tudo e todas as coisas ao nosso redor porque algo não saiu como esperado ou porque não conseguimos satisfazer a inveja em nosso ser?
 
Senhor me Deus e Pai, Papaizinho, ajuda-me a por na porta de meus lábios, sentinelas atentos que vigiem para que nenhum monstro venha a sair de minha boca, oriundo de meu coração, para causar danos ao nosso próximo e, conseqüentemente, a mim mesmo. Amém! A Deus toda a glória!
 

terça-feira, 4 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 14/365

Minha LB de hoje foi até Gn 38:22. O principal destaque ficou para o fato de Judá e Tamar serem os ancestrais diretos do Messias. Se não fosse um livro digno de respeito, certamente teriam omitido essa história, mas ela não foi omitida e para nós ficou como exemplo. Judá procurou uma prostituta e achando Tamar que se disfarçara manteve relações com ela e desse encontro nasceu-lhe dois filhos: Péres e Zerá (Gn 38:29,30). Na linha genealógica de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, encontraremos Judá e Peres. Aleluias!
 
Ontem, iniciaram-se as aulas de teologia e confesso que não gostei das novidades, principalmente porque haveria a promessa de concluirmos o curso ainda neste quinto semestre (a proposta seria juntar o 5º e o 6º semestre, em um só), também porque muitos professores que reputávamos verdadeiros conhecedores da bíblia e do Reino de Deus foram demitidos. Há uma onda de rumores dizendo que isso aconteceu porque a faculdade esta admitindo apenas em seu quadro teólogos liberais e outros dizendo que não se trata disso, mas tão-somente que aqueles professores não tinham certificação reconhecida pelo MEC e isso impediu a faculdade de mantê-los, apesar de seus conhecimentos e graduações não reconhecidas.
Estamos num mundo onde a política e a economia tem grande impacto nas coisas que são decididas. Ninguém parece muito interessado na verdade (ela hoje está relativizada – acabaram com a verdade!), na lei, na ordem e na decência (tudo parece questão de conveniência e oportunidade – se interessar aos dominantes, a lei é válida, se não, ela pode ser reinterpretada), na carreira, nos méritos e capacidades (mais vale o amigo – influente - que indica e o amigo que sustenta). 
 
Esta ordem das coisas cria em nós desestímulos ao progresso e à própria vida profissional, acadêmica. Como prosperar? Fazendo e desenvolvendo amizades interesseiras? O curso que estou fazendo de teologia é para o quê? O objetivo é obter um diploma (RECONHECIDO PELO MEC!) a qualquer custo? SERÁ QUE NOSSA VIDA É UMA TREMENDA ENROLAÇÃO? Será que eu sou uma farça em crescimento? Vamos fazer de contas que eu estou aprendendo e vamos fazer de contas que há ensino? E no meu trabalho? Como prosperarei? Eu me recuso a me envolver politicamente... eu até tentei, não por vontade própria, mas isso é terrível!
 
Hoje, estou desabafando, perdoem-me! Até meu momento de oração foi pesado e os céus acima de minha cabeça pareceram de bronze. Se quiserem saber, eu, sinceramente, não confio em minha própria sinceridade! Por isso, não me dou por seguro.
 
E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. 
Então, arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração. 
"E disse o SENHOR: Destruirei, de sobre a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal, até ao réptil e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito." 
Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR. – grifo nosso - (Gn 6:5-8).
 
Deus fez o homem reto, mas este se meteu em muitas astúcias” (Ec 7:29).
 
Papai dos Céus e da terra, não permitas que eu venha a rejeitar o teu conhecimento, mas sustenta-me por tua graça a fim de que como Noé, por meio de Jesus Cristo, eu também ache graça diante de teus olhos. Amém!
 
A Deus toda a glória!
 

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 13/365

Minha LB de hoje avançou até Gn 35:15. Agora é Jacó que continua a levantar altares ao Senhor por onde vai passando. As teofanias também são freqüentes na narrativa de Jacó.
Os mistérios de Deus são tantos. Embora Jesus tenha advertido a Tomé que bem aventurados são os que não viram e creram (Jô 20:29) e Anselmo tenha dito “Realmente desejo compreender um pouco da tua verdade, que meu coração ama e na qual crê. Não busco compreender, a fim de poder crer; mas creio, para que possa compreender; e o que é mais, creio que a menos que eu acredite, não compreenderei (Pg. 24, ORAR COM DEUS, de James Houston. Ed. Abba Press.), parece que em cada um de nós existe um anseio e uma expectativa ardente de que a qualquer horas destas nos depararemos com o sobrenatural de Deus.
Eu falo comigo mesmo dizendo para me convencer que é melhor que eu nada veja, mas creia, mas não posso negar o anseio dentro de mim de ver as coisas de Deus. Aleluias!
Voltando à questão do mal incurável pela medicina da minha cunhada que já sofre uns 10 anos ou mais. O seu estado é lastimável e nada faz sem a ajuda de alguém. Já não fala, não anda, não se comunica. Quem olha para ela, imagina que o fim se aproxima rapidamente. Há uns 10 anos, ela era tão ativa. Trabalhava na CEF e tinha concluído um curso de Direito. Era atuante, dinâmica e cuidava de todos na família. Foi ela, inclusive, a principal pessoa responsável por cuidar da mãe que teve o mesmo problema.
A minha fé me diz que enquanto o fôlego de vida estiver presente, ali haverá esperanças! Eu creio em milagres! Eu creio em cura divina! E vou lutar até o fim, crendo e pedindo a Deus uma cura, mas sem jamais deixar de confiar em Deus e em seus propósitos, sua sabedoria e inteligência.
Pode ser que eu não seja atendido, mas confio em Deus! Oramos a Deus para iluminar os médicos, cientistas para acharem uma solução como já foi achado para tantos outros males. Nós não desistimos de um milagre de Deus por isso mais o buscamos. Isso também me lembra a história do filho de Davi com Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de urias, o heteu, aquele gerado em adultério. Davi orou, instou, lutou e clamou pela vida do menino enquanto nele havia vida, mas assim que Deus o levou para si, levantou-se Davi, ungiu-se e foi comer (II Sm 12:20).
Semelhantemente, nós lutaremos, oraremos, instaremos, até o fim! Aleluias! A Deus toda a glória!

domingo, 2 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 12/365

A minha LB do 12º dia avançou até Gn 31:21. A leitura do Gênesis é muito interessante e tantos assuntos surgem para querermos pesquisar, por exemplo, eu fiquei curioso com os seguintes termos: - arameu – Betuel – Padã Arã. Sobre este último, Russel Shedd nos diz que hoje esta cidade é conhecida como Harran e fica uns 450 km de Damasco, na Síria. Outro assunto que me facina é a cronologia bíblica e as questões de contemporaneidade. Por exemplo, você sabia que quando Abrão morreu, Jacó tinha uns 15 anos?

Chamou-me novamente a atenção a prosperidade de Jacó mencionada em Gn 30:43 “E o homem se tornou mais e mais rico; teve muitos rebanhos, e servas, e servos, e camelos, e jumentos.” e Gn 31:9 “Assim, Deus tomou o gado de vosso pai e mo deu a mim”. Como estava meditando ontem, Deus é o administrador de todas as coisas. Foi Deus quem deu a riqueza a Abrão, depois a Isaque, Ismael e Jacó e não foi pela força e capacidade de cada um deles. Eu, por exemplo, querendo Deus posso me tornar riquíssimo de uma hora para outra, como também posso perder o pouco que tenho, de hoje para amanhã, ou continuar como estou até o dia de minha partida desta vida.

Nós temos que estar em sintonia com Deus para sabermos discernir a sua vontade e não entrarmos em crise achando que estamos desamparados ou abandonados. Há uma oração atribuída a Francisco de Assis que diz algo assim:

"Concedei-me Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que eu não posso modificar, coragem para modificar aquelas que eu posso, e sabedoria para distinguir uma das outras."

Ela é também conhecida como oração da serenidade. Somente quem conhece o seu Deus é capaz de orar assim, pois jamais quero deixar o ensino da resignação absoluta ou mesmo parcial. Eu sou lutador e crente! Enquanto eu não ver o fim de determinada coisa, eu orarei pela sua restauração. Por exemplo, minha querida cunhada, 50 anos, Tânia, tem um mal terrível, incurável pela medicina, chamada de Doença de Huntington. Enquanto nela houver o fôlego de vida, eu estarei orando por ela para que Deus a cure. Aleluias!

Vamos continuar o assunto posteriormente. Por ora é só. A Deus toda a glória. Amém!

sábado, 1 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 11/365

Aleluias! Minha LB de hoje foi até Gn 27:46 e Deus falou muito comigo sobre a prosperidade, conforme está em Gn 26:12 e 13 “Semeou Isaque naquela terra e, no mesmo ano, recolheu cento por um, porque o Senhor o abençoava. Enriqueceu-se o homem, prosperou, ficou riquíssimo; ...”. Oh glórias!

Eu tenho dito e insistido, aqui mesmo neste blog, diversas vezes:

• EU TENHO O QUE DEUS QUER QUE EU TENHA;
• EU SOU O QUE DEUS QUER QUE EU SEJA;
• EU ESTOU ONDE DEUS QUER QUE EU ESTEJA.

Por eu dizer estas coisas, eu estou, também, dizendo que creio num Deus Administrador de todas as coisas. A uns, abate, a outros, exalta, a uns enriquece, a outros, empobrece, ... Ele é Deus! Deus para mim é Deus! Deus é quem controla todas as coisas. Nem um fio de cabelo ou uma folha de árvore cai seu o seu consentimento. Eu creio num Deus que conhece a história e que é soberano, mas também creio, igualmente, na responsabilidade do homem! Logo, Deus é 100% soberano e o homem 100% responsável.

Eu antes vivia inquieto e angustiado querendo ter mais, ou ser mais ou estar em outro lugar (morar em outra região, casa, ou trabalhar em outro lugar, em outra sessão) e teve um dia que fiquei muitíssimo triste e até procurei ajudas (políticos, amigos influentes). Graças a Deus, nada deu certo e eu tive que “engolir alguns sapos”. Deus falou comigo: “filho, porque andas triste e abatido? Eu sou o teu Deus e não quero te ver assim como se estivesse entregue ao acaso?” Eu refleti muito naquelas palavras e acordei! Eu tenho um Deus grande, soberano e que controla todas as coisas! (mais? Espere, tenha paciência, pois Deus ainda tem muito a falar!) Glórias a Deus!