Vamos conhecer o Caminho do Senhor?

Saiba que "O caminho do SENHOR é fortaleza para os íntegros, mas ruína aos que praticam a iniqüidade." (Pv 10:29). Saiba também que aqui no 'JAMAIS DESISTA do Caminho do Senhor' você encontrará, todos os dias uma mensagem baseada na Bíblia que representa o pensamento do autor na sua contínua busca das coisas pertencentes ao reino de Deus e a sua justiça.

sábado, 31 de julho de 2010

1000 dias de propósito! Dia 1/1000 – início do propósito! Aleluias! (sábado, 31 de julho de 2010)

 

TEMA:  1.000 dias de propósito para a glória de Deus!

 

Glórias a Deus! Estou de volta! As férias foram boas e proveitosas e já me sinto renovado. Amanhã, pela manhã, na "Primeirona", na Sandu Norte, no culto da Escola Bíblica Dominical, início 9h, estarei pregando uma palavra de Deus ao povo de Deus: você é meu convidado especial. O tema será: REJEITANDO A REJEIÇÃO DO CONHECIMENTO DE DEUS – Rm 1:18-32.

 

Eis-me aqui novamente com um novo propósito para a glória de Deus! O desafio é enorme, mas Deus é meu ajudador, o que temerei?

 

Início: 31 de agosto de 2010 – sábado.

Final: 26 de abril de 2013 – sexta-feira (ou antes, dependendo da volta de Jesus! Você está esperando a volta de Jesus? Espere e apresse-a - Tg 5:7-11 e 2 Pedro 3:9-18).

 

1.000 dias de propósito! "Ensina-nos Senhor a contar os nossos dias a fim de que alcancemos corações sábios" (Sl 90:12). Quem conta os dias sabe que a sua vida é breve e que para vivê-la intensamente aproveitando no máximo de seu prazer, a melhor proposta é estar na presença e diante de Deus.

 

A primeira pergunta do Catecismo Maior de Westminster é 1. QUAL É O FIM SUPREMO E PRINCIPAL DO HOMEM? E a resposta é: O FIM SUPREMO E PRINCIPAL DO HOMEM E GLORIFICAR A DEUS E GOZÁ-LO PARA SEMPRE, sendo as referências: Rom. 11:36; 1 Cor. 10:31; Sal. 73:24-26; João 17:22-24. A primeira atitude de que fala o Catecismo Maior de que o homem deve tomar é a de glorificar a Deus e a segunda é de gozá-lo para sempre.

 

Como será este novo propósito?

 

1. Compromisso de oração diária: três vezes ao dia: manhã, tarde, noite. Irei orar por você e família, pelo Reino de Deus e sua Justiça, pelo Jamais Desista, por este propósito, pela minha vida e por aqueles que habitam confiadamente comigo, irei adorar e louvar ao Senhor, etc...

 

2. Compromisso de leitura Bíblica regular: a Bíblia selecionada é a Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada – com auxílio: Simbolos da Fé das Igrejas Reformadas (Confissão Belga, Catecismo de Heidelberg e Cânones de Dort); Símbolos de Westminster (A Confissão de Fé, Catecismo Maior de Westminster e O Breve Catecismo de Westminster). Com um total de 1835 páginas. Irei ler duas páginas/dia e demonstrar dia a dia a evolução desse compromisso. Meu objetivo é chegar ao final junto com o término dos 1.000 dias de meu propósito.

 

3. Compromisso de leitura sistemática de bons livros evangélicos: irei registrar diariamente minha evolução em minhas leituras. Como diz o ditado popular: é de grão em grão que a galinha enche o papo, logo, irei, ler todos os dias, pelo menos umas 5 páginas/dia. Irei começar com o seguinte livro:

 

4. Compromisso de meditação na forma escrita: irei desenvolver o hábito de escrever, de comentar, de colocar uma mensagem diária, exceto, domingos, feriados, férias, viagens. O assunto ou tema das mensagens será livre, mas provavelmente deverá se referir de alguma forma ao qua estou lendo, estudando, ouvindo, aprendendo, trabalhando.

 

Qual a finalidade desse propósito?

 

O lema de minha vida é BUSCANDO O REINO DE DEUS E SUA JUSTIÇA – Mt 6:33. O verbo buscar está no gerúndio porque entendo que essa busca deve ser contínua, insistente, persistente, perseverante, sem jamais desistir.

 

Logo, tudo isso que estou a fazer: este propósito, estas leituras, orações e meditações na forma escrita, esta vida piedosa tem por finalidade glorificar a Deus e gozá-lo para sempre! Se ao menos uma pessoa poder ser edificada com isso, eu me darei satisfeito. E eu já tenho uma pessoa fiel leitora deste propósito: eu mesmo! aleluias! Glórias a Deus. Se eu conseguir edificar mais alguém, então, serei ainda mais feliz.

 

Outra finalidade que se sobressai, pelo menos para mim, é para eu cultivar o hábito de uma vida piedosa e ocupar minha mente com as coisas de Deus, de seu Reino e de sua Justiça a fim de eu não me enveredar por outros caminhos que não agradam a Deus. Eu sinto a necessidade de estar ativo, de estar envolvido com Deus e o buscando sempre, caso contrário, nem quero pensar!

 

Daqui uns tempos, farei uma revisão em meu propósito para ver se está bom e o que necessita de ajustes e correções.

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

  • Iniciei a leitura bíblica da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 60/302, do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010.
  • Estou ouvindo ...

 

A Deus toda a glória!

domingo, 25 de julho de 2010

Em Itacaré/BA - eu to na foto!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 365/365 – fim do propósito! Aleluias!

 

TEMA:  Em Itacaré/BA – Ora Vem Senhor Jesus – Ap 22:17

 

Aquele sucesso da pescaria que eu anunciei ontem, não deu certo, mas no final da tarde compramos um atum dos pescadores locais a R$ 10,00 o kilo, uma delícia! Chegamos ao local para comprar já fora de hora de serviço, mas o atendimento do sr. Roberto, homem humilde, pescador da região, foi tão excepcional, feito com tanto carinho, amor e atenção para conosco, inclusive tendo paciência com a nossa febre de fotos, que o peixe ficou até mais gostoso.

 

Oxalá todos nós fôssemos assim gentis para com nosso próximo! A humildade, o respeito, a cordialidade e o sorriso no rosto transformam qualquer um numa pessoa muito agradável. Ele nos mostrou também uma lagosta enorme e nos permitiu fotografá-la. Foi tudo tão agradável e bom. Agora, nesse momento, o Marcos, outro varão, esposo da Alessandra, humilde e gente boa, é quem está preparando o atum no molho numa panela de barro. O cheiro está tão convidativo! Glórias a Jesus.

 

Pois é, meus irmãos, pela graça de Deus, estou chegando ao final de meu propósito: "13. rmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, 14. Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." (Fp 3:13,14)

 

Confesso que me deu muito trabalho, mas muitas alegrias. Também tive oportunidade de crescer ainda mais no conhecimento das coisas do Reino de Deus e de sua Justiça.

 

Escolhi como tema para concluir meu propósito um chamado para que o Senhor volte logo: "O Espírito e a noiva dizem: Vem! Aquele que ouve, diga: Vem! Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida" (Ap 22:17).

 

Esse versículo é o último apelo evangelístico do Espírito pregado pela Igreja. Conforme o comentário de Russel Shedd, os que anseiam pela volta de Cristo são:

 

  • O Espírito – que inspira o profeta e ilumina a igreja
  • A noiva – a amada igreja ataviada – Ef 5:27
  • Os que têm sede de justiça – Mt 5:6; Is 55:1; Ap 21:6
  • Os humildes que reconhecem que não têm nenhum mérito próprio para receber a salvação – Ef 2:8-9

 

E você? Está aguardando a volta de Jesus? Podes dizer junto com o Espírito, com a Noiva, com o que ouve e com o que tem sede: venha? Maranata! Você que tem sede, venha e quem quiser receba de graça da água da vida! aleluias. Obrigado Senhor!

 

Aguardem para breve um novo propósito baseado na Bíblia de Genebra envolvendo seus 1189 capítulos. Foi muito bom! Obrigado meu Senhor por essa conquista maravilhosa e também muito obrigado por essa nova inspiração.

 

A Deus toda a glória!

terça-feira, 20 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 364/365 – faltam 2 dias!

 

TEMA:  Em Itacaré/BA – amanhã termino meu propósito – aleluias!

 

Chegamos em Itacaré/BA e fizemos uma excelente viagem. Iniciamos nossa jornada às 5h15 da manhã, da QNF e enfrentamos a estrada na direção de Itacaré, vindo por Correntina. Eu gostaria de ter vindo por Montes Claros e até programei o meu GPS para vir nesse caminho, mas somente resolvemos qual caminho seguir na hora de nossa saída e isso por votação. Todos votaram e venceu o caminho por Correntina por 4x3.

 

Oramos e pedimos a benção do Senhor para que a sua paz reinasse em nossa saída, em nossa viagem, em nossa estadia aqui no litoral sul da Bahia e na nossa volta. Eu, talvez, por ainda não dominar bem o GPS, apanhei um pouco em seu manuseio e o achei desregulado indicando pardais onde não havia e onde havia, não indicava; em algumas estradas ele parecia um pouco desregulado. Terei de examinar o assunto com maior dedicação.

 

O GPS é uma bênção quando tudo funciona corretamente. Imagino o tempo que - não vai demorar -  em que nossos carros serão dirigidos por sistema GPS, sem acidentes, com rapidez e eficiência. A estrada, em geral, não nos deu muito trabalho. O pior trecho que enfrentamos foi entre Santa Maria da Vitória/BA e Bom Jesus da Lapa/BA. No entanto, a maioria da pista, cerca de uns 80%, já está toda recuperada. O restante, 20%, embora ruim, deu para viajar sem grandes problemas.

 

De Brasília, dirigimos até o início da noite, mas conseguimos chegar em Vitória da Conquista/BA, por volta das 19hs, onde pernoitamos. A novidade era o frio muito intenso. Acordamos bem cedinho, com aquele frio intenso e retornamos à pista as 6h. Chegamos em Itacaré/BA por volta das 11h30. foram 1385 km.

 

Graças a Deus não tivemos complicações em nossa viagem na estrada. Chegamos em paz como oramos e pedimos ao Senhor. Agora estamos hospedados em uma casa, chamada Casa Pitanga, no Condomínio Conchas do Mar – Quadra J, Itacaré – Bahia – Brasil. CEP 45530-000 - http://casas.itacare.info. Entrem no site e confiram a bênção! Quem nos preparou o jantar hoje é o esposo da Alessandra, o Marcos: está tão cheiroso!

 

Amanhã, ficaremos aqui mesmo na praia da Concha curtindo o reino de Deus e a sua justiça diante de um mar lindo e um cenário paradisíaco. Enquanto nossas crianças e mulheres estiverem brincando e curtindo a natureza, eu e o Marcos iremos pescar o nosso almoço, vocês duvidam? Isso me lembra aquele momento especial em que Cristo preparou aquele delicioso peixe para os discípulos: vocês se lembram?

 

A Deus toda a glória!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 363/365 – faltam 3 dias!

 TEMA:  Apocalípse - 5

Se ontem já estava perto, imaginem hoje: meu Deus tu és bom demais para comigo! Depois que eu terminar meu propósito nesta quarta-feira, ficarei alguns dias sem postar algo. Por favor, não reparem, estarei de férias em um belo litoral curtindo as coisas do Reino de Deus e de sua Justiça. Ao voltar, iniciando agosto, iniciarei a leitura de minha mais nova Bíblia: a Bíblia de Genebra.

Os 365 dias de propósito tiveram por base a leitura da Bíblia de Russel Shedd e muitos comentários e falas minhas estão impregnadas de seus pensamentos. Gostei muito de sua Bíblia e a recomendo, principalmente por conta de seus comentários muito interessantes. Ele é um homem temente a Deus. Parabéns Russel Shedd.

O meu mais novo propósito (Deus é Deus de propósitos! Aleluias!) terá por base a Bíblia de Genebra e ainda estou pensando como irei fazer. O meu Deus que é o Deus de propósitos me dará um propósito para sua honra e glória e luvor. Amém!

Hoje é um dia de viagem para mim e para minha família e para uma outra família que viaja conosco para Itacaré/BA. São mais de 1350 Km! Orem por nós (I Ts 5:25). Quando orávamos pela viagem, me vinha à mente, a figura sobre o nosso carro de um enorme anjo de asas também enormes nos dando proteção por ordem do Altíssimo. A minha Bebel expressou isto muito bem, veja a postagem de ontem à noite. Glórias a Deus!

É tão bom termos intimidade com Deus! Eu te convido a ter mais intimidade com Deus. Você quer ter mais intimidade com Deus? Então, comece, sendo mais íntimo de seu Deus que está contigo e te ajuda e te fortalece. Não temas!

Ontem, domingo, eu tinha dito que João inicia o versículo 9 nos dizendo que é nosso companheiro:

  • na tribulação,
  • no reino e
  • na perseverança

Ah! Já estou com saudades das nossas conversas que ainda teremos lá no céu ou onde Deus preparar. Olharei para João, o discípulo amado, e lhe direi como vai meu irmão e companheiro na tribulação, no reino e na perseverança. Óbvio que essas coisas terão passado, exceto o reino e a perseverança. A tribulação é somente no presente momento.

Na tribulação devemos ser pacientes e na oração perseverantes, como está escrito em Romanos 12:12 "Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração". Estamos sujeitos a tantas coisas nesta vida, inclusive, às tribulações, que não são de nossas escolhas, por isso o rogo de sermos pacientes. Pacientes, por quê? Porque irão passar!

Nós daqui há pouco iremos enfrentar as nossas estradas brasileiras, cheias de buracos e percalços e nela devemos ter muita paciência! Espero que não tenhamos tantas tribulações, mas de uma coisa estou certo, Deus nos guiará! E jamais descairemos de nossa perseverança até chegarmos ao nosso destino, em Itacaré/BA. Assim, na estrada de nossas vidas, tenhamos a mesma paciência e perseverança. Ao chegarmos lá, curtiremos as delicias do Criador bendito e de seu Reino eterno.

Meus companheiros de viagem: tenham todos uma excelente viagem de ida e de volta, em Nome de Jesus Cristo. Amém! Até amanhã, lá de Itacaré/BA: prometo, se der, mostrar alguma foto para vocês verem as maravilhas do Senhor.

 Deus toda a glória!

domingo, 18 de julho de 2010

Bebel Inspiradíssima e o Anjo protetor

Bebel, 6 aninhos, inspiradíssima desenhou este carro com aquele enorme anjo com asas abertas em cima do carro. A mamãe ao questioná-la do significado, ela lhe disse que a motorista desenhada era ela e em cima do carro um anjo protetor. 'Cristoincidentemente' igualzinho a minha 'visão' que tive quando orava por nossa viagem ontem a noite. Na oração de hoje, por nossa viagem, eu já tive uma visão de nosso carro cercado com fogo dos céus. Que Deus nos guarde, nos proteja e nos leve e traga em sua gloriosa paz. Amém!

365 dias de propósito! Dia 362/365 – faltam 4 dias!

 

TEMA:  Apocalípse - 4

 

Está cada vez mais perto o dia final: estou acabando o meu propósito com êxito total e cabal da parte do Senhor que me sustentou e me encheu de graça e de palavra. Quem sabe eu não venha a organizar essa história em um livro? Pelo menos já temos quase umas 700 páginas de escrita. Somente Deus mesmo para me dar essa graça.

 

Voltando à nossa reflexão: "Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso.". Dessa declaração, destacamos que quem diz que é diz, eu sou:

 

  • o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus,
  • aquele que é, que era e que há de vir,
  • o Todo-Poderoso

 

Vemos claramente que quem disse isso foi a Trindade representada no Alfa e no Ômega, no que é, que era e que há de vir e no Topo-Poderoso. Do Alfa e Ômega, Russel Shedd comenta que a primeira e a última letra do alfabeto grego apontam para Cristo como Autor e Fim de todas as coisas. Na Trindade Santa os três são um, embora se distinguam três pessoas. Se eu fosse fazer associação, eu continuaria com o Pai sendo quele que é, que era e que há de vir e o Todo-Poderoso com o Espírito Santo.

 

Não sou taxativo nisso, nessa minha réles interpretação. Poderíamos também raciocinar da seguinte forma: todas as três características apontarim para uma única figura da Trindade: a do Filho de Deus! O Filho de Deus é o Alfa e o Ômega, comentado por R. Shedd; é também, o que é (nunca deixou de ser Deus!), o que era (ele, Jesus, como homem que morreu e portanto por algum tempo foi ou "era") e o que há de vir (o mesmo Jesus, ressurrecto); e, finalmente, Jesus como Todo-Poderoso.

 

Eu somente fiquei com uma dúvida de quem é que disse "Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente. Amém!". Foi João ou foi aquele que se proclamou no verso 8. Nesses 11 primeiros versículos que peguei para comentar, me dá a impressão de serem dois autores, embora um só redator, João.

 

Seria assim como se João escrevesse, mas que em algumas partes Jesus mandasse João escrever.

 

Já nos versos de número 9 a 11, João diz: "9. Eu, João, irmão vosso e companheiro na tribulação, no reino e na perseverança, em Jesus, achei-me na ilha chamada Patmos, por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus. 10. Achei-me em espírito, no dia do Senhor, e ouvi, por detrás de mim, grande voz, como de trombeta, 11. dizendo: O que vês escreve em livro e manda às sete igrejas: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia."

 

João inicia o versículo nos dizendo que é nosso companheiro:

 

  • na tribulação,
  • no reino e
  • na perseverança

 

o que podemos perceber disso que disse nosso companheiro? Vai ficar para amanhã!

 

A Deus toda a glória!

sábado, 17 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 361/365 – faltam 5 dias!

 

TEMA:  Apocalípse - 3

 

João está falando em Nome da Trindade, ou seja, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Sobre cada uma das pessoas da Trindade ele está dando uma característica reveladora de seu nome e ser. Ele, João, está se reportando às sete igrejas (idéia de totalidade das igrejas existentes) que se encontram na Ásia (destino certo, local conhecido) e as saudando com graça e paz, da parte:

 

  • daquele que é, que era e que há de vir [podemos claramente ver a figura do Pai celestial, amoroso: Deus é amor.]
  • dos sete Espíritos que se acham diante do seu trono [também não temos dificuldades em associar a figura dos sete Espíritos com a do Espírito Santo que tudo vê e conhece e que nos concede graça]
  • de Jesus Cristo [também aqui vemos claramente tratar-se do Filho de Deus, aquele que nos dá a paz, não a paz do mundo, mas de Deus, em quem João vai falar mais sobre ele nos próximos versículos.]

 

De Jesus Cristo, o Filho bendito de Deus, a quem deve ser dada a glória, honra e o domínio para sempre, João vai dizer outras características do seu ser. Primeiramente, três características marcantes de sua pessoa e depois de seu ser:

 

  • a fiel testemunha, [o que vem a ser uma testemunha fiel? É aquele que desceu do céu, que veio do céu e que testemunhou das coisas que viu e ouviu e nos apresentou o Pai e o Espírito Santo e nos descortinou as coisas que estavam encobertas. Ele é uma testemunha válida, fiel, perfeita e completa. Podemos crer nele, não somente por causa de suas palavras poderosas, mas por causa de seus feitos incríveis em sua rápida passagem entre nós.]
  • o Primogênito dos mortos e [aqui se ressalta o seu direito inequívoco. Ele é o primeiro e sobre ele repousam as bênçãos do Pai, por direito. Jesus foi o primeiro a vencer a morte e por meio de sua vitória todos nós a venceremos e ressuscitaremos pela palavra de seu poder.]
  • o Soberano dos reis da terra [como soberano Senhor se destaca a sua realeza, o seu domínio e o seu trono sobre todos os reis da terra. Nenhum governo humano está livre para fazer o que quer quando quer. Deus, Jesus, está no controle de tudo e deles será cobrada a responsabilidade de cada ato enquanto autoridade constituída pelo Senhor]

 

E ainda que:

 

  • nos ama e [sua medida de amor por nós é tão imensa que nem podemos imaginar. Naquele Jardim do Getesêmani quando orava ao seu Pai por manter a sua vontade submissa a dele, do Pai, o peso do pecado era tão terrível que orou três vezes, mas foi obediente e aceitou o preço infinito do peso eterno do pecado para gerar vida a todos nós. Ninguém tem maior amor do que este: de dar a sua vida pela de seus amigos e ele nos provou isso ao dar sua vida generosamente para podermos ter vida.]
  • com seu sangue nos libertou dos nossos pecados e [era necessário um sacrifício excelente para prover um excelente perdão. O sangue bendito de Jesus nos deu o acesso direto ao Pai celestial e a barreira que nos impedia, foi rompida de alto a baixo e agora entramos e saimos da presença do Senhor como uma criança que entra e sai da presença do Pai sem o temer, pois é amada.]
  • nos constituiu reino sacerdotes para seu Deus e Pai. [já nos era suficiente a devolução da vida e o pleno acesso à presença do Pai, mas ele nos deu mais, infinitamente mais do que sonhamos pensamos ou imaginamos, ele nos fez reino e sacerdotes para o seu Deus e Pai. Aleluias! Glórias a Deus! É lamentável que não consigamos contemplar a magnitude de tudo isso.]

 

Então, agora que esmiucei somente um pouquinho a palavra de Deus bendita, dá para se ter uma idéia do que João está falando. Foi da parte da Trindade Santa que disse: "Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente. Amém!".

 

Os homens estão vivendo como se Deus não existisse nem se importasse com nada que fazemos nem com nada que decidimos (... os argentinos se esqueceram do Senhor ...), mas não é assim. A sua volta será um dia na história como foi aquele fatídico 11 de setembro. O mundo inteiro ficou pasmo, mas aconteceu algo e virou história. Assim, não para causar a morte e a violência que citei do exemplo do 11 de setembro, a história registrará o que João registrou há muito tempo:

 

"Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente. Amém!".

 

Você, homem, autoridade que Deus levantou, tome cuidado com as tuas decisões. Esquecendo-te de teu Deus e Senhor serás servo do diabo e com ele irá governar, mas no inferno. Muito cuidado!

 

A Deus toda a glória!

sexta-feira, 16 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 360/365 – faltam 6 dias!

TEMA:  Apocalípse - 2


Nossos últimos temas falaram de tanto esperar como de apressar a vinda de nosso Senhor. Os últimos deste propósito estão sendo sobre o apocalípse, ou sobre a revelação de Jesus Cristo que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer. A revelação de Jesus Cristo foi entregue ao servo João por intermédio do anjo de Jesus que escreveu para nós e disse que são bem-aventurados os que lêem, ouvem e guardam porque o tempo está próximo.

 

A questão do endereçamento da revelação de Jesus Cristo está clara nos primeiros três versículos "aos seus servos" e entendemos que se destina a todos os crentes de todos os tempos tanto da época em que foi produzida esta literatura como aos atuais crentes (eu, por exemplo, que estou meditando no assunto) e futuros (aqueles que ainda nem nasceram).

 

Em seguida, João se comunica com as sete igrejas que se encontram na Ásia em o nome, ou da parte de, Jesus Cristo. Às sete igrejas, creio, ser simbólico representando a totalidade de todas as igrejas que professam o nome do Senhor e que estejam atuantes em uma determinada época no tempo.

 

O fato de ser dirigida àquelas que se encontram na Ásia torna a carta direcionada tão somente àquelas igrejas ali. Dele, João diz que é aquele que é, que era e que há de vir, isto demonstrando que Jesus está vivo, pois ele 'é aquele que é'. Somente Deus é o que é, tanto que seu nome é "eu sou o que sou".

 

'O que era' fala da humanidade de Jesus que como homem nasceu e viveu em nosso meio até que faleceu. Esteve morto por três dias. A morte é aquela que quando pega alguém é para sempre, mas Jesus escapou de suas garras e a venceu.

 

Jesus venceu a morte e agora esta não tem mais seu domínio sempiterno. E quem tinha domínio sobre a morte? Isso mesmo, o diabo! "Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo," (Hb 2:14). Pelo temor da morte éramos escravos do pecado! "e livrasse todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida." (Hb 2:15).

 

'O que há de ser' fala de sua volta quanto ele reinar aqui com seu corpo glorificado e nós com ele, pois tal como ele é, nós o seremos. "16. O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus 17. Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados. 19. A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus." (Rm 8:116,17 e 19). "Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser. Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque havemos de vê-lo como ele é." (1 João 3:2).

 

Foi também da parte dos sete Espíritos que se acham diante do seu trono e da parte de Jesus Cristo, a fiel testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da terra que nos ama e com seu sangue nos libertou dos nossos pecados e nos constituiu reino sacerdotes para seu Deus e Pai a quem deve ser dada a glória e o domínio para sempre. Amém! Então, foi da parte deles que disse: "Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente. Amém!".

 

Vamos organizar a informação deste último parágrafo para melhor compreensão... amanhã!

 

A Deus toda a glória!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 359/365 – faltam 6 dias!

TEMA:  Apocalípse


Nossos últimos temas falaram de tanto esperar como apressar a vinda de nosso Senhor. este de hoje falará do apocalípse de João.

 

"1. Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer e que ele, enviando por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João, 2. o qual atestou a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo, quanto a tudo o que viu. 3. Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo." (Ap 1:1-3).

 

Começaremos contando um segredo. É sobre a chave interpretativa de Apocalípse: o segredo, o mistério!

 

24. Agora, me regozijo nos meus sofrimentos por vós; e preencho o que resta das aflições de Cristo, na minha carne, a favor do seu corpo, que é a igreja; 25. da qual me tornei ministro de acordo com a dispensação da parte de Deus, que me foi confiada a vosso favor, para dar pleno cumprimento à palavra de Deus: 26. o mistério que estivera oculto dos séculos e das gerações; agora, todavia, se manifestou aos seus santos; 27. aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória; 28. o qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo; 29. para isso é que eu também me afadigo, esforçando-me o mais possível, segundo a sua eficácia que opera eficientemente em mim. (Cl 1: 24-29, G. N.)

 

Pois é, o segredo de interpretação do livro de Apocalípse é o seu proprio autor: Cristo! Reparem: revelação de Jesus Cristo! De quem? De Jesus Cristo! Foi ele quem recebeu do Pai e isto para mostrar aos seus servos (servos de quem? Servos de Cristo! Quem são os servos de Cristo? Você sabe e os conhece? João era um servo dele: "...notificou ao seu servo João") as coisas que em breve irão acontecer.

 

Foi o autor de Apocalípse, Jesus, que por meio de seu anjo (quem era este seu anjo?) notificou o seu servo João. A finalidade do livro de Apocalípse é portanto mostrar as coisas que em breve irão acontecer aos seus servos, sendo primeiramente dirigida pelo anjo de Jesus ao seu servo João.

 

João, então, atesta quanto a tudo que viu, duas coisas. Primeira, que a palavra do livro de Apocalípse é palavra de Deus; segunda, o testemunho de Jesus Cristo. Em seguida, abençoa com uma bem aventurança tanto os que lêem, os que ouvem e os que guardam as palavras da profecia (dessa revelação de Jesus Cristo), isto porque o tempo está próximo.

 

Bem-aventurados os que lêem, ouvem e guardam! Ler, ouvir e guardar tem algum segredo?

 

A Deus toda a glória!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 358/365 – faltam 7 dias!

TEMA: Como apressar a vinda do Senhor  2 – 2 Pe 3:9-18


Russel Shedd nos diz de forma magistral que o crente tem o privilégio de apressar a vinda do Senhor em primeiro lugar considerando e seguindo a vontade do Senhor (2 Pe 3:2), segundo, lembrando que a graça preocupa mais o Senhor do que o juízo (2 Pe 3:8 e 9), em terceiro lugar vivendo em santo procedimento e piedade (2 Pe 3:11) e, em quarto lugar, esperando vigilante, em paz e santidade (2 Pe 3:12 e 14 e Tt 2:13, 14; Lc 12:35-48).

 

Eu ainda acrescentaria o que se encontra nos demais versículos deste mesmo capítulo que disse que em virtude de tais coisas, nós, os que esperamos o Senhor, devemos apressar a vinda do Senhor por:

 

a)         Nos empenharmos por sermos achados em paz, sem mácula e irrepreenssíveis. Empenho denota esforço, combate, luta, vontade de fazer as coisas como devem ser feitas. Quem se empenha, se esforça e combate o bom combate. Repare que ele nos pede para sermos achados em paz, sem mácula e irrepreenssíveis.

 

Isso é demais! Como iremos nós suportar tanta carga? Você já reparou que para agir assim e ter essa atitude você terá que abrir mão das suas razões? É tão difícil, por amor ao próximo, admitirmos algo que sabemos estarmos certos. No entanto, devemos confiar em Deus e não em nossa força e certeza. Jesus, nosso exemplo, confiou em seu Pai total e cabalmente para que nós seguíssemos seu exemplo.

 

b)         Ter por salvação a longanimidade de nosso Senhor. E por falarmos de longanimidade, vejamos seu significado real no dicionário Aulete do UOL: "(lon.ga.ni.mi.da.de) - sf. 1. Qualidade de longânime 2. Disposição natural do ânimo para suportar com serenidade e resignação as contrariedades, insultos, vexames e ofensas: "Nunca se lhe ouvia um queixume, nunca articulou uma acusação contra Flores. Sofria todos os desmandos do marido com resignação e longanimidade." (Lima Barreto, Clara dos Anjos)) 3. Esquecimento completo de males e reveses sofridos 4. Generosidade, magnanimidade. [F.: Do lat. tard. longanimitas, atis.]"

 

Nosso Senhor foi nosso exemplo de longanimidade ao suportar sobre si a afronta de seus algozes, inimigos e de todos que se opuseram a ele. Sabem porque ele tudo suportou? Por amor de nós e por obediência ao seu Pai. Sua confiança em seu Pai era tão grande que tudo aceitava sem se opor. Jesus, de fato, sabia o que é Deus no controle de tudo e de todas as coisas.

 

Reparem que Pedro também cita o apóstolo Paulo como aquele que comentou sobre a longanimidade do Senhor. Adverte, no entanto, para não sermos os ignorantes e instáveis que tudo deturpam para sua própria destruição.

 

c)         Acautelamo-nos para não suceder sermos arrastados pelo erro dos insubordinados, isto para não cairmos da nossa firmeza. Quem está firme deve tomar cuidado para permanecer como está e assim nenhum vento contrário irá os abater.

 

d)         Crescermos na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo a quem é a glória tanto no presente momento como no futuro. O meu lema é BUSCANDO O REINO DE DEUS E A SUA JUSTIÇA, mas taí um outro lema interessante: CRESCENDO NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. [Que tal, meus filhos, um lema desses para a vida de vocês?]

 

Agindo assim saberemos tanto esperar como apressar a vinda de nosso Senhor. Um bom dia a todos! Meu Deus foste muito bom para comigo ao permitires eu chegar tão longe em meu propósito: falta pouco para concluí-lo! Papai do Céu iluminá-me em outro propósito, desta vez, embasado na Bíblia de Genebra! Amém!

 

A Deus toda a glória!

terça-feira, 13 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 357/365 – faltam 8 dias!

TEMA: Como apressar a vinda do Senhor  – 2 Pe 3:9-18


Já vimos como devemos aguardar a vinda de nosso Mestre e Senhor, mas agora como apressá-la? Seria possível? O verso 7 de 2 Pe nos fala que para o Senhor um dia é como mil anos e mil anos como um dia. Para nós, humanos, 1000 dias representam quase 2 anos e 9 meses. É óbvio que o sentido aqui é figurado dando-nos a entender que somente Deus é que conhece tais tempos.

 

Vejamos o que diz o texto de 2 Pedro 3:9-18:

 

9. Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento.

10. Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas.

11. Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade,

12. esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão.

13. Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça.

14. Por essa razão, pois, amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis,

15. e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada,

16. ao falar acerca destes assuntos, como, de fato, costuma fazer em todas as suas epístolas, nas quais há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como também deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles.

17. Vós, pois, amados, prevenidos como estais de antemão, acautelai-vos; não suceda que, arrastados pelo erro desses insubordinados, descaiais da vossa própria firmeza;

18. antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno.

 

O verso 9 começa dizendo que o Senhor não retarda a sua promessa, mas pelo contrário! Ora, o que é contrário de retardar se não apressar? Alguns, diz o texto no vs 9, estavam pensando que o Senhor estava alongando a sua vinda e isso os afligia, por isso que Pedro lhes diz justamente o contrário com relação a sua vinda.

 

Com relação a sua vinda o Senhor está apressando, mas com relação a eles está sendo longânimo não querendo que ninguém pereça, antes que todos cheguem ao arrependimento. O que significa dizer que o Senhor está sendo longânimo? No grego a palavra traduzida como longânimo é μακροθυμεque podemos compreender como ser paciente para conosco.

 

Pelo menos neste texto de 2 Pedro vemos claramente que a crença de que o Senhor retarda a sua promessa está completamente infundada. O Senhor não retarda a sua volta, pelo contrário, a idéia é a de que ele a está apressando sendo, no entanto, paciente, longânimo, para com todos para que ninguém pereça, antes que cheguem ao arrependimento.

 

Então nos já temos a nossa primeira conclusão: quem apressa a vinda do Senhor é o próprio Senhor. No verso 12, Pedro nos diz para esperarmos e apressarmos a vinda do Senhor, como? Ficará para amanhã.

 

A Deus toda a glória!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 356/365 – faltam 9 dias!

TEMA: Como nos comportarmos até a vinda do Senhor 3 – Tg 5:7-11


Muitos também são os casais que vivem se queixando um do outro porque estão cheios de razão para dar e vender. Estão tão certos e convictos de que estão certos que se tornaram orgulhosos e já não enxergam mais nada. Tornaram-se cegos e se esqueceram da palavra de Deus que diz para a mulher: RESPEITE AO SEU MARIDO!  E aos homens: AMAI AS VOSSAS MULHERES COMO CRISTO AMOU A SUA IGREJA.

 

Já pensou se Cristo estivesse em queixa contra a igreja e a igreja conta Jesus? Assim é o relacionamento marido e mulher e Cristo e a igreja. Se você se acha superior, sublime, pois perto está o Senhor. ele nos disse que não nos queixemos uns dos outros para não sermos julgados, pois o juíz está às portas!

 

Sai daqui então com esta convicção que se você tem queixa contra o seu irmão converse com Deus que irá te ajudar, mas não endureça o teu coração para não seres entregues a si mesmo e comer dos frutos das suas próprias ações as quais irá se lamentar demais depois do feito.

 

Tiago então nos pede para nós que estamos aguardando a vinda do Senhor para qualquer momento, mais precisamente para o dia de hoje: tomai por modelo no sofrimento e na paciência os profetas, os quais falaram em nome do Senhor. Quem deles foram felizes? Ele mesmo dá a resposta: os que perseveraram firmes.

 

Por último fala da paciência de Jó que suportou o sofrimento mais difícil que é o da aflição e que na paciência alcançou a bênção do Senhor quando este, o próprio Senhor, lhe apareceu num redemoinho e depois quando lhe restituiu tudo o que tinha perdido quando Jó orava por seus amigos. E se Jó não tivesse orado por seus amigos, mas se queixasse deles?

 

Como então devemos aguardar a vinda de nosso Mestre e Senhor?

 

  • Com paciência! A paciência do lavrador.

 

  • Com um coração fortalecido na esperança de sua vinda a qualquer momento, especialmente hoje.

 

  • Não nos queixando uns dos outros, para não sermos julgados, mas sublimando, pois o Justo Juíz está às portas.

 

  • Tomando por modelo no sofrimento e na paciência os profetas que falaram em nome do Senhor e que receberam por isso a injustiça, sendo felizes os que perseveraram firmes até o fim.

 

  • Sendo como Jó na paciência que diz respeito ao sofrimento.

 

  • Sabendo que o Senhor é terno de misericórdia e compassivo.

 

Amanhã, reforçaremos os passos aciama e veremos como apressar a vinda do Senhor baseado em 2 Pe 3:12 e 13.

 

A Deus toda a glória!

domingo, 11 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 355/365 – faltam 10 dias!

TEMA: Como nos comportarmos até a vinda do Senhor 2 – Tg 5:7-11


Faltam somente 10 dias para eu concluir este meu propósito abençoado! Meu Deus me deu a graça de ser fiel e já estou chegando lá. Não foi fácil em muitas vezes, mas o azeite não faltou porque não faltou vasilha vazia para ele enchê-la. Deus somente enche vasilhas vasias. A vasilha cheia não pode ser usada, mas a vazia, ele usa. Enquanto, meu filho, tu fores vasilha vazi, eu te usarei para a minha glória.

 

Estávamos falando de paciência, não da paciência diante do sofrimento, mas da paciência do lavrador e de que o coração do lavrador deveria também estar firme, fortalecido na esperança, pois já as primeiras chuvas dão sinais de que estão por vir as últimas. Que dia maravilhoso será o dia do Senhor quando ele surgir e vier a nós como prometeu.

 

Os homens ficarão pasmos, sem entenderem, confusos, mas os crentes fiéis se rejubilaram e saltearão de alegria e louvarão ao Senhor, pois vinda é a sua pessoa e o seu reino. Devemos aguardar o dia da vinda do Senhor com expectativa ardente, como se fosse ocorrer a qualquer momento. A morte é o evento mais certo para todo ser vivente, assim, para o crente deve ser também a vinda do Senhor: a qualquer momento!

 

Quem é paciente e está fortalecido não vai viver se queixando uns dos outros, pois sabe que a vinda de seu Senhor está próxima. Será que eu não tenho motivos de queixas para com meu irmão e ele para comigo? Certamente que sim, mas não é isso que diz a palavra de Deus, se temos ou não motivos, mas que deixemos de lado tais questões e demandas contra os nossos irmãos.

 

A palavra de Deus está nos pedindo para sublimarmos, isto é, desprezar as queixas, controvérsias, intrigas de nós para com os outros e vice-versa por causa da excelência que nos está reservado no encontro breve com o Senhor! Se o outro se queixa e nós revidamos ou vice-versa nós estamos fora do propósito de Deus e rebeldes ao seu Espírito Santo.

 

Muitos irão estufar o peito e se achar os donos da razão. Eu estou certo em minhas queixas, pois este meu irmão é um nó-cego! Eu tenho razão! Qual é o mais sensato o que evita uma batida de carro ou o que passa por ela porque estava certo e cheio de razão? Se você se julga melhor do que o seu irmão, cuidado com o orgulho e a jactância. Diz-nos a palavra de Deus que seremos julgados na mesma medida com que tivermos julgado ao nosso irmão e ainda que se nos acrescentará! Cuidado, pois!


Continuo amanhã....

A Deus toda a glória!