terça-feira, 3 de novembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 105/365

Minha LBH: até I Re 22, isto é até ao final do primeiro livro de Reis. Que bom! Ontem foi comemorado o dia dos mortos, mas nós comemoramos todos os dias a vida, pois para Deus todos vivem (Mc 12:27; Lc 20:38). Meu pai a quem amo muito já não está mais conosco, partiu há 4 anos para os braços do Senhor e como Deus não é Deus de mortos, então está vivo, vivo com o Senhor e, no momento, impedido de nos contactar.
 
Não fomos para cemitérios nem ficamos de luto ou de jejum por sua alma nem dirigimos a Deus qualquer oração por ele, nem rezas. Nós não temos este costume de ficarmos cuidando ou velando sua alma, pois todos nós sabemos para onde estamos indo quando estamos com Jesus. Em relação à morte, eu sempre tive um pensamento e ela estava sintetizada na seguinte frase:
 
Jamais morrerei porque jamais saberei que morri e se um dia vier a sabê-lo, então não estou morto, mas vivo.
 
Pois é, somente morremos para os outros, mas jamais morreremos para nós mesmos. Você já pensou nisso? Deus, muito sábio, colocou nos corações dos homens a eternidade (Pv 3:11) e este jamais imagina que morrerá, tanto que o dia de sua partida é sempre uma surpresa. Deus nos deu a vida eterna (Jo 12:50)! Você já pensou nisso?
 
Com a vida eterna pela frente ainda nos angustiamos com tantas coisas pequenas que se passam neste momento que se chama hoje. Desesperamos-nos com tantas coisas e nos esquecemos que temos um Deus maravilhoso que nos ama e nos tem reservado coisas que nem nossos olhos, nem nossos ouvidos, sequer têm imaginado (I Co 2:9).
 
Esqueça a morte e os mortos e celebre a vida, pois Deus te constituiu para viver e ser dele para sempre. Quanto aos problemas que tens de enfrentar, não se preocupe, jamais nos livraremos deles e conforme vamos crescendo na graça e no amor de Deus, novos problemas enfrentaremos. Em uma pregação da Arca da Aliança, um dia desses, Deus me deu uma palavra sobre os nossos benditos problemas de que o problema não é o problema em si, mas a ansiedade que ele pode trazer ou fazer vir sobre nós.
 
Todos nós temos os nossos problemas para que Deus seja glorificado por meio de nossas vidas. Dependendo do problema, resolvível ou insolúvel, saiba que Deus jamais o abandonará nem o deixará (Js 1:5 e Hb 13:5). A minha fé me motiva a buscar a saída e, por isso, me derramo em oração ao meu Deus, pedindo uma solução.
 
Você crê em Deus de verdade? Então, te darei um conselho: busque-o por meio da oração. Quem diz que espera e crê em Deus deve orar a Deus e com ele ter comunhão. Ore mesmo, com fé, crendo que irá ser atendido. Não podemos aceitar, de forma alguma, que alguém se proclame do Senhor e nele não confia nem lhe dirige orações.
 
Você que saber se você está ou não confiando em Deus verifique a sua vida de oração. A nossa vida de oração é o termômetro da nossa fé. Se você não tem orado ou desprezado a oração em sua vida, eu sinto muito, mas você não está bem espiritualmente falando, pior, está em grave situação de risco. Deus existe ou não? Deus é Deus na sua vida ou não? Todas as coisas estão nas mãos de Deus ou não?
 
Dedique-se à oração e sua fé será renovada. Despreze a oração e sua fé será derrotada. Tenha propósitos de orações. Tenha uma vida disciplinada de oração. Faça isso todo dia e o dia todo. Não ore apenas 1 hora por dia, mas 24 horas/dia. Ou somos de Deus e a oração é importante (vital!) ou não somos de Deus e, portanto, melhor é irmos e comermos e bebermos, pois amanhã morreremos. (I Co 15:32).
 
Eu não acredito em vida com Deus sem oração! Ore, jejue, adore, louve ao Senhor. A Deus toda a glória para sempre amém.
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.